BIO!

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A proveniência do arroz, Ásia, muito provavelmente China.

O arroz, constituído por sete espécies, - Oryza barthii, Oryza glaberrima, Oryza latifolia, Oryza longistaminata, Oryza punctata, Oryza rufipogon e Oryza sativa - é uma planta da família das gramíneas que alimenta mais da metade da população humana do mundo. É a terceira maior cultura cerealífera do mundo, apenas ultrapassada pelas de milho e trigo. Segundo consta, existem cerca de 40.000 variedades de arroz pelo mundo.

Foto: tiendaecologicaenmadrid

 

Tipos de Arroz:

 Arroz branco ou polido – é o arroz mais comum, aquele que está presente na mesa da maioria dos brasileiros e latinos e o que combina com todos os pratos, mas não é o arroz mais nutritivo. Durante o processo de fabricação tem sua casca removida e é ela que contém mais nutrientes. É fonte de carboidratos e tem rápido cozimento.

 

Arroz parboilizado – é um pouco mais nutritivo que o arroz branco, porque seu processo é feito com água a ferver e seus nutrientes durante esse processo acabam indo para a parte interna do grão. É um arroz que tem vitaminas do complexo B

 

Arroz integral – esse arroz não passa pelo processo para ser polido ou refinado, mantendo a camada externa e então dessa forma ele se mantém com todas as suas propriedades nutricionais. É mais escuro que o arroz branco e o parboilizado. O arroz integral além de ter mais manganês, selênio e vitaminas do complexo B, ele é rico em fibras, o que faz o intestino trabalhar melhor e aumenta a saciedade, fazendo com que a fome demore a chegar e você não acabe sabotando sua alimentação.

O seu preparo é mais demorado que o do arroz branco e o parboilizado, ele tem grãos mais consistentes, mais duros que o normal e pode ser feito refogado ou cozido na água e sal, mas sempre será preciso mais água do que o normal para o seu cozimento.

Antigamente, era o arroz integral que ia pra mesa. Ele era socado no pilão de madeira para eliminar a casca protectora externa, mas mantinha o farelo que fica aderido ao grão e garante a presença de uma série de nutrientes. Hoje, processa-se o arroz nos moinhos, até que fique completamente branco e, assim, se perde muita mais da metade de seu valor nutritivo e as perdas podem chegar a 75%, que está justamente na película escura grudada como revestimento no grão.

 

Arroz negro – é um arroz originário da China, seu sabor é mais rústico e ele não fica cozido como o arroz branco, ele é mais al dente, mais duro. É rico em ferro e antioxidantes, que combatem os radicais livres e assim evitam entre outras coisas o aparecimento de rugas na pele do rosto. O arroz negro também tem menos gordura, menos calorias e 30% a mais de fibras que o arroz integral, então ele é muito aconselhado para quem está de dieta e quer uma vida mais saudável.

 

Arroz arbóreo – é ideal para a preparação de risoto e sobremesas, porque tem muito amido e acaba ficando mais cremoso quando é cozido. Não é muito calórico, mas devido às receitas de risoto, acaba se tornando um prato que pode sabotar sua dieta.

 

Arroz selvagem – é um tipo bem diferente, seus grãos são longos, escuros e em formato de agulha. Depois de cozido ele fica firme do lado de fora e mais macio por dentro. É mais uma opção que tem bastante fibras e menos calorias que o arroz branco, seu sabor é mais forte.

 

Arroz vermelho – seu cozimento é como o do arroz branco, sendo que contém mais ferro, zinco e fibras. Contém monocolina, substância que ajuda a reduzir o colesterol, auxilia na circulação do sangue, na digestão e no intestino.

 

 As vantagens do arroz integral: 

O arroz não-industrializado/integral, tem 3 vezes mais fibras do que o industrializado, e também possui 5 vezes mais vitamina E, e, 4 vezes mais magnésio. Tem, ainda, mais vitamina B, cálcio, ferro, fósforo e potássio do que o arroz branco. A fibra perdida no processo de refinação, p.ex., é importante para o perfeito funcionamento intestinal e para a prevenção do cancro/câncer de intestino. O arroz integral não tem glúten. 

 

Valor nutricional:

O arroz integral é um alimento saudável rico em minerais essenciais como Manganês, Ferro, Zinco, Fósforo, Cálcio, Selênio, Magnésio e Potássio. Além das Vitaminas como Vitamina B1 (Tiamina), vitamina B2 (Riboflavina), vitamina B3 (Niacina), Vitamina B6, ácido fólico, Vitamina E (alfa-tocoferol) e Vitamina K.

O arroz castanho é uma fonte de proteína e adiciona uma boa quantidade de fibra para a nossa dieta. Junto com isso, o arroz integral é também um fornecedor de ácidos gordos/graxos essenciais à saúde.

 

Nota bene:

Tem todas as vantagens comer arroz integral. A bem da saúde. Deixar o arroz na água pelo menos 12 h antes de levar a cozinhar. Cozinhar na panela de pressão, dependendo da qualidade da panela e do fogão, pode demorar entre 10 a 20 min. A consistência do arroz integral depois de cozinhado, vai depender não só do tempo de cozinhar mas também da variedade de arroz utilizado. Há quem prefira o arroz à el dente e outros preferem mais tipo papa.

 

Temas relacionados:

A UE levantou a proibição de importação de alimentos japoneses com radioactividade

Coração saudável: A importância das vitaminas

Risco de cancro: Aumenta com a comida ultraprocessada

Receitas deliciosas e rápidas: Como ficar doente

Prevenção: 29 alimentos que previnem doenças cardíacas

A irradiação nos alimentos que come

Os grãos e o impacto na saúde dos dentes e ossos

Pão branco: Engorda, estupidifica e é um assassino oculto

Os nossos avós ainda conheciam a importância do demolhar

Os milagres do trigo sarraceno - não tem glúten

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !





A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT