Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A salsa é uma planta herbácea que pertencente à família Apiaceae, nome em latim Petroselinum crispum. Facilmente encontrada, destaca-se como um ingrediente de várias receitas em muitas partes do mundo, pelas suas qualidades aromáticas, é amplamente utilizada como condimento e também como planta medicinal.

Além de ser plantada para ser usada na culinária, a salsa tem sido cultivada para uso medicinal, devido às suas qualidades curativas, preventivas e terapêuticas que são já reconhecidas cientificamente.

 Foto: asplantasmedicinais

Propriedades

A salsa é um alimento natural que se destaca pelo seu alto valor nutritivo. Na verdade, quando consumida crua, fornece valores interessantes de várias vitaminas, minerais, fibra e antioxidantes. Entre as suas vitaminas, encontramos a vitamina A, vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6 e ácido fólico e B9), e vitaminas A, C, D e K. Ela também fornece minerais, entre os quais encontramos o potássio, cálcio, zinco, fósforo, ferro, magnésio, boro e flúor. É também rica em beta-caroteno, um antioxidante e imunoprotector muito importante.

Como se isso não fosse suficiente, deve-se notar que a salsa fornece quantidades significativas de clorofila, a substância que dá cor aos vegetais verdes e tem propriedades anti-sépticas.

Quanto ao seu conteúdo em nutrientes essenciais, destaca-se especialmente a presença de vitamina C e vitamina A. Aproximadamente 100 gramas de salsa fornece 133 mg de vitamina A e 421 IU de vitamina C. Também se destaca por seu baixo conteúdo de calorias e gordura, já que 100 gramas de salsa fornece apenas 1 grama de gordura e 36 calorias.

 

Benefícios

1 – Boa para digestão e para o trânsito intestinal

A salsa é considerada uma planta digestiva, o que ajuda melhor o tempo de digestão, prevenir ou aliviar espasmos intestinais e sintomas causados pela digestão lenta.

Além dessas qualidades digestivas, pelo seu teor de fibra torna-se uma escolha natural interessante quando se trata de regularizar o trânsito intestinal.

2 – Ajuda a fortalecer o sistema imunológico

Se você estiver buscando formas para fortalecer o sistema imunológico e aumentar as defesas do corpo de forma natural, sem dúvida a salsa será uma grande aliada. Ela é rica em vitamina C, um nutriente essencial com acção comprovada sobre o nosso sistema imunológico.

Além disso, a vitamina A reforça os pontos de entrada no corpo humano, tais como as membranas e mucosas, o revestimento ocular e as vias respiratórias, urinária e do intestino. Além disso, os linfócitos ou células brancas do sangue, dependem de vitamina A para combater infecções em nosso corpo.

3 – Cuida dos rins

O consumo de salsa é ideal para fazer a limpeza dos rins naturalmente. Isto está ligado as suas propriedades diuréticas que favorecem a função renal, de modo que ajuda nossos rins a desempenharem as suas funções de limpeza e desintoxicação do corpo da melhor forma.

– Atenção: Embora a salsa seja benéfica para os rins, não é aconselhada em caso de pedras nos rins ou pessoas propensas a pedras nos rins, porque contém grandes quantidades de ácido oxálico (um componente envolvido na formação dessas pedras). Também não deve ser consumida em casos de insuficiência renal.

4 – Diurético

Essa planta tem sido tradicionalmente usada para aumentar a secreção de urina pelos rins. Suas propriedades diuréticas são úteis para combater as infecções do trato urinário e para combater a retenção de fluidos no corpo.

5 – Controla a hipertensão

Por sua riqueza em potássio e seu efeito diurético, a salsa também é recomendada como um hipotensor, ajudando a regular os níveis de pressão arterial elevada.

6 – Combate o mau hálito

Sua riqueza de clorofila, que é considerada um bom desinfectante natural, ajuda a combater o mau hálito de forma eficaz. Mastigue as folhas e o caule para ter um hálito fresco.

7 – Detox

O sumo de salsa é considerado um excelente depurador natural. Este suco ajuda a desinfectar e purificar os intestinos, a combater gases intestinais, também tem efeito desinfectante nos pulmões por sua contribuição de clorofila e o seu efeito diurético ajuda a aumentar a remoção de resíduos renais, além de ser um neutralizador geral de toxinas.

8 – Menopausa e osteoporose

Nos benefícios da salsa destaca-se também seu poder de ajudar a amenizar os sintomas da menopausa de várias maneiras. Sua contribuição de fitoestrogênios ajuda a equilibrar os níveis hormonais durante a menopausa. O boro, presente nessa planta, é um mineral encontrado em frutas e vegetais e muito importante para ser consumido durante a menopausa por aumentar os níveis de estradiol, a forma mais ativa de estrogênio.

Isso pode explicar em parte por que as mulheres vegetarianas sofrem muito menos de osteoporose e outros problemas relacionados à menopausa do que aquelas que consomem poucos vegetais.

9 – Previne a anemia

Os vegetais verdes são ricos em clorofila e ferro, por isso são bastante utilizados na medicina natural para combater a anemia.

10 – Combate o cancro/câncer

Estudos mostram que a miristicina, um composto orgânico encontrado no óleo essencial de salsa, não só inibe a formação de tumores (particularmente no pulmão), mas também activa uma enzima chamada glutationa-S-transferase, que ajuda a molécula de glutationa a se juntar e lutar contra moléculas oxidadas. A miristicina também pode neutralizar agentes cancerígenos como o benzopireno, que está presente no fumo do cigarro.

11 – Antioxidante

A salsa tem um grande arsenal de antioxidantes, dentre os quais destacamos a luteolina, um flavonoide que ajuda a eliminar os radicais livres no nosso corpo e que causam o stresse oxidativo nas células. A luteolina também promove o metabolismo de carbohidratos e funciona como agente anti-inflamatório. Além disso, a vitamina C e a vitamina A também são dois antioxidantes potentes.

12 – Anti-inflamatória

Com a ajuda da luteolina e da a vitamina C encontrados na salsa, ela serve como um agente anti-inflamatório muito eficaz. Quando consumida regularmente, pode prevenir o aparecimento de doenças inflamatórias, tal como osteoartrite (degeneração da cartilagem e do osso subjacente) e artrite reumatoide (uma doença que provoca a inflamação nas articulações).

13 – Coração saudável

A homocisteína, um aminoácido produzido no corpo humano, ameaça os vasos sanguíneos quando estão em níveis muito altos. Felizmente, o ácido fólico (ou vitamina B9) presente na salsa ajuda a tornar a homocisteína moléculas inofensivas. Portanto, a ingestão regular de salsa pode ajudar a prevenir doenças cardiovasculares, incluindo ataques cardíacos, derrame e aterosclerose.

14 – Vitamina K

O alto teor de vitamina K neste condimento faz da salsa um alimento benéfico para a adequada coagulação do sangue. Duas colheres de salsa contêm 153% da dose diária recomendada de vitamina K, necessária para a síntese da osteocalcina, uma proteína que fortalece a composição dos nossos ossos. A vitamina K também evita a acumulação de cálcio em nosso tecido e, portanto, reduz o risco de desenvolver aterosclerose, doença cardiovascular e acidente vascular cerebral.

15 – Afrodisíaca

A salsa também tem um leve efeito afrodisíaco. Este efeito seria indicado especialmente para as mulheres devido à sua riqueza em fitoestrogênios. Ela promove a menstruação, a produção de leite materno e aumenta a libido feminina.

Contra-indicações

A salsa não é indicada em casos de:

– Pedras nos rins ou uma tendência a formar pedras nos rins (cálculo renal).
– Insuficiência renal.
– Pessoas com estômago fraco, úlcera duodenal ou gastrite.

 

Nota:

A salsa pode ser usada crua na salada, em batidos cremosos, como condimento ou cozinhada na sopa e noutros pratos. Também é utilizada como chá. Use a criatividade.

 

Fontes:

Cura pelas Plantas

Naturopatia

Dicas sobre Saúde

zentrum der gesundheit

kopp-verlag

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas, de rastos químicos e de pesticidas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."


1 comentário

De Andre Miguel a 04.07.2016 às 22:30

De modo a manter o colesterol baixo (http://colesterolalto.pt/baixar-o-colesterol-alto/) siga os conselhos do site.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Ajude o seu fígado


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor



Sondagem

Confia nas vacinas?
 
pollcode.com free polls





Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!


BPT


fb