BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um bebé de 40 semanas de gestação morreu num hospital do Baixo Alentejo durante o parto, na sequência de falhas nos procedimentos médicos e por ter demorado meia hora a iniciar-se uma cesariana de urgência, segundo o regulador.

O caso consta de uma deliberação, de 7 de setembro, da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), que emitiu uma instrução à Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, instando-a a adotar os procedimentos necessários a garantir “o direito dos utentes à prestação de cuidados de saúde de qualidade e com segurança e em tempo útil e adequado à situação concreta de cada utente”.

Em causa, a morte de um bebé de quarenta semanas e cinco dias de gestação, no decurso de um parto realizado no Hospital José Joaquim Fernandes, integrado na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

 

O caso remonta a 9 de abril de 2015, quando uma mulher deu entrada naquele hospital por volta das 18h00 com as águas rebentadas. Segundo o relatório da ERS, baseado nos depoimentos dos envolvidos, o registo cardiotocográfico (CTG) não apresentou alterações significativas até cerca da 01h00 do dia 10 de abril de 2015, apresentando desacelerações mais profundas e repetidas a partir desta hora.

Entre as cerca das 02h00 e 02h20 este registo mostrava taquicardia fetal com diminuição da variabilidade da frequência cardíaca fetal que se agravou após as 04h00, com o aparecimento de desacelerações profundas e repetidas.

Médico desvalorizou alterações do cardiotocograma

Perante estas alterações “que fariam pressupor um estado fetal não tranquilizador”, a enfermeira de serviço resolveu chamar o médico de serviço cerca das 04h30. O médico “desvalorizou as alterações do cardiotocograma”, não dando aparentemente qualquer indicação precisa quanto a atitudes a tomar à enfermeira, a qual “apenas julgou necessário” chamar de novo o médico por volta das 06h30, “quando surgiu um novo agravamento do traçado cardiotocográfico”.

A essa hora, o médico tomou a decisão de fazer uma cesariana de emergência, mas a grávida demorou “30 minutos a chegar ao bloco operatório, o que foi justificado pela distância existente entre o bloco de partos e bloco operatório central, onde as cesarianas são realizadas”.

A ERS recorda que uma norma da DGS relativa à segurança dos utentes estabelece que o tempo entre a decisão de fazer uma cesariana e o seu início (a incisão na pele) não deve ultrapassar 15 minutos.

O processo foi enviado para as Ordens dos Médicos e dos Enfermeiros, por a ERS "entender que poderão estar em causa princípios de “legis artis” que terão sido violados”.

Nota:

Desconheço se a Ordem dos Médicos já procedeu no sentido de evitar mais mortes como esta, ou se tem andado demasiado ocupada na luta para os utentes e pacientes das Medicinas Alternativas, também chamadas de TNC, continuarem a ser lesados com o pagamento de IVA.

Recordo aqui que perante a Constituição todos os cidadãos serem iguais. No entanto a Ordem continua obstinada em somente os que estão sob a sua batuta fiquem isentos de IVA, enquanto muitos cidadãos portugueses continuem a ser lesados, quando procuram as TNC, por uma Ordem que talvez se julgue acima da Constituição de Portugal.

 

O hospital, como diz António Lobo Antunes, é um local perigoso para a saúde.

 

Temas relacionados:

O que é afinal a O(rdem) dos M(édicos) e seus bastonários?!

“A campanha do colesterol é o maior escândalo médico do nosso tempo”

Parto normal beneficia a saúde do bebé

Como impedir o seu médico de o matar

Qual o estado do sistema de "saúde" ?

Antibióticos danificam o cérebro

IVA em Portugal: Porque uns estão isentos e outros não?

OM (Ordem dos Médicos): Contra a isenção de IVA nas medicinas não convencionais?

RELAÇÃO ENTRE AMAMENTAÇÃO E INTELIGÊNCIA

 

Fonte:

sapo

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




5 comentários

De ana maria teresa a 24.10.2016 às 17:53

nem por acaso, eu perdi minha tia após uma operação de rotina e os médicos que lá estavam na sala de operações cometeram vários erros e assim minha tia morreu aos aos 42 anos. há tanto médico que nem para veterinario serve.

De Medicinas Alternativas a 24.10.2016 às 18:08

Ana Teixeira, lamento que tenha perdido vários familiares ao que me parece em tão pouco tempo.
Infelizmente não é só consigo que se tem passado casos tão trágicos. Chegam-me frequentemente relatos parecidos e de facto algo vai mal nos hospitais portugueses.
E certamente que a culpa não será somente da crise/recessão.
A mim parece-me que o sistema de "saúde" está moribundo e urge melhorá-lo significativamente, sobretudo na sua qualidade, atendimento das populações e utentes. Que não seja só para melhorar a Ordem e seus sócios.

Um abraço

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT


Partida de uma anjinha

Com saudade lembrando que ela fazia parte de EQUIPA. Paz a sua alma e espirito.