Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vitamina E é um poderoso antioxidante: A vitamina E juntamente com outras vitaminas, tais como vitamina C, vitamina B3, selênio/selénio e glutationa, trabalha contra o estresse/stress oxidativo causado pelos radicais livres dentro de nossos corpos. Se não for devidamente marcada, os radicais livres podem danificar nossas células e, eventualmente, levar a doenças como a aterosclerose e câncer/cancro.

A vitamina E é solúvel na gordura e armazenada no fígado, nos tecidos adiposos, no coração, nos músculos, testículos, útero, sangue, glândulas supra-renais e pituitárias.

 
Esta vitamina é muito requisitada pelos desportistas para ajudar a aliviar cãibras e distensão muscular nas pernas. Porém, os benefícios não param aqui, essa vitamina é necessária para a manutenção estrutural e funcional do sistema esquelético, muscular e cardíaco.

A vitamina E, costumava ser medida pelo peso, mas hoje em dia é designada geralmente segundo sua actividade biológica em Unidades Internacionais. Nesta vitamina, 1 Ul equivale a 1 mg.

A vitamina E existe em várias formas. O que você precisa prestar atenção é o alfa-tocoferol. É a forma mais ativa da vitamina E, é encontrado em maior quantidade ao longo do corpo e, assim, tem a maior importância nutricional. Alfa-tocoferol é encontrado naturalmente nos alimentos, mas também encontrado em suplementos e adicionados aos alimentos fortificados. Outras formas de vitamina E não foram mostrados para contribuir as nossas necessidades de vitamina E. Os suplementos de vitamina E são vendidos em ambos sintético (denominada “D, L”) ou natural (marcado “D”) formas. A pesquisa diz que as formas sintéticas são apenas metade tão activo como formas naturais, por isso é preferível a vitamina E natural.

 

 

Portanto a vitamina E, formada por compostos chamados tocoferóis; dos 8 tocoferóis que a compõem (alfa, beta, gama, deita, ípsilon, zeta, eta e teta), o primeiro é o mais eficaz.

 

Benefícios da vitamina E

- Acelerar a cura de queimaduras.

- Ajudar na prevenção de abortos.

- Aliviar a fadiga.

- Beneficiar a pele.

- Beneficiar o cabelo.

- Funcionando como diurético, pode baixar a pressão sanguínea.

- Manter seu aspecto jovem, retardando o envelhecimento celular causado pela oxidação.

- Fornecer oxigénio ao organismo, fazendo com que você se sinta mais resistente.

- Proteger seus pulmões da poluição atmosférica, associando-se à vitamina A.

- Prevenir e dissolver coágulos sanguíneos.

- Impedir a formação de cicatrizes grossas interna e externamente (quando aplicada topicamente, pois pode ser absorvida através da pele).

- Reduzir o risco de cancro/câncer de bexiga e próstata.

- Reduzir o risco de doença de Alzheimer.


Doenças causadas pela deficiência:
Destruição de células vermelhas do sangue, degeneração muscular, anemias e perturbações reprodutivas. Sintomas de deficiência severa incluem vitamina E induzida por deficiência de ataxia , neuropatia periférica, fraqueza muscular, e danos à retina do olho.

Principais fontes de vitamina E
Existem diversos tipos de alimentos que apresentam a Vitamina E. Podemos citar alguns: Germe de trigo, soja, óleos vegetais biológicos, brócolis/brócolos, couve-de-bruxelas, verduras, espinafre, trigo integra, moringa, cereais integrais, nozes.
Sementes de plantas, especialmente sementes de girassol, amêndoas e avelãs, são ricas fontes de vitamina E.

 

Sugestões:
Se está seguindo dieta rica em óleos poli saturados, vai necessitar de doses mais altas de vitamina E.

O ferro inorgânico (sulfato ferroso) destrói a vitamina E, por isso os dois não devem ser tomados juntos. Se você estiver tomando suplemento que contenha sulfato ferroso, a E deve ser ingerida pelo menos 8 h depois ou antes.

O gluconato ferroso, o peptonato, o citrato ou fumarato (complexos de ferro orgânico) não destroem a E.

Como a vitamina E é solúvel em gordura, o melhor é absorvido quando tomado com uma refeição pouco gordurosas.Siga dietas balanceadas em sua vida e tenha uma vida mais saudável.

Mulheres grávidas ou em período de amamentação, assim como as que tomam pílula anticoncepcional ou hormônios, necessitam maior quantidade de dessa vitamina.

Aconselho às mulheres que estão passando pela menopausa que aumentem a ingestão de vitamina E. O mais recomendado é a mistura de tocoferóis, 400 Ul a 1.200 Ul por dia.

 

Deficiência de vitamina E, é comum?
Não, a deficiência de vitamina E não era comum. Deficiência normalmente ocorre em indivíduos com síndromes de má absorção de gordura (por exemplo, doença de Crohn, doença inflamatória intestinal e doença celíaca) ou a desnutrição protéico-energética. Porém, a agro-indústria que hoje em dia existe, veio agudizar esta situação devido ao uso de pesticidas, OGM, transgénicos, colheitas ainda verdes, fármacos, poluição e aditivos. Os sinais e sintomas desta deficiência incluem neuropatia periférica (danos nos nervos das mãos e pés), o equilíbrio e a coordenação prejudicada, fraqueza muscular e lesões na retina.

 

Suplementos vitamínicos:
E disponível dissolvida em óleo, em cápsulas ou em comprimidos para dispersão em água.

Normalmente fornecida em dosagens que variam entre 100 Ul e 1.000 UI. A forma seca é recomendada para aqueles que têm intolerâncias ao óleo ou cuja pele é prejudicada pelo óleo (o ideal para quem tem mais de 40 anos).

As doses diárias mais usadas são de 200 Ul a 1.200 Ul.

 

Toxicidade:
Essencialmente não tóxica

 

Obs.:

Cuidado se está a tomar drogas farmacêuticas como a Varfarina ou similares. Tomar esta droga farmacêutica com vitamina E pode ser incompatível.

Eu tomo regularmente vitamina E em 2400 UI diárias e conheço amigos que chegam a tomar 10.000 UI diárias, e já tomam há 1 ano. Aqui o grande segredo pode ser o bom funcionamento do fígado.

 

Temas relacionados:

Graviola: Destrói naturalmente o cancro

Os grãos e o impacto na saúde dos dentes e ossos

Cebolinho: 16 benefícios para a saúde

A vitamina B12 e alguns mitos

Vitamina B17 contra o cancro/câncer

Criança de 2 anos, diagnosticada com doença incurável quando afinal tinha falta de vitamina

Fármaco: Ácido fólico em demasia na gravidez aumenta risco de autismo

 

Fonte:

Naturopatia

Cura pelas Plantas

Manual das vitaminas

Vitaminas Naturais

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix




A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT