BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As folhas de murta têm acção expectorante e anti-séptica do aparelho respiratório. Além disso, esta planta é adequada para a pele e para as gengivas. A murta (Myrtus communis L.), da família das mirtáceas, é também conhecida por murta-dos-jardins, murteira ou murtinho. Cresce em matas e charnecas, sobretudo no litoral mediterrânico, até 800 metros de altitude. Trata-se de um arbusto que pode chegar a atingir três metros de altura, de caule muito ramificado e pequenas folhas persistentes, coriáceas.

Com cheiro semelhante ao característico da flor de laranjeira, flores brancas de estames numerosos e compridos, estilete saliente, aroma doce, delicado e apimentado, pequenas bagas pretas de sabor adocicado com notas de zimbro e alecrim. Mais abundante no centro e no sul de Portugal continental, esta variedade, uma uma espécie da família das Myrtaceae, é rara no norte do país. Além das folhas, que podem ser usadas em chá, as bagas e as flores também podem ser consumidas. 

 

Símbolo do amor feliz

Existem inúmeras histórias e lendas associadas à murta, muito mencionada na mitologia grega onde era dedicada às deusas Vénus e Afrodite. Glorificada pelos poetas da antiguidade clássica, coroavam os heróis com murta e também as esposas, como símbolo do amor feliz. No Antigo Testamento, as noivas usavam também grinaldas de murta. A madeira dos seus caules era queimada como incenso e das folhas e flores destiladas fazia-se uma água famosa, a água de anjo, que era utilizada como produto de beleza.

A murta foi, durante séculos, um dos condimentos mais utilizados na Europa até ao aparecimento das especiarias orientais, que as pessoas passaram a preferir. No entanto, nas ilhas mediterrânicas, nunca perdeu a sua importância. Na Córsega, ainda hoje é muito popular um licor feito a partir de uma maceração das bagas, que é utilizado como remédio digestivo. Na composição desta planta, encontram-se 14 ácidos gordos. Os insaturados, que representam cerca de 73,7% predominam, destacando-se o ácido oleico.

Propriedades e constituintes

Taninos, óleos essenciais e resinas são os seus principais constituintes. Os componentes activos da murta são rapidamente absorvidos, dando à urina odor a violeta. As folhas têm uma acção expectorante e anti-séptica do aparelho respiratório, sinusite, tosse e bronquite. Esta planta é útil também no tratamento de problemas do aparelho genito-urinário como cistite, corrimentos vaginais e uretrites. Os taninos são responsáveis pela sua acção adstringente e úteis no combate às diarreias.

Externamente, utiliza-se para tratar problemas de pele como psoríase, acne, infecções das gengivas ou hemorróidas. O óleo essencial desta variedade botânica é muito utilizado no fabrico de sabonetes e outros produtos de cosmética. Nos extractos de folhas, os principais compostos fenólicos presentes são os flavonoides, cumarinas e taninos, substâncias naturais com fortes e reconhecidos poderes antioxidantes.

 

Na culinária

Podem utilizar-se as folhas, flores e bagas, frescas ou secas. Utilizam-se as flores frescas em guarnições e saladas. As folhas combinam bem com funcho para temperar peixe. Nos churrascos, queime uns raminhos de murta junto ao carvão, o que dará aos cozinhados um sabor semelhante ao zimbro. No sul da Itália, utilizam as folhas da murta como envoltório no fabrico de pequenos queijos. Entre nós, é bastante popular o licor de murta. Já alguma vez provou?

 

No jardim

A murta é uma planta muito resistente e de fácil cultivo. Em climas frios, desenvolve-se melhor dentro de casa nos meses de inverno. No exterior, pode e deve plantá-la em lugar seco e abrigado. Não a deve regar em excesso e tem de protegê-la da geada. As folhas podem ser colhidas durante todo o ano, as flores a partir de Abril ou de maio e as bagas no outono ou, nalguns casos, na recta final do verão.

 

Temas relacionados:

Neem: 21 benefícios para a saúde

Medronho: Bom para a sua saúde

Consolda-Maior, conhece esta planta medicinal?

Beldroega: Conhece os benefícios desta planta para a saúde?

Schisandra: Fruto silvestre de cinco sabores

Salsa: 15 benefícios

O alho e os seus enormes benefícios

A urtiga tem muitos antioxidantes entre outros benefícios

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Propriedades medicinais nas folhas das urtigas

Erva de S. João/Hipericão/Hypericum perforatum, esta planta incomoda também as farmacêuticas

Planta medicinal: A dedaleira

Alimentos: O enorme poder da natureza

A banana e suas características

O Pau D´Arco

A batata doce

Planta usada na MTC mata vírus da SIDA

Canábis/cânhamo para fins medicinais

Cânhamo acelera a regeneração óssea

 

Fonte:

Fernanda Botelho

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




1 comentário

De INFORMAÇÃO a 07.03.2017 às 14:37

As máfias das Ordens dos Enfermeiros estão sob fortes suspeitas de crime organizado. A Ordem dos Médicos é outra máfia. Todas elas são Ordens do diabo.

http://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/pj-realiza-buscas-na-ordem-dos-enfermeiros

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT