BIO!

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Rhodiola rosea, também conhecida como Raiz de Ouro, é uma planta perene da família Crassulaceae, comum em regiões frias do mundo, como o Ártico da Sibéria Oriental e norte da Europa, muito usada como planta medicinal tradicional na China, para promover a vitalidade física e cognitiva. Os orientais sabem que ela ajuda a combater a fadiga e a exaustão em situações estressantes prolongadas e a resistência a doenças provocadas pelas altitudes. 

Foto:testshock 



Evidências científicas mais recentes apontam que entre os seus benefícios estão a protecção contra a degeneração do sistema nervoso central e a promoção da longevidade. Pesquisas sobre seus efeitos contra o estresse fizeram com que a Rodiola se tornasse um dos fitoterápicos mais populares na Europa que ganha cada vez mais clientes que fogem às drogas farmacêuticas por causa dos seus múltiplos efeitos secundários/adversos.

 

O que é?

Rhodiola rosea é uma planta com benefícios com potencial adaptogênico.

 

Os componentes químicos identificados na Rhodiola rosea são:

* Fenóis (salidroside e sua aglicona tirosol);

* Glicosídeos cinâmicos (rosina, rosavina e rosarina);

* Flavonoides glicosilados (gossypetin-7-O-L-rhamnopyranosídeo e rhodioflavonosídeo);

* Taninos;

* Ácido gálico e seus ésteres;

* Óleo essencial (os mais abundantes sendo n-Decanol, geraniol e 1,4-pmentadienol).

Esses compostos e algumas propriedades deles no corpo trazem efeitos bastante interessantes. 

 

Para que serve a Rhodiola rosea?

Algumas propriedades

Pesquisadores classificam essa planta como adaptógena (A MTC conhece há muito esta planta e seus benefícios).  Os adaptógenos compreendem um grupo de extracto de plantas que apresentam as seguintes acções terapêuticas:

* Aumento da atenção e da resistência à fadiga;

* Atenuação ou redução dos prejuízos e transtornos relacionados ao sistema neuro-endócrino e imunológico causados pelo estresse.

A planta também é útil contra a depressão, o cancro/câncer e o mau funcionamento do sistema cardio-pulmonar. Ao mesmo tempo, é indicada para hipertensão, distúrbios do sono, irritabilidade, falta de apetite e aumento no desempenho do trabalho. Alguns pesquisadores afirmam que a Rhodiola rosea também pode ser eficaz no reforço da função da tiróide/tireoide, no aumento da memória e no controle da menstruação e esterilidade.

Como um adaptógeno, a raiz de ouro protege as actividades do sistema nervoso central. Este atributo deve-se à capacidade da erva de influenciar os níveis de atividade de monoaminas e de peptídeos opióides como as beta-endorfinas.

É interessante destacar que além da Rhodiola rosea, os cientistas identificaram mais de 200 espécies diferentes de Rhodiola e 20 delas são usadas frequentemente na Ásia. Estas variedades de Rhodiola incluem R. brevipetiolata, R. alterna, R. crenulata, R. quadrifida, R. kirilowii, R. sacra e R. sachalinensis. A utilidade das ervas adaptógenas é bem voltada à preparação realizada por um atleta para qualquer competição. Permitem que o nosso corpo adapte-se à acção do estresse. Sempre que houver uma condição estressante, a ingestão de adaptógenos produz algum grau de adaptação no corpo.

 

Efeitos da Rhodiola rosea

+ aumenta a produção de energia diretamente na célula.
+ aumenta os níveis de serotonina e dopamina.
+ promove a reparação do ADN (prevenção de mutações das células e diminui o risco de cancro/câncer).
+ anti-oxidante, protege as membranas celulares, mas também as mitocôndrias do stress oxidativo e de radicais-livres, + protege contra a inflamação crónica e, assim, de doenças crónicas.
+ tem um anti-cancerígeno.
+ melhora o fornecimento de oxigénio para o organismo humano

 

Benefícios e indicações

A parte da planta que é utilizada é a raiz. Dela provêm os vários benefícios atribuídos ao seu consumo.

 

1. Estimulante da memória e aprendizagem

2 estudos realizados com a Rhodiola rosea em ratos propuseram vantagens para várias áreas da aprendizagem e memória, em circunstâncias experimentais específicas. A administração oral de Rhodiola rosea na dosagem de 0,1 ml por dia durante um período de 10 dias levou a uma leve melhora nessas funções dos roedores, como por exemplo na memória de longa data.

A avaliação foi estabelecida por meio de um teste de labirinto com reforço negativo. É importante notar que doses de 0,02 ml e 1,0 ml do extracto de raiz-de-ouro também foram utilizados durante esta experiência, mas estes não mostraram qualquer consequência significativa na aprendizagem e habilidades.

 

2. Acção protectora do sistema cardíaco

Pesquisas têm demonstrado que o uso de Rhodiola rosea é eficaz para diminuir ou eliminar o dano dos tecidos cardiovasculares, devido ao estresse e trauma. Além disso, o extracto de Rhodiola rosea também é útil na prevenção do declínio da força contráctil cardíaca que é causada por estresse ecológico, como por exemplo em condições de muito frio. Nesse tipo de estresse, o tratamento usando o extracto da Rhodiola rosea parece produzir algum benefício.

Verificou-se que quando o extracto de Rhodiola rosea foi aplicado em roedores em períodos predecessores a essas condições ecológicas, foi possível evitar a diminuição da contractilidade cardíaca.

 

3. Efeitos anti-cancerígenos

A administração da Rhodiola rosea parece ser um potencial agente anti-cancerígeno, e pode ser eficaz quando utilizada em combinação com outros agentes farmacêuticos. Verificou-se que o uso de extracto de Rhodiola rosea em ratos com certos tipos de adeno-carcinoma e linfoma retardou o desenvolvimento destes males bem como prolongou a sobrevida significativamente. Também foi descoberto que a administração de extractos da Rhodiola rosea conteve o desenvolvimento e a profundidade de metástases (disseminação da doença para outra parte do corpo) em uma variedade de câncer de pulmão. 

 

4. Imunidade

Vários estudos têm demonstrado que as medicações preparadas com extractos de raiz-de-ouro revigoram o sistema imune de 2 maneiras. Incita directamente a defesa imunológica por meio da promoção de um dos tipos mais importantes de células do sistema imunológico – as células-NK e as células-T.

O estresse abala a imunidade e deixa o corpo vulnerável a uma variedade de doenças. Aí reside a outra maneira que a planta actua no sistema imunológico, visto que é capaz de fazer o indivíduo menos vulnerável à tensão. Dessa forma, o extracto da planta é capaz de melhorar os níveis de células-B, cuja produção é diminuída em períodos de tensão.

 

5. Usos e indicações

Dadas as propriedades e benefícios da planta, os usos incluem:

* Amenorreia ou supressão do fluxo menstrual

* Astenia ou perda anormal de força

* Cancro/câncer

* Depressão 

* Disfunção sexual masculina

* Dores de cabeça

* Esquizofrenia

* Fadiga

* Gripes e resfriados

* Hipertensão

* Insónia

* Suplementação ou reforço

 

Muitos pesquisadores afirmam que as propriedades terapêuticas da planta são altamente eficazes no tratamento de condições asténicas como a deterioração no desempenho de trabalho, distúrbios do sono, falta de apetite, irritabilidade, cansaço e dores de cabeça. Condições essas que ocorrem depois de forte estresse físico ou mental ou após doenças virais e/ou bacterianas. Esses benefícios provêm principalmente das propriedades adptogênicas da planta.

 

6. Melhora o desempenho cognitivo
Um estudo realizado em 2000 pelo Departamento de Neurologia da Universidade de Medicina Estatal da Arménia, em Erevan-Arménia, envolveu 56 médicos sujeitos a longas horas de trabalho nocturno. Uma dose diária de 170 mg de Rhodiola rosea foi administrado para esses médicos durante 2 semanas e resultaram em uma melhora significativa dos desempenhos cognitivos (memória, cálculo mental, concentração, percepção visual e auditiva), apesar do estresse e fadiga.

 

Uso

Rhodiola rosea é usada principalmente sob a forma de cápsulas, comprimidos e soluções mas também a como chá. As quantidades recomendadas são normalmente indicadas em relação à percentagem de rosavina ou salidroside por miligrama ou mililitro. Em geral, recomenda-se 100 mg do extracto, que devem corresponder a aproximadamente 3,0% de rosavina ou 0,8% a 1,0% de salidroside. Entretanto, é importante ter em mente que o extracto da Rhodiola pode conter até 12 compostos activos que não são endossados na “padronização artificial” de somente 2 de suas substâncias.

A Rhodiola deve ser tomada pela manhã porque, para alguns usuários, ela pode interferir no sono. Para outros, a ingestão desse extracto à tarde pode não causar qualquer interferência nos padrões do sono. Se o usuário ficar excessivamente activo, nervoso ou agitado, uma quantidade menor do extracto deve ser dispensada, seguida de graduais incrementos.

 

Cuidados a ter

É importante notar que as doses de extractos de Rhodiola administrados durante os ensaios clínicos relataram ausência de quaisquer efeitos secundários. No entanto, a resposta clínica inicial sugere que o consumo de extracto de Rhodiola rosea entre 1,5 g e 2,9 g pode levar à insónia em vários pacientes por alguns dias.

Os extractos da planta por apenas precaução não devem ser tomados durante a gravidez ou lactação. 

Apesar desses fatos, o uso de remédios naturais preparados com o extracto da planta é considerado seguro. Na verdade, não há indícios de que a Rhodiola rosea tenha qualquer interacção com drogas conhecidas ou algum tipo de nutriente. Dessa forma, podem ser tomadas misturas terapêuticas dos extractos da planta com outras drogas farmacêuticas ou agentes nutritivos. Vale ressaltar que ainda há investigações a respeito de interacções da planta com outros adaptógenos, como o ginseng. 

Em caso de dúvida, fale com seu técnico de saúde de confiança.

 

Nota bene:

A juntar isto tudo, a Rhodiola suporta também a perda de peso. No oriente e norte da Europa usa-se bastante nas depressões.

MTC: A temperatura desta planta é geralmente neutra, sabor doce, tropismo F e BP.

Como chá começar com 2 g e pode ir até 9 g /L.

 

Temas relacionados:

Cava-cava: Conhece este chá?

Ma(r)cela-do-campo

A malva

Jaborandi

Hortelã-pimenta

Já conhece a planta Guaco ?

O eucalipto

Alecrim e gengibre: Beneficiam o coração e equilibra o colesterol

Colesterol: Fármacos são completamente inúteis

O alecrim

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

Erva-doce

 - Erva-cidreira

Cascara-sagrada

Semente psílio: 10 benefícios

Erva-princípe/Capim-limão

A carqueja

A planta medicinal Unha-de-gato: 16 benefícios

Garra-do-diabo: Conhece esta planta e seus benefícios? (Vídeo)

O Cardo Mariano

Os coentros: 18 benefícios para a sua saúde

Boldo-do-chile

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Maca peruana: Seus enormes benefícios

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

O Pau D´Arco

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Chá de Hibisco: Mantém saudáveis os níveis de colesterol e hipertensão

Própolis verde: Conhece os benefícios para a sua saúde?

A calêndula

A arnica e seus benefícios

China: O maior produtor e consumidor mundial de canábis/cânhamo para fins medicinais

O aloé

27 antibióticos naturais

Alfazema

O alho e o colesterol

O alecrim

O alcaçuz: Conhece esta planta medicinal?

O agrião

6 plantas e especiarias que promovem o crescimento do cabelo

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Cravo-da-índia: 11 benefícios

A canela da Índia

Chá verde: Reduz problemas cognitivos e físicos

O loureiro e a sua folha de louro

Babosa/Aloe e mel é eficaz contra o câncer/cancro

Depressão: Limonada de açafrão, efeito melhor do que os antidepressivos

Cavalinha: Planta antiga multi-versátil; Benefícios

Chá: Folhas de amoreira e seus benefícios

A alfazema e seus benefícios

Estudo com crianças: Cheirar esta planta pode melhorar as notas na escola

Graviola: Destrói naturalmente o cancro

Benefícios da galanga. Já conhece?

Batata doce: Receitas

A urtiga tem muitos antioxidantes entre outros benefícios

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Couve: Rejuvenesce o cérebro

Frutos e legumes biológicos funcionam como boas vacinas

Propriedades terapeuticas das folhas de murta

Cebolinho: 16 benefícios para a saúde

Neem: 21 benefícios para a saúde

Os homens e/ou quem sofre do coração deviam saber...

Beldroega: Conhece os benefícios desta planta para a saúde?

Medronho: Bom para a sua saúde

Coração: O remédio natural que existe há muito

Salsa: 15 benefícios

Propriedades medicinais nas folhas das urtigas

Planta medicinal: A dedaleira

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Erva de S. João/Hipericão/Hypericum perforatum, esta planta incomoda também as farmacêuticas

Alimentos: O enorme poder da natureza

Canábis/cânhamo para fins medicinais

Condimento chinês mata as células cancerígenas

Planta usada na MTC mata vírus da SIDA

Tribo indígena cria a maior enciclopédia da Medicina Tradicional Amazónica com 500 páginas

A planta que se come pode curar-nos!

A obstipação/prisão de ventre

Omeprazol: 10 perigos para a saúde

Saúde e prevenção: Chá bem quente diminui risco de glaucoma

 

Fontes:

Mundo Boa Forma

Notícias Naturais

Zentrum der Gesundheit

 

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !





A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT