BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Petição para o livre direito à opinião médica sobre as vacinas

 

Para: Ex.mº Senhor Presidente da Assembleia da República Eduardo Ferro Rodrigues; Ex.mº Senhor Primeiro Ministro de Portugal António Luís Santos da Costa; Ex.mº Senhor Ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes, Ex.mos. deputados da Assembleia da República.

CONTEXTUALIZAÇÃO

O médico José Félix expressou, de forma livre e consciente, a sua opinião sobre a aplicação ou não de vacinação, num programa emitido na SIC, dia 19 de Abril de 2017.
Deu o exemplo de um dos seus filhos ao qual, após apresentar supostos efeitos adversos decorrentes da vacinação aos 2 anos de idade, interrompeu a vacinação por um principio de precaução.

Este princípio da precaução é também seguido por vários médicos, sempre que se verificam supostas reações adversas, não só a vacinas, como a medicamentos ou alimentos. Regra geral, opta-se por começar a evitar essa substância/medicamento.

Perante uma decisão tomada com base nos seus conhecimentos médicos e após investigação específica sobre o tema, o médico José Félix optou por não vacinar mais o filho.

Em consequência, a ordem dos médicos, em vez de respeitar a decisão do médico, optou por instaurar-lhe um processo que pode levar a que em última instância a que o médico nunca mais possa exercer.

Na prática a ordem quer condenar o médico por delito de opinião e com isso dar um exemplo de censura a todos os outros médicos. Indirectamente, vai também influenciar a liberdade de expressão de todos os outros profissionais de saúde e os pais.

 


ENQUADRAMENTO CONSTITUCIONAL

Este procedimento da ordem dos médicos vai contra própria Constituição Portuguesa como se pode ler no seu artigo 37º (Liberdade de expressão e informação)

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela
imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de
ser informados, sem impedimentos nem discriminações.
2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma
de censura.

ENQUADRAMENTO COM A DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS

Este procedimento da ordem dos médicos, vai até mesmo contra a própria Declaração Universal dos Direitos Humanos que defende nos seus artigos 18º e 19º:

1."Todas as pessoas têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião"
2.“Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito
de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem
consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão.”

CONCLUSÃO

1. Considerando que este procedimento imposto pela ordem dos médicos ao médico José Félix lesa a sua liberdade de exercerem a sua profissão na plenitude dos seus conhecimentos.

2. Considerando que serve de medida de coação, para que os médicos passem a não ter livre arbítrio para aconselharem os seus pacientes, sobre este ou qualquer outro assunto de saúde.

3. Considerando que Estamos perante um atentado à democracia e aos direitos e liberdades individuais de cada um, como no indica Constituição Portuguesa.

Neste contexto, pedimos ao Governo, Ministério da Saúde e a todos os deputados da Assembleia da República que tomem medidas que impeçam o médico João Félix assim como todos os outros que tenham as suas próprias opiniões médicas, de serem julgados e punidos por delito de opinião pela ordem dos médicos, passando esse procedimento para a esfera do Estado, segundo as leis judiciais vigentes.

Uma destas medidas deverá ser legislar, no sentido de retirar o poder disciplinar que a ordem dos médicos tem sobre os médicos e que lhe é conferido pelos seus Estatutos (alínea g do n.º 1 do artigo 3.º).


NOTA: Têm de ser colocado o nº do BI ou Cartão de Cidadão."

 

                                                  Assinar a petição (clicar aqui mesmo)

 

 

Obs.:

Algumas pessoas, se deixaram embalar pelo histerismo da propaganda da comunicação social a propósito do "surto de sarampo".

Aqui a questão é, por que motivo tanto a OM como a DGS não informaram sobre a não existência de provas científicas sobre o vírus do sarampo? Existem sintomas, o que é algo bem diferente.

Porque não informaram que 80% dos romenos, afinal estão vacinados contra o sarampo e ainda assim contrairam essa doença?

Porque não convidam o virologista Dr. Stefan Lanka a vir falar aos deputados, na comunicação social, na qualidade de especialista sobre a matéria?

O virologista, Dr. Stefan Lanka, ele afirma com conhecimento de causa que o sarampo não é causado por nenhum vírus. Ele há anos que lançou aliciantes recompensas, a quem conseguir provar cientificamente a existência do tal vírus do sarampo. 

Porque não informam, que em vários países europeus mais de 95% dos médicos não estão vacinados? Eles lá saberão os motivos de tal recusa.

Porque nenhum médico, assina um termo de responsabilidade perante o seu paciente, caso esse paciente venha a ter sequelas ou até mesmo uma fatalidade?

Porque motivo, as seguradoras se recusam a fechar apólices relativamente à vacinação e seus efeitos secundários?

Porque nunca falam dos efeitos secundários, que constam nas bulas das vacinas e até fazem questão de não as mostrarem aos pacientes?

 

A exploração do caso da rapariga falecida é atroz e inadmissível numa sociedade dita civilizada e que prima pela liberdade de escolha. Primeiro, a família era anti-vacinas, depois veio-se a descobrir que o pai seria médico, a seguir a jovem sofria de psoríase e tomava drogas farmacêuticas (muito possivelmente afectaram o sistema imunitário dela), e aos 2 meses fez um choque anafilático à vacina da Tosse Convulsa e a recomendação médica foi não voltar a vacinar-se. Ela, é uma de 3 filhas destes pais, as outras são vacinadas, dentro da habitualidade das drogas farmacêuticas.

 

Temas relacionados:

A comunicação social tornou-se toda ela portadora de notícias falsas?

Quantos morrem em Portugal devido a erros médicos?

Criança de 2 anos, diagnosticada com doença incurável quando afinal tinha falta de vitamina

Saúde: Para quando uma "ordem" dos utentes?

Vacina: Dobro da morte de crianças vacinadas em relação às não vacinadas

Cientista: A vacina contra VPH/HPV é uma fraude

As epidemias não desapareceram devido à vacinação

Vacinas: Demasiadas contêm o pesticida cancerígeno glifosato

Qual o estado do sistema de "saúde" em Portugal?

Estudo oficial: crianças que não são vacinadas são mais saudáveis

Síndrome de Guillain-Barré

Presidente Putin: OGM e vacinas ameaçam a evolução da humanidade

EUA: 145.000 crianças morreram devido às vacinas

Vacina VPH: 3.000 japonesas metem governo e farmacêuticas em tribunal

Ciência/medicina/farmacêuticas: Não conseguem provar e andam a enganar-nos (vídeos)

Frutos e legumes biológicos funcionam como boas vacinas

Crianças morrem após vacinação

A farsa das vacinas/vacinação

Alerta: Programa Nacional de Vacinação 2017; Terrorismo de Estado ?

Infarmed: Pede atenção a eventuais reacções adversas à nova vacina

Vacina para HPV: Adolescente desmaia diariamente 8 vezes e tem narcolepsia

Vacinação: Lavagem cerebral

Mito: Vacinação garante imunidade

Epidemias, autismo e vacinas: A indústria farmacêutica fabrica e factura

Vacinação: H1N1 contamina os vacinados com SIDA/AIDS !

Estudo: O vírus Zika não é a causa da microcefalia mas sim vacinas

França: Suspendida vacina suspeita de causar doenças

O vírus do sarampo não existe?

Tribunal da Rep. Checa decide pela liberdade de os pais não vacinarem os filhos

Vacinas: Médicos indianos apresentam queixa-crime contra Bill Gates

Ainda acha que a indústria farmacêutica e as vacinas são benéficas ?!

Médicos e farmacêuticos: Estudos sobre as vacinas são medíocres

Afinal a vacina da gripe não protege o adulto !

"Gardasil®, vacina mortal?"

Os perigos da vacinação!

 

 

 

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




3 comentários

De mariana a 27.04.2017 às 09:15

daqui se vê que a liberdade em portugal é muito relativa a ordem dos médicos e outras instituições mafiosas que apenas pretendem o poder.

De Ant Ferr a 27.04.2017 às 15:29

Foi provado que esse Dr Stefan Lanka não tinha razão.....só para comentar uma das barbaridades deste texto

http://www.pepijnvanerp.nl/2017/01/disappointing-outcome-of-bardens-vs-lanka-measles-proven-to-exist-but-anti-vaxxer-lanka-keeps-his-money/

De Medicinas Alternativas a 15.05.2017 às 16:11

Ambos sabemos que existe por aí muita desinformação para tentar encobrir o sol com a peneira.

Dê as voltas por onde der e quiser, a verdade é esta, tanto o tribunal de Estugarda como o Supremo Tribunal deram razão ao Dr. Lanka.
O virólogo Stefan Lanka foi muito claro quanto aos requisitos.
E os veredictos saíram em alemão e não em chinamarquês ou noutro esquisito idioma.
A mim não me surpreendeu absolutamente nada que o virólogo Lanka tenha ganho nos tribunais, até porque é sabido e conhecido que a ciência mente, omite ou deturpa a realidade conforme convém ao seu patrão.
O que estranhei na altura, quando em 2010 o virólogo lançou vários desafios, foi o facto de nenhuma farmacêutica produtora dos alegados vírus ou vacinas em causa, não tenham sequer tentado contrariar a afirmação e desafio do Dr. Lanka.
Podiam, ao menos, as farmacêuticas, ter lançado o repto, dar um prémio a quem provasse que este ou aquele vírus não existe.
Até agora nada, ficaram caladinhas apesar de terem nas suas fileiras os melhores advogados e os melhores cientistas do mundo.
Que se pode concluir daí? Fraco desempenho e embuste claro. Os factos falam por si.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT