Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O estresse ou uma alimentação podem influenciar na saúde do cabelo.

Se sofre de queda do cabelo, controle estes factores para poder solucionar o problema.

Foto: melhorcomsaude

 

Factores a saber sobre o cabelo!

O cabelo humano é um filamento longo constituído por uma haste, que é a parte visível, a raiz, que é o folículo capilar, e o bulbo, no qual está inserido e de onde obtém seus nutrientes.

Mesmo que não cumpra nenhuma função vital, a presença ou ausência de cabelo pode chegar a afectar emocional e psicologicamente uma pessoa.

A quantidade de folículos capilares que uma pessoa tem será a mesma desde o seu nascimento até a sua morte. Estima-se que o couro cabeludo tem, aproximadamente, um total de 100.000 fios de cabelos.

Cresce, em média, 1 centímetro por mês. É normal que cresça mais rápido em mulheres do que nos homens, e no verão crescem mais do que no inverno.

Pela textura, existem cabelos finos, normais ou volumosos. No entanto, embora seu cabelo seja volumoso ou normal, com o tempo e em certas situações pode afinar.

 

Existem 13 vitaminas que são indispensáveis ao corpo e cada uma tem uma função específica. Infelizmente, nosso organismo não é capaz de produzi-las sozinho.

Então precisamos ter uma dieta rica para absorver as vitaminas necessárias, que são: vitamina A, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5 (ácido pantotênico), vitamina B6, vitamina B8, vitamina B9 (ácido fólico), vitamina B12, vitamina C, vitamina D, vitamina E e vitamina K.

 

Na queda de caabelo, pode ser carência de vitaminas do complexo B. Invista no consumo de aveia, brócolis/brócolos, ervilhas, ovos, kefir e levedura de cerveja (entre outras fontes).

 

As causas da queda de cabelo
O cabelo pode apresentar, ao longo da vida, algumas complicações ou problemas que necessitarão de ajuda.

É comum o cabelo enfraquecer depois dos 50 anos de idade e também aumentar a queda no outono.

 

Entre as causas deste enfraquecimento encontram-se:

Colesterol alto
Existe uma relação directa entre os elevados níveis de colesterol e a calvície. Se seu médico lhe disse que seus níveis de colesterol são elevados, agora é a hora de reduzi-los.

 

Pressão alta
Quanto mais elevada a pressão arterial maior será o risco de perder o cabelo.

 
Estresse

Esta é uma situação comum na maioria da população. A boa notícia é que uma vez controlada, a queda de cabelo cessa.

 

Envelhecimento
O passar dos anos vem frequentemente acompanhado de uma perda de nutrientes e a queda de cabelo ocorre gradativamente.

O que você pode fazer é assegurar-se de levar uma dieta saudável que lhe forneça todos os nutrientes.

 

Infecções
Podem ser fúngicas ou bacterianas e se manifestam no cabelo como caspa, ressecamento e descamação.

Embora não sejam graves, se não tratadas a tempo os cabelos podem enfraquecer permanentemente.

 

Alterações hormonais
Esta costuma ser a principal causa de queda de cabelos nas mulheres.
Estas alterações tendem a aparecer em momentos específicos como a gravidez, menopausa, ciclo menstrual, ou quando há problemas de tiróide.
Recomenda-se visitar seu ginecologista ou endocrinologista para que haja acompanhamento e controle de seus hormônios.


Fármacos

Sabe-se muito bem que as drogas farmacêuticas para tratamento do câncer podem definhar os cabelos, mas não são os únicos.

Este mesmo efeito é produzido em alguns fármacos contra a artrite, pílulas anti-concepcionais, depressão e gota.

 

Má nutrição
O enfraquecimento do cabelo pode ser produto da carência de minerais, como o ferro e vitaminas, que contribuem para a correta regeneração deste.

 

Tratamentos para evitar a queda de cabelo
Como mencionado anteriormente, ir fazer análises pode ser uma boa ideia para descartar a presença de algum problema de saúde maior.

Além disso, existem alimentos e medicamentos naturais que evitarão ou impedirão a queda do cabelo que foi enfraquecendo:

Massagens com azeite de oliva/oliveira ou de alecrim

Utilize qualquer um destes azeites para massagear/massajar o couro cabeludo. Assim, você poderá ajudar na irrigação sanguínea da área.

 

Utilizar xampu neutro e natural
Desta forma, ajudará a evitar a acumulação de componentes químicos nas raízes do cabelo.

 

Evitar o uso diário de chapinha e secador de cabelo
O calor excessivo destes itens afecta negativamente o cabelo.
Caso seja necessário seu uso frequente aplique um protector contra o calor antes de secar ou usar a chapinha em seu cabelo.

 

Framboesa, morangos, amora e romã
A framboesa contém fibra, antioxidantes e vitaminas A, B, C, E e K.
Também é rica em minerais (cobre, magnésio, manganês, potássio, ácido fólico e elágico).

Assim, possui a propriedade de bloquear a enzima que provoca a etapa de descanso do folículo capilar e o mantém activo.

Este fruto ajuda a combater ao envelhecimento, o câncer e doenças neurológicas que causam a queda de cabelo.

Os morangos têm altas concentrações de vitamina C, ácido fólico, manganês e potássio.
A amora conta com altos níveis de ácido elágico que promove o crescimento do cabelo, vitamina K, ácidos fólicos e manganês.
A romã é considerada como o melhor antioxidante que a natureza nos fornece e ajuda a restaurar a boa saúde do cabelo.


Rosa mosqueta
É um arbusto silvestre que oferece flores e frutos. O óleo de suas sementes se usa para cosméticos.

Para a queda de cabelo pode-se consumi-la da maneira que quiser e fazer massagens no couro cabeludo com seu óleo.

Alimentos ricos em enxofre
Incrementar o consumo de alimentos como os ovos, frutos secos, sementes e soja contribui para o aumento da resistência do cabelo.

Se melhorar a sua alimentação e hábitos de beleza, em 6 meses vai começar a ver seu cabelo mais saudável e forte.

 

Temas relacionados:

Receita de guacamole de brócolos; Benefícios

Zinco: A importância deste oligoelemento na sua saúde

Fígado e os 11 alimentos que o ajudam

Vitamina E: Benefícios e doenças causadas por deficiência

Cavalinha: Planta antiga multi-versátil; Benefícios

Geleia Real: Tantos benefícios

Cebolinho: 16 benefícios para a saúde

Vitamina K2, muito relevante para a saúde humana

Pêssego: 12 benefícios na saúde

-  Tiróide: T3 Reverso

A urtiga tem muitos antioxidantes entre outros benefícios

O óleo de coco, 10 benefícios

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

Quotidiano: As vitaminas e os suplementos

Acácia-branca ou Moringa: Planta medicinal fantástica

Prebióticos e probióticos: Tantos benefícios

Sal caseiro: Faça você mesmo

Gripe e resfriados: A vitamina D é mais eficaz que a vacina

 

Fontes:

Cura pelas Plantas

Fitoterapia Chinesa e Europeia

Melhor com Saúde

Naturopatia

saúde em geral

Zentrum der Gesundheit

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix



Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT