BIO!

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estudo mostrou que óleos essenciais podem ser seguros e eficazes na substituição de conservantes e antioxidantes sintéticos!

Utilizados pelos chineses há mais de 4 mil anos, os óleos essenciais são compostos extraídos de plantas aromáticas por processos de destilação, compressão de frutos ou uso de solventes. Dentre seus diversos tipos, vários são inibidores eficazes de crescimento de patógenos de origem alimentar, ou seja, podem ser utilizados na conservação dos alimentos.

Entretanto, como notou uma pesquisa realizada na Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) da USP, em Pirassununga, sua incorporação directa em alimentos apresenta diversos desafios, em especial porque há a possibilidade de ocorrer mudanças extremas em suas propriedades sensoriais como cor, sabor ou odor.

Em artigo publicado em Abril deste ano pela revista Food Science and Technology, a pesquisadora Samantha Pinho, ao orientar a engenheira de alimentos Marília Moraes Lovison em sua tese de doutorado, investigou como essas possíveis desvantagens poderiam ser superadas por meio das chamadas técnicas de encapsulação.

 

“O motivo da escolha dos óleos essenciais foi o facto de serem potenciais substitutos de anti-microbianos e antioxidantes sintéticos normalmente utilizados na indústria de "alimentos", e que são reconhecidos como potenciais causadores de problemas de saúde”, explica Samantha, engenheira química por formação.

Inovar na conservação de alimentos é uma necessidade devido à crescente demanda dos consumidores por formulações contendo ingredientes naturais e com baixos níveis de aditivos químicos. É esse interesse que tem constantemente movido pesquisadores a trabalhar com produtos e extractos vegetais com propriedades anti-microbianas.

“Neste trabalho, foi possível descobrir que, assim como na forma ‘livre’, o óleo essencial de orégão/oreganos nano-emulsionado também apresentou potencial antioxidante e anti-microbiano in vitro”, esclarece a especialista, destacando ainda que as nano-emulsões foram eficientes em preservar o alimento contra Staphylococcus aureus e Escherichia coli – ambas bactérias que podem causar infecções graves.

Após determinar a actividade anti-microbiana, foram realizadas as análises para avaliação de seu potencial antioxidante in vitro. Na última etapa do trabalho foi avaliado o óleo essencial “livre”, e como era a aceitação do produto pelos consumidores.

Os resultados permitiram concluir que o óleo essencial é adequado para ser incorporado em formulações de alimentos e prolongar a sua vida de prateleira.

“Este trabalho mostrou que eles podem ser uma alternativa segura e eficaz na substituição, total ou parcial, dos conservantes e antioxidantes sintéticos empregados na indústria de produtos, proporcionando assim alimentos mais saudáveis e com maior qualidade aos consumidores”, resume a professora.

Obs:

Os óleos essenciais biológicos são usados desde a antiguidade, não só na conservação dos alimentos. Também são usados na saúde para várias doenças, tanto externamente como internamente. No entanto, cuidado, a larga maioria dos óleos essenciais que estão à venda não são biológicos nem podem ser tomados/ingeridos.

 

Temas relacionados:

O óleo de coco, 10 benefícios

Alecrim: 10 benefícios para a saúde

10 superalimentos

Medicamentos falharam, o óleo de cânhamo ajudou

Bicarbonato de sódio / soda, o remédio caseiro fabuloso das nossas avós

 

Fonte:

Jornal da USP

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !





A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

Partida de uma anjinha

Com saudade lembrando que ela fazia parte de EQUIPA. Paz a sua alma e espirito.