Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Imagem: orkutudo

 

 

Nascidos depois de 1975 são menos inteligentes, mostra estudo norueguês!

O QI das pessoas que nasceram depois de 1975 é mais baixo, segundo uma pesquisa publicada nesta segunda-feira (11) pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. De acordo com os cientistas, o motivo é um ambiente cultural “menos favorável” para as gerações mais jovens.

 
Os economistas e pesquisadores Bernt Bratsberg e Ole Røgeberg da Universidade Frisch Centre em Oslo - Noruega, autores do estudo, testaram o QI de jovens noruegueses do sexo masculino nascidos entre 1962 e 1991. O objectivo foi avaliar as causas do chamado efeito “Flynn”. De acordo com essa teoria, desenvolvida pelo psicólogo James Flynn, o crescimento do índice que mede a inteligência, normal na história da humanidade, estagnou em nossa época.

A pesquisa comparou os QIs de irmãos e pessoas oriundas de meios socioeconômicos idênticos e geneticamente parecidos. Nessas famílias, o QI das pessoas nascidas entre 1962 e 1975 era 0,20 ponto maior. Em seguida, ele baixou cerca de 0,33 ponto por ano entre os indivíduos que nasceram entre 1975 e 1991.

 

Excesso de exposição às telas

A queda da inteligência não está ligada ao gene ou a aspectos sociológicos, segundo os economistas. “Esses factores às vezes estão presentes, mas têm pouca influência se os compararmos a outros, ambientais”, afirmam os pesquisadores. Eles citam “o declínio dos valores educacionais”, a “degradação dos sistemas educativos e escolares, da educação dentro das famílias, da nutrição e da saúde”, e o “excesso de exposição às telas e à mídia.”

 
A chegada de crianças imigrantes, vindas de países onde o sistema escolar é menos exigente, já citada por outros especialistas, é uma hipótese que foi descartada do estudo. “Ainda que nossos resultados confirmem a afirmação de que os principais fatores são ambientais e variem dentro das famílias, não foi possível identificar especificamente o que contribui para essa diminuição do QI”, dizem os autores do estudo.

 

Diversos estudos afirmam, os pesticidas afectam negativamente a inteligência das crianças

3 estudos que examinaram crianças de diferentes origens chegaram à mesma conclusão: a exposição pré-natal a pesticidas pode ter um efeito adverso significativo a longo prazo na saúde do cérebro da criança, e não importa se a exposição veio de colheitas ou de produtos para matar baratas. Também não estamos falando de uma pequena diferença; a exposição reduziu o QI das crianças em até 7 pontos!

 

Nos 2 estudos realizados em Nova Iorque, crianças entre 6 e 9 anos que nasceram de mães expostas ao clorpirifós observaram quedas de 2,8% na memória de trabalho e 1,4 % em quedas de cada aumento de exposição. Isso significa que o efeito é linear; aqueles que tinham níveis mais altos de exposição experimentaram mais efeitos negativos na cognição. É uma queda que pode causar sérios problemas em matemática e leitura.

 

Outro estudo, este realizado na Califórnia, analisou 300 crianças que viviam nas comunidades agrícolas do condado de Monterey, onde os organofosforados eram pulverizados nas plantações e a deriva do vento tornava a exposição ainda pior. Suas mães foram estudadas durante a gravidez para avaliar os metabólitos de organofosfato em seus sistemas para determinar sua exposição. Seus filhos foram submetidos a testes durante a infância, que incluíram testes de inteligência.

Os pesquisadores neste estudo descobriram que para cada aumento de 10 vezes em organofosforados detectados durante a gravidez, as crianças tiveram uma diminuição de 5,5 pontos no QI.

 

Um estudo que fez parte de uma revisão do Parlamento Europeu estimou que 13 milhões de pontos de QI são perdidos a cada ano por causa do uso de pesticidas, um número que o relatório acredita ser realmente subestimado. É difícil quantificar esses efeitos, mas está claro que isso é algo que todos devem evitar.

 

Outros estudos determinaram que a alimentação nada saudável, como as comidas gordurosas e açúcaradas contribuem para diminuir a inteligência das crianças.

 

Temas relacionados:

Flúor industrial: Prejudicial para a saúde (Vídeos)

Pesquisa: Comida plástico como pizza, hambúrguer, cachorro-quente diminuem a inteligência

O flúor e o fluoreto tornam as pessoas estúpidas ?!

Como limpar os vegetais para reduzir os agro-tóxicos/pesticidas

Bicarbonato de sódio: Remove resíduos de pesticidas

Portugueses e brasileiros bebem e comem cada vez mais plástico

Frequente: Ovos contaminados com insecticida

Portugal: O cancerígeno glifosato é pulverizado em larga escala nas estradas

"A política protege o agrotóxico glifosato"

Agrotóxicos: O veneno no seu prato

Herbicida cancerígeno mais vendido em Portugal, já na água e nos alimentos

Vacinas: Demasiadas contêm o pesticida cancerígeno glifosato

Ocidente: Má qualidade do esperma dos homens

 

Fontes:
As Vozes do Mundo

Notícias Naturais

Pravda-TV

Zentrum der Gesundheit

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)





A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT