BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Se você precisar de um exame diagnóstico, certamente vai querer o que houver de mais avançado e preciso, como a tomografia computadorizada. Mas uma pesquisa recente feita no EUA indica que a preferência pelos exames de diagnóstico por imagem está expondo os pacientes a quantidades perigosas de radiação ionizante, o conhecido raio X.

De 1980 até o ano passado, a exposição média, por indivíduo, subiu 600%. O efeito dessa radiação pode levar a mudanças no DNA das células e ao aparecimento de tumores.

“Devemos ficar alertas e reduzir a exposição”, disse a ISTOÉ o cientista que liderou a pesquisa, Fred Mettler Jr., do Conselho Nacional para a Protecção contra a Radiação.

Foto:saudecuriosa

 

O que os pesquisadores estão fazendo é alertar a classe médica e os pacientes para números que não devem ser negligenciados. Entre os exames de imagem, a tomografia é de longe o que embute a maior carga de radiação. Apenas como comparação, um raio X tradicional de abdómen expõe o paciente a um índice de radiação 2,5 vezes menor que uma tomografia.

 

“Mas a diferença do que eles oferecem é a mesma entre uma bala de hortelã e uma ceia de Natal”, diz o médico Aron Belfer, da Unidade Radiológica Paulista.
Para Mettler, contudo, a radiação dos exames traz perigos ainda desconhecidos. “Segundo o FDA, o órgão do governo americano que regulamenta o sector de saúde, 1 em cada 2 mil pessoas tem chance de desenvolver um câncer por conta da super-exposição aos raios da tomografia”, diz o cientista.

 

Em função desses dados, médicos americanos estão seguindo uma conduta mais cautelosa na indicação. “É necessário avaliar o custo-benefício. Pode ser que outros exames sem radiação, como o ultra-som, forneçam as informações necessárias”, diz Mettler.

Os pacientes estão sendo estimulados a questionar as indicações para sofrer o mínimo de radiação. “Devem conferir a dose que receberão”, diz a física Tânia Furquim, especialista em controle de qualidade de equipamentos de radiologia da Universidade de São Paulo (USP). Todo esse trabalho de conscientização/conscienlização leva em conta uma das únicas certezas nessa área: a de que as doses excessivas elevam os riscos de ter câncer, especialmente a leucemia e os de tireóide/tiróide, mama e pulmão.

Imagem: saudecuriosa

 

Os sobreviventes da bomba de Hiroshima, no Japão, por exemplo, foram submetidos a uma dose média de 230 mGy (miligray, a unidade de medida de radiação) –, mas mesmo os que receberam doses entre 50 mGy e 100 mGy tiveram mais tumores do aqueles que não padeceram os efeitos da radiação. E 50 mGy é exactamente a descarga média para uma tomografia de crânio. “Porém é um tecido mais resistente do que a mama ou o pulmão, por exemplo, e suporta doses maiores”, diz Belfer.

 

No Brasil, estima-se que menos de 25% dos hospitais e clínicas façam acompanhamento e calibragem periódicos dos seus equipamentos de diagnóstico por imagem.
Campanhas do Conselho Brasileiro de Radiologia e do Instituto Nacional do Câncer incentivam a prática. “Não é barato e é necessário contratar especialistas, mas o controle precisa ser feito para ter segurança da qualidade da imagem e da dose”, diz Belfer.

 

Outro problema é o manejo dos equipamentos. “Muitos operadores de tomógrafos, por exemplo, optam por doses altas para melhorar a imagem, mas precisam aprender a obter isso com menos radiação”, explica o físico Paulo Costa, do Instituto Eletrotécnico e de Energia da USP.

 

Temas relacionados:

O grande negócio com o cancro/câncer

Hepatite e doenças cancerígenas: Preciosa ajuda da vitamina D

Mulheres cegas diagnosticam cancro de mama melhor que tudo o resto

Leite dourado: O leite saboroso e saudável

Níveis de cancro altíssimos nos Açores devido à radioactividade

Risco de cancro: Aumenta com a comida ultraprocessada

Confirmado: Própolis possui efeitos anti-cancerígenos

Água alcalina: Preciosa ajuda contra o cancro

Reflexão: O mau exemplo da moda medicinal de Angelina Jolie

O magnésio e sua importância no organismo (Receita de batido cremoso)

Terapia de Dr. Gerson (Vídeo)

Como vencer tumor maligno no estágio 4

A planta medicinal Unha-de-gato: 16 benefícios

Curar cancro do útero com apenas 3 plantas medicinais (receita)

100% de cura em todos os testes: Cientistas usaram injeções de álcool etílico em tumores cancerígenos

Pesquisa da USP: "Mamão Papaia" tem acção anti-cancerígena

Grávidas que tomam vitaminas e alimentos biológicos reduzem o risco de cancro e autismo

Óleo de pequi previne e faz regredir cancro/câncer

Holanda: Tribunal dá razão a jovem de 12 anos em recusar a quimioterapia

Babosa/Aloe e mel é eficaz contra o câncer/cancro

Portugal: O cancerígeno glifosato é pulverizado em larga escala nas estradas

Vacinas: Demasiadas contêm o pesticida cancerígeno glifosato

Cancerígeno: Herbicida mais vendido em Portugal, já na água e nos alimentos

Cânhamo, um superalimento

Parasitas: Sabe se está contaminado? Sintomas e como eliminar

27 antibióticos naturais

A quimio(terapia): Propaga novos cancros/cânceres

Brasil: Governo aprova o óleo de canábis (Canabidiol CBD) para tratamento do cancro

Ressonância Magnética: Contraste causa problemas graves na saúde

Porquê continuar com a quimioterapia/radioterapia se em 97% das vezes não resultam?

Graviola: Destrói naturalmente o cancro

Médico denuncia: A quimioterapia mata mais do que o cancro

Estudo sóbrio sobre a quimioterapia

Cancro: Causas

Radiação do telemóvel/celular: Tumor reconhecido como doença profissional

O mar é fonte de produtos naturais antitumores

- A mamografia é inútil na prevenção

Cancro da próstata: A evolução da doença é indiferente com ou sem tratamento convencional

Tribunal: O doente deve ter acesso à canábis

Quimioterapia: Falsa esperança para doentes cancerígenos, afirmam médicos

Extracto de soja mata células de cancro/câncer de mama

Vitamina K2, muito relevante para a saúde humana

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Estudo: 42% de quem tem cancro da mama pode evitar a quimio

Boro/borato de sódio/bórax: Uso medicinal alternativo

Metafísica: As causas das doenças no caso de nódulos mamários (benignos e malignos)

No mundo da quimioterapia-radioterapia, nada de novo

Russos desenvolvem produto contra qualquer tipo de cancro

Jejum renova as células, diz Nóbel de medicina

As chinesas desconhecem o cancro de mama por que...

MTC, Chi Cungue: Mulher curada de cancro da bexiga em menos de 3 minutos

O Pau D´Arco

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

 

 Fonte:

IstoÉ

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




1 comentário

De Anónimo a 17.03.2018 às 23:30

Quem Disse que as Vacinas são Seguras? Na Verdade, Elas DISSEMINAM as Próprias Doenças que Deveriam Prevenir!

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT