BIO!

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sem glúten, rico em fibras e de fácil digestão, este cereal originário da Etiópia também é uma boa fonte de cálcio. Muitas celebridades usam-no para emagrecer.

É um cereal originário da Etiópia, cultivado nesta região devido ao seu grande rendimento agrícola. O seu grão é tão pequeno que este se confunde com a farinha, cada grão mede +/- 1 mm. Ao ser moído, resulta numa farinha isenta de glúten, o que pode ser útil para quem tem doença celíaca ou para quem procura reduzir o consumo dessa proteína vegetal como o trigo.

O eragrostis ou grão miudinho ou tef ou eragrostis ou grão etíope é, também, rico em proteína 13 gr. em média por cada 100 gr., em fibras 8 gr. por  cada 100 gr. e em cálcio e 180 mgr. por cada 100 gr. Possui, ainda, todos os aminoácidos necessários para uma alimentação equilibrada. E como se usa o eragrostis? Com a sua farinha, é feito o injera, um tipo de pão muito apreciado pelo seu sabor com um travo a noz. É também usado para engrossar molhos e guisados.

Foto: phatbugger

 

Origens

O eragrostis, de nome botânico «Eragrostis tef», é uma planta da família das gramíneas. O grão eragrostis ou grão miudinho é uma forma mais avançada do milho grão miudinho originária da Etiópia. É um antigo cereal cujas sementes foram descobertas numa pirâmide construída no ano 3359 a.C. A planta foi cultivada para consumo humano, principalmente na Etiópia e Eritreia. De lá terá partido para a China.

Acredita-se que seu cultivo teve início na Etiópia entre 4000 e 1000 a.C. Estudos genéticos apontam o Eragrostis pilosa como o seu antepassado selvagem mais provável.

 

Características
É resistente a climas rigorosos quentes e secos. Também é cultivado em solos alagados. Apresenta maior produtividade em altitudes de 1800 a 2000 metros com 450 a 550 milímetros de chuva e temperaturas entre 10 e 27 °C.

A delicada erva, que atinge entre 40 e 80 cm de altura, culmina em uma bandeirola medindo entre 15 e 35 cm, com botões multi-florais cujos grãos, que têm uma media 1-1,5 mm de espessura, são a fonte da farinha.

É uma semente pequena com colorações variadas  que vai do branco passando pelo vermelho até ao castanho escuro. Os tipos mais claros possuem um sabor mais suave mas todos são igualmente nutritivos.

Como os grãos são tão pequeninos, é impossível separá-la da casca, pelo que a farinha contém as sementes e a casca. Esta circunstância faz com que a farinha tenha uma cor mais escura que aparece também em todos os produtos com ela confeccionados. O aroma do grão completo é leve, agradável e bastante doce.

Graças a seu pequeno tamanho e sua facilidade de cultivo favoreceu um estilo de vida semi-nómada.

 

Valor Nutricional

Um carboidrato complexo, é rico em fibras, não apresenta glúten, contém cálcio, fósforo e magnésio. A farinha é útil para fazer biscoitos, pães, bolos.. inclui em caldos e sopas, além de sucos e vitaminas.
O grão tem uma concentração elevada e variada de nutrientes: cálcio, ferro, cobre, alumínio, bário, fósforo e tiamina. É rico em glicídeos. O ferro contido no grão miudinho/eragrostis é facilmente absorvido pelo organismo.

A farinha de grão miudinho/grão etíope/tef/eragrostis é extremamente fácil de digerir e contém uma grande quantidade de proteínas entre os 12 e 14% com importantes aminoácidos essenciais. Tem níveis de lisina mais elevados do que o trigo ou a cevada. O grão miudinho é pobre em gorduras e rico em fibras, vitaminas e minerais.
A farinha de grão miudinho também é isento de glúten, satisfazendo assim as necessidades dos consumidores modernos.

 

Cultivo
O grão miudinho é mais intensamente cultivado nos planaltos da Etiópia que é o maior produtor mundial (o grão miudinho é responsável por aproximadamente um quarto da produção total de cereais deste país) e também na Eritréia, Índia e Austrália.

 

Consumo
Tradicionalmente, o grão miudinho é usado na culinária da Etiópia e da Eritréia para a preparação de um tipo de pão, o injera.

A farinha de grão miudinho tem excelentes propriedades de panificação e permite saborosos produtos com uma textura flexível e elástica.

Exaustivos testes e ensaios de gosto com provadores demonstraram que os produtos feitos com farinha de eragrostis constituem uma saborosa e saudável alternativa sem glúten, para a farinha de trigo. Tal como a farinha de trigo integral, o grão miudinho contém todos os nutrientes essenciais e além de ser muito mais saudável do que o doentio trigo.

A sua farinha revelou-se particularmente versátil, sendo assim uma boa base para uma ampla selecção de deliciosos produtos finais que vão desde os  pães até aos diversos produtos de padaria, merendas, massas e as panquecas.

O grão miudinho ou eragrostis também é adequado para uso como um espessante para sopas e molhos.

 

Benefícios:

- O grão miudinho têm nutrientes e minerais, que vão desde ferro e cálcio à vitamina C. Ele também tem alto teor de fibra.

- Devido o baixo teor de sódio neste grão, o grão miudinho oferece uma preciosa ajuda às pessoas com problemas cardíacos e relacionados à pressão arterial.

- O grão miudinho é rico em proteínas que se transformam em energia no nosso corpo o grão miudinho tem o poder de nos dar mais disposição para a prática de exercícios físicos e seus minerais também ajudam na rápida recuperação após o exercício físico ou cansaço mental.

- Seu excelente perfil nutricional supera até mesmo outro superalimento, a quinoa, ao contrário de muitos cereais sem glúten, o grão miudinho é rico em fibras, o que ajuda a melhorar a digestão e manter o organismo em equilíbrio. 

- Enquanto a versão não fermentada das sementes de grão miudinho tem um sabor ligeiramente doce, o grão em si possui um baixo teor de açúcar. Daí poder ser comido por diabéticos.

- A doença celíaca é causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, uísque, vodka e alguns doces, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água, quem tem essa doença padece muito por ter uma enorme restrição alimentar. O grão miudinho está isento de glúten.

- Como o grão miudinho tem um baixo teor de gordura, ajuda as pessoas que estão em uma dieta ou alguém que quer comer mais saudável. Portanto, com o grão miudinho não engorda.

O grão miudinho é também excelente para o cérebro por conter muito ferro na sua composição, ele estimula os glóbulos vermelhos e melhora o nosso rendimento intelectual e diminui o stresse mental.

O grão miudinho possui duas vezes mais ferro que outros cereais, isso o torna um alimento extremamente importante para sua dieta, ele fortalece o sangue combatendo assim a anemia. Essencial para crianças e gestantes.

- O grão miudinho tem em seu perfil muitos nutrientes que combatem o crescimento de certas células cancerosas, consumi-lo regularmente pode ajudar a prevenir cancro/câncer de cólon/intestino.

 

Temas relacionados:

Os milagres do trigo sarraceno - não tem glúten

Você pode ser alérgico ao glúten e nem sequer desconfia

Distinguir facilmente o que não tem glúten do que tem

Quinoa: Benefícios

Intestinos: A relevância do bom funcionamento

27 alimentos mais alcalinos: Para proteger a sua saúde da larga maioria das doenças, incluindo cancro

 

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT