Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Nome científico: Althaea officinalis L. 

 

Imagem:wikimedia

 

Família: Malvaceae. 

 

Outros nomes populares: malva-branca, malva-do-pântano, malvaísco, malvarisco; altea, bismalva, hierba cañamera, malvavisco e malbaxuri (espanhol); mauve blanche e guimauve (francês); altea comune (italiano); k'uei (chinês); risha-i-khinni e gulkhairo (hindú);

 

Constituintes químicos: 
- raízes: mucilagem (5-25%) (galacturonorhamnano, arabino, glucana arabinogalactano), pectina (10%), asparagina, betaína, lecitina, fitosteróis, taninos, traços de óleo essencial; 
- flores: mucilagens (5-10%), traços de óleo essencial, flavonóides; 
- folhas: mucilagens (10%), amido, traços de óleo essencial. 

 

Propriedades medicinais: anti-inflamatória, béquico, calmante, demulcente, descongestionante, emoliente, expectorante, laxante, sudorífero. 

 

Indicações: asma, bronquite, constipação intestinal, diarreia, dissolver muco, dor de garganta, dor de dente, enfisema, estomatite, gastrite, gripe, inflamação das mucosas da boca, inflamação do aparelho urinário (rins, bexiga, cálculos, fluxos da vagina), irritações e congestão em peles sensíveis, prisão de ventre, resfriados, ressecamento da pele pós-sol, síndrome de intestino irritável, tosse, úlcera gastro-duodenal, uso tópico (queimaduras, abscessos, furúnculos, gengivite, faringite). 

 

Parte utilizada: folhas, flores, raízes. 

 

Contra-indicações/cuidados: pode reduzir a absorção de drogas farmacêuticas que se toma ao mesmo tempo. Por outro lado pode prevenir moléstias gástricas quando se usa medicamento com elevado quantidade de taninos. Em diabéticos, o técnico de saúde deverá controlar a glucemia para ajustar, as doses de insulina ou antidiabéticos orais. 

 

Modo de usar: 
- raiz: abscessos, cálculos, calmante, diarréias, disenterias, emoliente, expectorante, fluxos vaginais, gengivas irritadas das crianças; inflamação externa, inflamação da uretra, inflamações dos intestinos, prisão de ventre, inflamação da mucosa interna da bexiga, sudorífera eficaz; 


- folhas, por infusão: enfermidades das vias respiratórias, coqueluche, caxumba, escarlatina, rubéola, afecções da boca, antiinflamatório intestinal, abscessos; 


- infusão ou decocção a 5%: dose máxima diária: 500 ml; 
- extrato fluido: dose máxima diária: 20 ml; 
- decocção de raízes por 10 minutos, para banho: acalmar irritações; 
- decocção de 10 a 20 g de raízes. Três xícaras ao dia; 
- decocção de 20 a 30 g de raízes em um litro de água: compressas, loção, colutório e gargarejo; 
- decocção de folhas secas em pouca água. Deixar amornar. Espalhar as folhas sobre uma gaze e aplicá-la sobre infamações cutâneas; 
- decocção de 5 g de raízes cortadas em pedaços, em 150 g de água, até o líquido ficar reduzido a dois terços. Adoçar com mel, coar e beber em duas vazes: laxativo brando. 
- infusão de 5 g de folhas secas em uma xícara de água bem quente. Adicionar uma colher de sopa de mel, bebendo em seguida: reumatismo, febres reumáticas; 
- infusão de 5 g de folhas e flores secas em uma xícara grande de água fervente. Deixar esfriar e adoçar com mel ou xilitol.

 

Beber 3 xícaras/chávenas ao dia: dores reumáticas, tosse seca e nervosa; 
- infusão de 50 g/l de folhas e flores: compressas, colutórios e gargarejos; 
- maceração de 100 g de raízes em um litro de água (fria) por 24 horas. Filtrar e adoçar com açúcar. Tomar uma xícara antes de dormir: conciliar o sono e problemas respiratórios; 
- maceração de uma colher de chá de raiz por xícara grande de água fria: inflamações das vias respiratórias superiores, antitússico, expectorante mucilaginoso, doenças gastrintestinais; 


- mastigatório: raiz descortiçada (descascada): dentição infantil; 
- combinada com Symphytum officinale: problemas digestivos; 
- combinada com Glycyrrhiza glabra, Marrubium vulgare ou Lobelia inflata: problemas bronquiais; 
- combinada com Ulmus rubra: para uso externo. 
- raiz fresca: aplicar sobre abscesso bucais e furúnculos; 


- Xarope: macerar 125 g raízes em um litro de água por 24 horas. Coar e em um recipiente de vidro adicionar 1,5 k g de xilitol e colocar ferver lentamente. Quando o xilitol tiver dissolvido apagar o fogo. Após esfriar adicionar 30 g de água de flor de laranjeira. Colocar em um vidro tampado por mais 24 horas. Tomar uma xícara/chávena à noite, antes de deitar: insônia; 

 

Segundo a MTC - Medicina Tradicional Chinesa

Qualidade humoral
Fria 3°, Quente 1°; Seca 0°, Hidrata/Nutre 2-3°

 

MTC temperatura
Fria

 

Paladar: doce, ligeiramente amargo


Dirigida: Pulmão, Estômago, Rins, Bexiga, Intestinos


Categoria: Plantas/ervas medicinais


Família: Malvaceae, Malva Família


Parte da planta utilizada:  raiz


Origem nativa: da Ásia e do sudeste da Europa (Agora também há a alteia ibérica)


Propriedades:
nutre, hidrata, estimula o metabolismo, diurética, suaviza a irritação da mucosa, promove a granulação, promove a cicatrização de feridas,  laxante

 

 

MTC e efeitos:


1. tonificante de Yin
Tonifica o Yin do E-Estômago, tonifica o Yin do P-Pulmão, caso de boca seca, na secura da garganta, tosse seca, irritação da membrana mucosa (mastigar a raiz), caso de sede, gastrite crónica atrófica, inflamação da mucosa estomacal, sensação de ardor na língua, tuberculose, diabetes mellitus, febre vespertina, hérnia do hiato, hérnia diafragmática, fezes secas, doença crónica e debilitante (para obter efeito tonificante do Yin, se possível, maceração a frio/extrato)

1. (h)umedecer o intestino
Fezes secas , obstipação, prisão de ventre

 

2. Eliminar o Fogo e arrefecer o Xue (qualidade do sangue)
Hematúria, sangue na urina, sangramento intestinal, epistaxe, sangramento do nariz, hematemesis, vómitos no sangue, sangue na expectoração, acne, carbúnculos, furúnculos

 

2 Eliminar o Fogo, que é causado pela deficiência de Yin
Boca seca, secura da garganta, mucosa, irritação, úlcera na boca, rouquidão, sede, tosse, tosse improdutiva, tosse seca (maceração a frio/extracto), tosse com muco,  tuberculose, hemoptise, hemoptise, tosse com sangue, coqueluche, tosse convulsa, bronquite, asma brônquica, pneumonia, inflamação pulmonar, laringite, faringite, pleurisia, inflamação da pleura, inflamação inter-costal

 

2 Debelar a (h)umidade e  o Fogo
Inflamação das vias urinárias, cistites, inflamação da bexiga, uretrite, inflamação da uretra, sangue na urina, micção dolorosa, disúria, micção difícil, urinar desconfortável, nefrolitíase, pedras nos rins, cólica renal, estomatite, inflamação da mucosa oral, gengivite, inflamação gengival, ulceração bucal, infecção na boca crônica, faringite, laringite, esofagite, inflamação da mucosa do esófago, gastrite, inflamação da mucosa do estômago, úlcera gástrica, úlcera duodenal, úlcera, diarréia,  enterite, colite, inflamação intestinal, disenteria,  doença de Crohn, colite ulcerativa, síndrome do intestino irritável, conjuntivite (aplicar compressas)

 

3 Eliminar Fogo e eliminar toxinas
Pneumonia, gangrena, sépsia, intoxicação do sangue, Úlcera, urticária, Úlcera da boca, picada de insecto

 

Temas relacionados:

A valeriana

O tomilho

Tamarindo

Diabetes: Plantas e fruta superam a Metmorfina

Fruto: Pitanga

Como equilibrar as flutuações hormonais e alterações de humor

-  Já conhece esta planta nigela?

Alfavaca

Mulher: Conhece esta planta medicinal, a Dang Gui?

Planta medicinal: Rhodiola, já conhece?

Cava-cava: Conhece este chá?

Ma(r)cela-do-campo

A malva

Jaborandi

Hortelã-pimenta

Já conhece a planta Guaco ?

O eucalipto

Alecrim e gengibre: Beneficiam o coração e equilibra o colesterol

O alecrim

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

Erva-doce

 - Erva-cidreira

Cascara-sagrada

Semente psílio: 10 benefícios

Erva-princípe/Capim-limão

A carqueja

A planta medicinal Unha-de-gato: 16 benefícios

Garra-do-diabo: Conhece esta planta e seus benefícios? (Vídeo)

O Cardo Mariano

Os coentros: 18 benefícios para a sua saúde

Boldo-do-chile

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Maca peruana: Seus enormes benefícios

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

O Pau D´Arco

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Chá de Hibisco: Mantém saudáveis os níveis de colesterol e hipertensão

Própolis verde: Conhece os benefícios para a sua saúde?

A calêndula

A arnica e seus benefícios

China: O maior produtor e consumidor mundial de canábis/cânhamo para fins medicinais

O aloé

27 antibióticos naturais

Alfazema

O alho e o colesterol

O alecrim

O alcaçuz: Conhece esta planta medicinal?

O agrião

6 plantas e especiarias que promovem o crescimento do cabelo

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Cravo-da-índia: 11 benefícios

A canela da Índia

Chá verde: Reduz problemas cognitivos e físicos

O loureiro e a sua folha de louro

Babosa/Aloe e mel é eficaz contra o câncer/cancro

Depressão: Limonada de açafrão, efeito melhor do que os antidepressivos

Cavalinha: Planta antiga multi-versátil; Benefícios

Chá: Folhas de amoreira e seus benefícios

A alfazema e seus benefícios

Estudo com crianças: Cheirar esta planta pode melhorar as notas na escola

Graviola: Destrói naturalmente o cancro

Benefícios da galanga. Já conhece?

Batata doce: Receitas

A urtiga tem muitos antioxidantes entre outros benefícios

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Couve: Rejuvenesce o cérebro

Propriedades terapeuticas das folhas de murta

Cebolinho: 16 benefícios para a saúde

Neem: 21 benefícios para a saúde

Beldroega: Conhece os benefícios desta planta para a saúde?

Medronho: Bom para a sua saúde

Salsa: 15 benefícios

Propriedades medicinais nas folhas das urtigas

Planta medicinal: A dedaleira

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

Erva de S. João/Hipericão/Hypericum perforatum, esta planta incomoda também as farmacêuticas

Alimentos: O enorme poder da natureza

Canábis/cânhamo para fins medicinais

Planta usada na MTC mata vírus da SIDA

Tribo indígena cria a maior enciclopédia da Medicina Tradicional Amazónica com 500 páginas

A planta que se come pode curar-nos!

 

Fontes:

Naturopatia

Plantamed

Therapeutika

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)




3 comentários

De Anónimo a 10.05.2018 às 09:48

Marcas de bebidas açucaradas e comida-plástico vão patrocinar um congresso de nutricionistas que arranca esta quinta-feira, sob protesto de alguns profissionais que equiparam o evento a uma “feira alimentar”.
A seguir vamos ter medicina convencional e seus médicos a serem patrocinados por agências funerárias.
Que confianças merecem estes nutricionistas que tiraram umas horitas sobre alimentação? 0,00%.
Estamos fartos da escumalha que se vende por algumas migalhas.

De Anónimo a 10.05.2018 às 09:50

POLÉMICA: NUTRICIONISTAS PATROCINADOS POR MCDONALD'S E COCA-COLA EM CONGRESSO.

Estes nutricionistas não merecem nenhuma confiança. São uns vendidos.

De Anónimo a 11.05.2018 às 20:19

Excelente planta.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT