BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Muitas vezes sentimos dores fortes no ombro, pulso ou cotovelo. Devido a um mau jeito, movimentos repetidos, ou até mesmo devido à alimentação desadequada. A causa dessa dor, poderá estar numa tendinite.

Imagem:static.tuasaude.

 

Diagnóstico da tendinite
O principal sintoma da tendinite é a dor, a qual se localiza ao longo do tendão, geralmente próximo a uma articulação. Esta dor pode aparecer e desaparecer e parece piorar quando realizamos exercícios.

 

O que é uma tendinite?
A tendinite (tendinopatia ou tendinose) é uma lesão na estrutura que liga os músculos aos ossos. Essa estrutura chama-se de tendão. A tendinite é então, uma inflamação do tendão, que provoca dores e dificuldade em movimentar a área afectada pela inflamação do tendão.

 

As queixas por dores nos membros superiores são constantes, elas debilitam profissionais que exercem trabalhos manuais rotineiros. A causa maior está ligada à inflamação dos tendões, a tendinite, que em relação com outras síndromes formam o grupo de Lesões por Esforço Repetitivo (LER).

 

O que é uma tendinite calcária?

A tendinite calcária é uma forma grave e agressiva de tendinite, caracterizada por depósitos de hidroxiapatita (1 fosfato de cálcio cristalino) em qualquer tendão do corpo. Mas, geralmente, afceta os tendões do manguito rotador (ombro) e tornozelo (aquiles) causando dor e inflamação intensas a ponto de ter que ir ao pronto socorro mais próximo por ser incapacitante! A condição está relacionada com impotência funcional e pode causar capsulite adesiva (congelamento), o que impede de mobilizar a articulação afetada.
 

Sinais e sintomas 
As principais queixas são a rigidez, encolhimento, endurecimento ou fraqueza da articulação acometida. A dor, de forma geral, é agravada pela elevação do braço acima do nível do ombro ou por deitar sobre a articulação. A dor pode despertar o paciente do sono, ou até mesmo nem deixá-lo dormir.

  • A pele que reveste o tendão inflamado fica quente e vermelha;
  • Sensibilidade no tendão;
  • Dor mais intensa à noite;
  • Dificuldade de movimentar o tendão inflamado;
  • Dor aumentada com os movimentos. 

 

Causas 
3 principais teorias surgiram na tentativa de explicar os mecanismos envolvidos na calcificação do tendão.
 

A 1ª teoria é a da calcificação reativa (pós-trauma ou esforço) e envolve um processo de medição celular ativa, geralmente seguido de reabsorção espontânea por fagocitose de células multinucleadas que apresentam um fenótipo osteoclástico típico.


A 2ª teoria sugere que os depósitos de cálcio são formados por um processo que se assemelha a ossificação endocondral (lentamente devido ao uso repetitivo). O mecanismo envolve hipoxia (falta de oxigênio) regional, que transforma tenócitos em condrócitos.


A 3ª teoria envolve a formação de osso ectópico a partir de metaplasia (transformação) de células estaminais mesenquimais normalmente presentes no tecido do tendão em células osteogênicas (formadoras de osso). Como nenhuma teoria única é satisfatória para explicar todos os casos, actualmente, a tendinopatia calcária é considerada multifatorial.

 

Algumas das principais causas da tendinite apontadas, são:

- Alterações na estabilidade das articulações;
- Alterações na postura corporal;

- Beber água insuficiente;

- Deficiência de vitaminas e/ou minerais assim como de oligoelementos;

- Doenças autoimunes;

- Uso de algumas drogas farmacêuticas;

- Estresse;

- Excesso de movimentos repetitivos, tanto no trabalho quanto em exercícios;

- Falta de alongamento e flexibilidade de algum grupo muscular;
- Falta de aquecimento antes da prática de atividades físicas;

- Latrogenia;

- Má alimentação;

- Neuropatias que conduzem a alterações musculares;

- Pessimismo;

- Problemas emocionais;

- Sobrecarga;

- Uso de calçados inadequados (na tendinite no tornozelo);
- Traumatismos.

Diagnóstico 
Os depósitos de cálcio são visíveis no raio-x como grumos discretos ou áreas turvas. Os depósitos são visíveis se eles estão no processo de reabsorção, e isso também é quando eles causam mais dor. Os depósitos são cristalinos quando em sua fase de repouso e como pasta de dentes na fase de reabsorção. No entanto, existe uma correlação fraca entre a aparência de um depósito calcifico nos raios-x simples e sua consistência real. O ultra-som também é útil para descrever os depósitos cálcicos e correlaciona-se estreitamente com o estágio da doença. A ressonância magnética também ajuda nos diagnósticos mais difíceis e diferenciais como a tendinite ou tendinopatia simples e bursite, por exemplo.

 

Tendinite tem cura?
As tendinites fazem parte de um grupo de patologias chamadas tendinopatias (lesões que atingem os tendões). Então é muito importante estar atento e focado na recuperação do problema, já que geralmente uma tendinite mal avaliada, não tratada ou tratada de forma incorreta pode acarretar na chamada tendinose.

As tendinoses ocorrem quando há a total degeneração do tendão, que podem até mesmo romper-se, provocando um problema ainda maior.

A tendinite tem cura, porém o tratamento deve ser iniciado o quanto antes. Ele pode ser feito de diversas maneiras, mas tudo vai depender da gravidade do problema e da avaliação feita pelo técnico de saúde.

 

Tratamento 
Normalmente, melhora ou pode melhorar em média em 3 semanas sem tratamento específico, apenas o repouso, mas lidar com a dor é o mais difícil! Os tratamentos da tendinite calcária podem incluir:

 

+ MTC - Medicina Tradicional Chinesa

+ Massagem

+ Ventosa e uso de Martelo 7 pontas

 

Emplastos caseiros

Podemos preparar emplastos caseiros com plantas/ervas medicinais para aliviar os sintomas da tendinite com as seguintes plantas:

  • Confrei/Consolda-Maior (Symphitum Officinale): o nome desta planta medicinal faz referência à consolidação de feridas, e apresenta importantes efeitos benéficos sobre todo tipo de contusões e fraturas, já que é uma grande regeneradora de tecidos, mas deve sempre ser aplicada externamente, pois seu uso interno é tóxico.
  • Açafrão-da-índia/Curcuma (Curcuma Longa): apresenta importantes efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e anticancerígenos. Podemos consumi-la também entre as refeições.
  • Arnica (Arnica Montana): um dos anti-inflamatórios naturais mais conhecidos.

Devemos consumir, preferivelmente, estas plantas frescas. Triturá-las em um pilão e aplicar diretamente sobre a zona a tratar, cobrindo com uma gaze sem apertar.

Se somente as temos secas, as cozinhe com pouca água e logo depois aplique igualmente sobre a pele, cobrindo com um pano para que não goteje.

Destas plantas destacamos especialmente a arnica, possivelmente a mais conhecida entre os atletas e as pessoas que sofrem com problemas inflamatórios devido ao seu amplo uso na medicina natural e homeopática, e por seu poder anti-inflamatório. Esta planta pode ser encontrada em forma de creme, tintura, homeopatia etc.

Se decidirmos pelo tratamento homeopático, o remédio é o Arnica Montana 9 CH, e tomaremos três bolinhas em baixo da língua três vezes ao dia, separadas das refeições, bebidas e dos sabores fortes e mentolados (chiclete, pasta de dente etc.).

 

Cataplasmas de argila
Os cataplasmas de argila são um antigo remédio muito útil para aliviar dores causadas por inflamações. Podemos usar argila verde ou vermelha, que misturaremos com água até conseguir uma pasta untuosa. Também podemos usar, ao invés de água, a infusão de alguma das plantas medicinais que comentamos anteriormente.

Aplicaremos o cataplasma durante pelo menos 20 minutos. Ou deixar o tempo até a argila aquecer e/ou secar. Depois, lavar bem com água morna.

Estes cataplasmas de argila devem ser realizados uma ou duas vezes durante o dia.

 

Compressas de óleos essenciais

Pode usar um destes óleos, Cânfora , Lavanda/Alfazema , Eucalipto , Alecrim e óleo de Camomila. Não os aqueça pois geralmente a tendinite prefere o frio.

 

Alimentação adequada

Existem alguns nutrientes imprescindíveis para tratar naturalmente a tendinite. Podemos consumi-los através dos alimentos e/ou mediante suplementos naturais.

 
  • A vitamina C: podemos consumir alimentos ricos em vitamina C (cítricos, kiwi, framboesa, morango, mamão) ou bem tomá-la como suplemento. Também podemos colocar um pouquinho de suco de limão nas refeições ou utilizá-lo como tempero nas saladas.
  • O magnésio: ajuda a criar o colágeno, fundamental para o esqueleto, os tendões e as cartilagens. Pode ser consumido nos alimentos (cacau, verduras de folha verde, banana e sementes) ou como suplemento, em forma de citrato de magnésio ou cloreto de magnésio (melhor evitar este último se você sofre com acidez gástrica).
  • A vitamina E: a vitamina E é um antioxidante que protege o tecido corporal do dano causado por substâncias chamadas radicais livres. É encontrada nos vegetais de folha verde (brócolis/brócolos, espinafre), sementes, gérmen de trigo, levedura de cerveja e na gema do ovo.
  • Os bioflavonóides: os bioflavonóides ou vitamina P atuam como antioxidantes já que ajudam a vitamina C a manter equilibrados os níveis de colágeno. Podemos encontrá-los nos cítricos, principalmente nas cascas, recomendamos usar a casca de limões e laranjas ecológicas para adicionar em saladas, sobremesas ou batidas. Também as uvas, cerejas, damasco, mamão etc.

Alimentos com efeito anti-inflamatório, como coentro, ovos, frutas cítricas, agrião, atum, sardinha e salmão.

Ingerir alimentos alcalinos como alho, castanha de caju, abóbora, melão, brócolis, maçã, repolho, mamão, ameixa  e chá verde.

 

Chás para tratar a tendinite

Para o caso específico da tendinite, eles podem ser feitos com plantas que têm acção anti-inflamatória. Alguns que podem ser muito úteis para reduzir a inflamação, inchaço e dor nos tendões são:

  • Chá de gengibre;
  • Chá de erva-doce;
  • Suco/sumo de aloe vera (ou gel de aloe vera).

 

Fricção de Milefólio e HIpericão:

  • As 2 plantas são anti-inflamatórias e usadas para aliviar tensões musculares.
Ingredientes:
  • 2,5 ml de óleo de milefólio.
  • 2,5 ml de óleo de alfazema.
  • 20 ml de óleo emulsionado de hipericão.
Como Preparar a Fricção:
  • Misturar os óleos num frasco de vidro esterilizado de 25 ml e agitar bem.
Tratamento:
  • Deitar um pouco nos dedos e massajar bem a zona afectada, repetindo 3 – 4 x por dia.

 

Temas relacionados:

A argila

Argila Bentonita: Benefícios e formas de usar

Acupunctura tradicional melhora tratamento convencional contra dor e depressão

Boswellia serrata para a saúde dos joelhos

Artrite: A vitamina D previne

Garra-do-diabo: Conhece esta planta e seus benefícios? (Vídeo)

Tendinite? Tratamento natural

Tem dor no ombro? A causa pode ser uma doença cardíaca

Consolda-Maior, conhece esta planta medicinal?

Bórax/Boro/Borato de sódio: Uso medicinal alternativo

Doença de Alzheimer: Nova esperança com açafrão/cúrcuma

Depressão: Limonada de açafrão, efeito melhor do que os antidepressivos

Benefícios do Açafrão da Índia/Cúrcuma

A arnica e seus benefícios

Metais pesados: Clorela e coentros removem

Deficiência em magnésio aumenta o risco de contrair cancro

Magnésio: Para que serve? Carências e doenças relacionadas

A enorme diferença entre vitaminas naturais e vitaminas sintéticas

Vitamina E: Benefícios e doenças causadas por deficiência

Coração saudável: A importância das vitaminas

Sal rosa dos Himalaias, o mais puro e saudável sal, 18 benefícios

Canábis: O óleo CBD e seus benefícios na saúde

 

Fontes:

Ativo Saúde

Melhor com Saúde

Remédios Caseiros

Remédios Naturais

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




1 comentário

De Anónimo a 30.07.2018 às 08:36

"Pensamentos curam mais do que remédios", diz o cientista revolucionário Bruce Lipton

"Os remédios, uma farsa

O cientista dedicou parte de seu livro para defender um novo tipo de medicamento, que leva em conta o poder da energia e sua capacidade de curar. “Eles nos dão remédios para a doença, mas na maioria das vezes causam mais problemas do que benefícios”.

A medicina baseada na farmacologia não compreende como toda a bioquímica do organismo está interrelacionada. Quando tomo uma pílula química e a insiro em meu corpo, ela não afeta apenas o lugar onde tenho o problema, mas afeta muitas outras coisas ao mesmo tempo. Estes são os chamados “efeitos colaterais”. Mas, na realidade, esses efeitos não são secundários, mas diretos.

De acordo com estatísticas recentes dos EUA, as drogas matam mais de 300.000 pessoas todos os anos! Há algo que não funciona na ciência médica. Ela faz algumas coisas bem, como traumatologia, mas está matando muito mais pessoas do que ajuda. ”

Bruce Lipton acrescenta em seu livro que “se você olhar dentro do átomo, existem elétrons, prótons, nêutrons”. E o que tem dentro? Energia. A ciência mais recente indica que o corpo responde à física quântica, não à newtoniana. A mente é energia. Quando você pensa, você transmite energia; e os pensamentos são mais poderosos que a química. Isso, é claro, é muito inconveniente para as empresas farmacêuticas globais, porque, se esse postulado fosse aceito, não poderiam vender seus produtos.

As próprias crenças se tornam um campo de energia, uma transmissão, e isso é transformado em um sinal que é capaz de mudar o organismo. Afinal, era assim que a cura funcionava antes do desenvolvimento da medicina. Pessoas curadas com xamãs, com as mãos … mas isso não pode vender e é por isso que as empresas farmacêuticas não querem ir por esse caminho. Eles sabem que o pensamento positivo, o placebo, pode curar e também que o pensamento negativo pode matar. Se o médico lhe disser que você tem câncer, mesmo se você não tenha, se você acredita, você irá criar a química que causará o câncer ”.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT


Partida de uma anjinha

Com saudade lembrando que ela fazia parte de EQUIPA. Paz a sua alma e espirito.