Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Pesquisadores do Instituto Oceanográfico de Woods Hole relatam que, o Césio-134, elemento radioactivo que têm sido vazado da central nuclear de Fukushima, foi detectado em amostras de água do mar na praia Gold e baía Tillamook, no estado de Oregon-EUA.

A TEPCO, operadora da central de Fukushima, admitiu, que cerca de 300 toneladas de água radioactiva são vertidas diariamente, a partir do subsolo dos edifícios dos reactores para o Oceano Pacífico. 

Já em 2016 tinha sido detectado Césio-134 em um salmão no Canadá. Em 2015, milhões de estrelas do mar chegaram às praias da Califórnia-EUA.

Também vários portos ao longo do mundo têm detectado navios japoneses com altos níveis de radioactividade.

A Coreia do Sul, tem estado atenta a este problema e já proibiu a importação de vários produtos alimentares de proveniência japonesa.

 

A TEPCO, dona desta central nuclear acidentada, tem enviado vários autómatos para o local do desastre, porém todos eles avariam ao fim de poucos minutos não podendo assim prestar qualquer informação ou ajuda no local do acidente.

Qualquer pessoa que fosse até ao local do acidente morreria em poucos minutos.

O acidente de Fucuchima/Fukushima, é o maior acidente do género, enviando todos os dias contaminação radioactiva para o oceano e para o ar, ameaçando directamente a saúde de 30 milhões de japoneses. O governo japonês até agora, tem recusado reconhecer a séria ameaça que paira no seu território.

Várias associações de pescadores dos países vizinhos e também do Japão já há 4 anos que relatam que o peixe tem desaparecido do mar, desde o acidente nuclear japonês, e também o aparecimento de peixe cada vez mais com doenças e mutações.

 

A Europa teve o seu mais grave acidente nuclear em 1986, em Chernobil-Ucrânia. Na altura, várias equipas russas com vestuário de protecção rudimentar, comprimidos de iodo e muita argila "bentonítica", se revezavam e cada uma delas aguentou várias horas naquele inferno nuclear, para desse modo blindarem a central nuclear. Foi graças a esse feito heróico que a Europa e norte de África assim como o Médio Oriente não foram contaminadas durante décadas.

Em Fevereiro de 2017, na Europa, nomeadamente na Noruega houve uma fuga que fez subir os níveis de radioactividade na Europa. A Península Ibérica viu também os seus níveis de radiação a subirem substancialmente.

É sabido que grande parte das centrais nucleares europeias a produzirem electricidade, já ultrapassaram a vida útil, constituindo assim um perigo. Em breve mais centrais nucleares estarão na mesma situação o que perfaz centenas de reactores nucleares que não oferecem garantias de bom funcionamento.

A comissão da UE, como sempre nada tem feito para precaver a situação, preferindo agir como no sábio provérbio "depois de casa arrombada, trancas à porta"?

 

E Almaraz tão perto dos portugueses...

 

Temas relacionados:

Picos de radiação espalhados pela Europa

Come bacalhau? Sabia que...

Argila Bentonita: Benefícios e formas de usar

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas, de rastos químicos e de pesticidas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."


10 comentários

De José Tavares a 22.03.2017 às 08:38

Eu deixei de comprar fosse o que fosse do Japão, seja carro, eletrodoméstico, máquina fotográfica, alimentos e consolas de jogos.

De t.n. a 22.03.2017 às 08:51

não é só o japão que está contaminado radioativo...também os ianques estão contaminados com ogm transgenicos e radioatividade.....até a costa do canadá está contaminada o peixe por lá está doente e a morrer de doenças nunca antes vistas.....

De André Matos a 22.03.2017 às 11:55

O problema da contaminação radioativa no Japão é um enorme problema ambiental de gigantescas proporções. O Oceano Pacífico do norte, entre o Japão e os EUA está completamente contaminado.
O peixe teve de fugir senão morre de tanta radiioatividade.
Também os automóveis, TV´s, computadores e consolas de jogos estão contaminados.
Eu deixei de comer Sushi e salmão devido muito desse peixe estar contaminado.
A Europa mais tarde ou mais cedo vai receber essa contaminação seja pelos ventos seja pelos navios contentores.
Nada do Japão devia poder entrar na UE.

De Tiago a 22.03.2017 às 16:31

A UE europeia que se prepare para quando um dos muitos velhos reatores das centrais nucleares explodir. Serão então largas dezenas de milhões de europeus que terão de ser evacuados.

Ou então terão de chamar os russos para fazer o trabalho, tal como o fizeram em Tchernobil.

De Tugas a 22.03.2017 às 16:51

Por onde anda a proteção civil portuguesa? A passear? Em congressos?

De Tugas a 22.03.2017 às 16:56

Por onde anda a proteção civil? A passear? Em congressos? Não se ouve nada nem um pio dela sobre o assunto.

De A treta do científico a 22.03.2017 às 17:25

Se Alamaraz na Espanha explodisse todo Portugal Continental teria de ser evacuado ou para as ilhas ou para África já que na Europa já ninguém quer mais portugueses.

De Carlos Rosa a 22.03.2017 às 21:25

Existe uma ASAE para quê mesmo?

Existe uma Proteção Civil para quê mesmo?

Existe um governo para quê mesmo?

Existe um presidente para quê mesmo?

Existe uma Assembleia da República para quê mesmo?

Existe uma ordem dos médicos para quê mesmo?

Existe uma comissão europeia para quê mesmo?

Existe um parlamento europeu para quê mesmo?

Existe uma OTAN para quê mesmo?

Existe um exército para quê mesmo?

Existe a força aérea para quê mesmo?

Existe uma marinha de guerra para quê mesmo?

Existe uma ONU para quê mesmo?

Existe uma OMS para quê mesmo?

Perante uma explosão nuclear seja acidente ou não, nenhuma alegada autoridade serve para porra alguma.
Estamos entregues à bicharada.
Que os anjos nos ajudem, porque as instituições governamentais não servem senão para nos extorquir dinheiro.

De Guilherme Ferreira a 22.03.2017 às 22:50

Excelente comentário, nada a acressentar.

De Casal Matias a 22.03.2017 às 22:58

É desta que vamos deixar de ir ao restaurante japonês para comer sushi.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Ajude o seu sono


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor



Sondagem

Confia nas vacinas?
 
pollcode.com free polls





Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!


BPT


fb