BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A ilha Terceira - Açores - Portugal  contaminada com radioactividade entre outros!

A população dos Açores está registando/registrando um dramático aumento nos casos de cancro/câncer entre os residentes nas proximidades da Base Aérea das Lajes. Além dos elevados níveis de radiação, agora também está se revelando um altíssimo nível de contaminação do solo, que afecta, além da saúde, os agricultores locais.

Quando o pesquisador e ex-funcionário da base, Orlando Lima, vai se aproximando das imediações da Base Aérea das Lajes, os índices de radiação sobem cada vez mais. 

 

Foto: sputnik

 

"Estamos em 22 mil [partículas alfa]. Vamos fugir daqui, pois já estivemos por tempo demais", diz o especialista português, entrevistado pela agência Ruptly, que produziu uma reportagem sobre o drama dos moradores da ilha. 

A Base Aérea das Lajes localiza-se na vila das Lajes, no concelho da Praia da Vitória, na parte nordeste da ilha Terceira, nos Açores. A base é utilizada pela Força Aérea estadunidense desde 1945, que ocupa as instalações até hoje.

"Isso é resultado de contaminação nuclear", afirmou Lima.

Foto: sputnik

 

A sua posição é endossada por Félix Rodrigues, professor de física da Universidade de Açores. 

"É um inferno que se repete em várias ilhas ocupadas pelos estadunidenses. É um tipo de política de terra queimada. Os problemas vão se acumulando e os governos locais não fazem frente, a população não tem capacidade de fazer frente. Talvez seja o resultado de muita iliteracia científica, de desconhecimento de muitas relações causa-efeito", disse o especialista.

 

Segundo ele, foram verificados diversos locais com um nível de contaminação muito elevado de metais pesados, como chumbo, cobre, zinco e molibdênio. Esses metais, em alta concentração, acabam entrando na cadeia alimentar e provocam esterilidade, diversos tipos de câncer e outros problemas de saúde, alertou o físico.   

 Um dos argumentos apontados pelos residentes de que a base aérea seria a causa dos problemas de saúde das famílias locais é apresentado por Norberto Messias, cientista da Escola Superior de Saúde e da Universidade de Açores, entrevistado pela agência. Segundo ele, as estatísticas oficias apontam que 33% dos casos de câncer do olho nos Açores, por exemplo, são registados/registrados em moradores do concelho da Praia da Vitória, que concentra somente 8% da população do arquipélago. 

De fato, os habitantes relatam casos de famílias inteiras, que moraram nas proximidades da base, com incidência de diferentes tipos de câncer.

Esse é o caso de Madail Ávila, de 34 anos, que morou durante anos praticamente ao lado da entrada da base norte-americana.

"Os meus dois pais faleceram de cancro [câncer] …  A minha mãe com cancro de mama e o meu pai com outro tipo de cancro. Eu, aos 33 anos, também fui diagnosticada com câncer de mama", explicou a moça que destacou ser muito raro que uma família toda da mesma área geográfica tenha problemas de saúde desta natureza.

 

Marcos Fagundes, outro morador da Praia da Vitória, não tem dúvidas de que a causa do problema seja a base dos EUA. "Existem ruas inteiras, nas quais as pessoas de um lado da rua foram diagnosticadas com câncer e do outro lado não. Isso não é normal", alega ele.

Além dos abundantes casos de câncer, os agricultores locais também apresentam queixas. Segundo estes, regiões inteiras em torno da base simplesmente pararam de produzir, se tornaram completamente inférteis. 

Uma das explicações disso, segundo continuou o físico Félix Rodrigues, seria o despejo de combustíveis pelos militares.

"Em 10 anos, 88 mil litros de combustível foram derramados, e isso são dados oficialmente assinalados. E ainda tem aqueles [litros] que não foram assinalados", explica o especialista. Ele alega que o principal problema para combater esse fator reside na falta de legislação no país para tratar da contaminação do solo. Segundo o entrevistado, o nível de contaminação ao redor da base seria 50 vezes maior, do que o permitido em países como Canadá.

 

Inúmeros casos judiciais no EUA, nos quais os soldados processam o governo e o exército por danos à saúde são uma forte evidência disso. Além do histórico dos problemas das bases militares estadunidenses com os governos locais ao redor do mundo.

 

 Ver vídeo (clicar aqui)

 

Temas relacionados:

A argila

Seca: A falta de qualidade da água e a sua saúde (Vídeo)

Ocidente: Má qualidade do esperma dos homens

Poluição do ar em Lisboa-Porto-Braga ultrapassa todos os limites

Ingerir iodo em caso de exposição à radioactividade?

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

Litoral português: Graves problemas na qualidade de água

Se come atum devia saber... 11 factos

Portugal e a saúde: Na cauda da Europa no que diz respeito à despoluição de metais pesados em meio hídrico

A irradiação nos alimentos que come

Confia na água que bebe?

Água: Pertence a todos e é saúde

Cancro: Causas

Radioactividade: Japão (TEPCO) contamina o oceano e o ar

Picos de radiação espalhados pela Europa

Risco de cancro: Aumenta com a comida ultraprocessada

Como vencer tumor maligno no estágio 4

A cura do cancro/câncer passa pela alimentação adequada

Confirmado: Própolis possui efeitos anti-cancerígenos

Própolis verde: Conhece os benefícios para a sua saúde?

Antibiótico própolis: Conhece este poderoso remédio natural?

Água alcalina: Preciosa ajuda contra o cancro

Reflexão: O mau exemplo da moda medicinal de Angelina Jolie

Estudos farmacêuticos segundo o editor The Lancet: Metade são falsos, manipulados ou não confiáveis

GlaxoSmithKline falsificou durante anos dados sobre a (in)segurança de fármacos e andou a pagar luvas a alguns médicos!

A mamografia é inútil na prevenção

Vacina VPH: 3.000 japonesas metem governo e farmacêuticas em tribunal

Metade de 4000 fármacos avaliados são inúteis

Ignorância: A ciência desconhece 99% dos micróbios em nosso corpo

Reflexão da semana sobre a saúde

Porque será que médicos, enfermeiros e assistentes preferem não se vacinar?

Confia no seu médico convencional?

Portugal e a saúde: Na cauda da Europa no que diz respeito à despoluição de metais pesados em meio hídrico

Sondagem: Qual a sua opinião sobre o SNS?

Não existem doenças incuráveis, existem doentes "incuráveis"

Comer frutas e legumes evita graves doenças

Telegonia, o que é?

Sabe como funciona a indústria da doença?

Cebola roxa: Combate o cancro

Corpo humano: Maravilha do Universo

O ADN pode ser reprogramado por palavras e frequências

Confirmado: ADN de Alimentos Geneticamente Modificados são Transferidos para os Humanos que os Ingerem

Cancro/câncer: Qual é pior, cigarros ou a carne?

Bicarbonato de sódio / soda, o remédio caseiro fabuloso das nossas avós

Carne de porco: A carne mais doentia

10 superalimentos

Antibiótico própolis: Conhece este poderoso remédio natural?

Geleia Real: Tantos benefícios

Valor nutricional do cânhamo

Boldo-do-chile

Plantas medicinais e fitoterápicos: substituem as drogas farmacêuticas

Maca peruana: Seus enormes benefícios

Aloe: Planta benéfica para milhões de utilizadores e temida pelas farmacêuticas

Jejum renova as células, diz Nóbel de medicina

Jejum e os seus benefícios

Jejum: Ajuda a reduzir o risco de cancro de mama

Harmonia e saúde: Alimento geral

Cancro: Causas

A mamografia é inútil na prevenção

Pesquisa da USP: "Mamão Papaia" tem acção anti-cancerígena

A quimio(terapia): Propaga novos cancros/cânceres

Médico denuncia: A quimioterapia mata mais do que o cancro

As chinesas desconhecem o cancro de mama por que...

Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

Grávidas que tomam vitaminas e alimentos biológicos reduzem o risco de cancro e autismo

Fiasco dos fármacos devido às diferenças entre as cobaias e os humanos

Cancro da próstata: A evolução da doença é indiferente com ou sem tratamento convencional

Tribunal: O doente deve ter acesso à canábis

Quimioterapia: Falsa esperança para doentes cancerígenos, afirmam médicos

Extracto de soja mata células de cancro/câncer de mama

Vitamina K2, muito relevante para a saúde humana

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Estudo: 42% de quem tem cancro da mama pode evitar a quimio

Boro/borato de sódio/bórax: Uso medicinal alternativo

Metafísica: As causas das doenças no caso de nódulos mamários (benignos e malignos)

No mundo da quimioterapia-radioterapia, nada de novo

Russos desenvolvem produto contra qualquer tipo de cancro

 MTC, Chi Cungue: Mulher curada de cancro da bexiga em menos de 3 minutos

O Pau D´Arco

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

Medicamentos falharam, o óleo de cânhamo ajudou

Cura do cancro! FOSFOETANOLAMINA cura o cancro?

Quimioterapia: Prejudica a memória, a concentração e a função cerebral e também mata

Telemóvel/celular: O perigo para a sua saúde, de dia e de noite

Prata coloidal: Sabe o que é e para que serve?

MMS: Sabe o que é e para que serve?

Bicarbonato de sódio / soda, o remédio caseiro fabuloso das nossas avós

Bórax/Boro/Borato de sódio: Uso medicinal alternativo

Água oxigenada: Usos e benefícios

Urinoterapia

 

Fonte:

Sputnik

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




24 comentários

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:06

A mim nada me admira, os amerdicanos por onde passam deixam um rasto de destruição e assim é nos Açores.

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:18

os ianques deviam ser todos expulsos dos açores

De Anónimo a 02.03.2018 às 15:35

os americas nunca fizeram nada de jeito são trapaceiros como sempre foram.

De Anónimo a 01.03.2018 às 20:12

É assim por onde passam os americonas deixam um rasto de destruição mas os vassalos tugas quando é que os mandam embora? Ontem já era tarde.

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:12

Pois. Que é que se esperava dos americanídeos?

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:19

trampa apenas trampa se pode esperar dessa corja eua.

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:13

O solo português está contaminado por piratas ianques e o mar não está nada melhor.


Malditos ianques.

De Anónimo a 09.03.2018 às 15:31

O parlamento português deve votar, no próximo dia 23, cinco projetos de resolução que recomendam ao governo ações imediatas para solucionar o problema causado pela atividade da Base das Lajes, na Ilha Terceira, arquipélago dos Açores.
O centro da Força Aérea norte-americana é apontado como responsável pela contaminação da área com substâncias tóxicas.
As medidas propostas pelos partidos já passaram pela comissão do parlamento específica para assuntos de meio ambiente. O presidente da comissão, deputado Pedro Soares, explica que "tem havido reconhecimento, por parte das autoridades dos Estados Unidos, sobre o problema, mas não tem havido ainda uma resposta afirmativa e concludente sobre a necessidade de se avançar com um processo de descontaminação".

De acordo com o professor António Félix Rodrigues, da Universidade dos Açores, a contaminação "atinge o solo de algumas áreas residenciais, parte do aquífero basal da zona leste da ilha e já contaminou pelos menos dois furos de captação da água da cidade próxima da base, bem como os poços de várias habitações". As substâncias poluentes identificadas até agora são vários hidrocarbonetos e metais pesados, como chumbo, zinco e cobre.

A presença destes tóxicos tem sido associada a um aumento do número de casos de câncer na ilha. O professor explica que são substâncias que podem entrar no organismo através da respiração, do contato com a pele e por via oral. Ainda de acordo com Félix Rodrigues, a contaminação do solo e aquífero da ilha "ocorreu por acidente em alguns casos, por aterro intencional de substâncias perigosas, por atividades relacionadas com treinos militares, por atividades industriais norte-americanas de caráter comercial e, em outros casos, por incompetência técnica".
O presidente da comissão do meio ambiente do parlamento é claro sobre a urgência de uma solução. "No caso de as autoridades norte-americanas não se disponibilizarem a curto prazo para enfrentar o processo de descontaminação, que sejam as autoridades portuguesas a fazê-lo, sem prejuízo de virem a reclamar o ressarcimento das despesas às autoridades americanas. O que não podemos é ficar impotentes perante uma situação que é grave em termos ambientais, sociais e econômicos", afirma o deputado Pedro Soares.
https://br.sputniknews.com/europa/2018030910695268-acores-base-de-lajes-contaminacao-toxica/

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:15

Aposto que os americães já poluiram os Açores com radioatividade nos anos 60

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:22

Realmente há muitos anos que oiço e leio sobre essa triste realidade da contaminação radioativa deixada pelas tropas ianques.
O problema são os sucessivos governos que nada têm feito para mandá-los regressar ao chiqueiro de onde eles vieram.

De Anónimo a 02.03.2018 às 10:05

a proteção civil não funciona nos açores?

De Anónimo a 01.03.2018 às 19:25

Coitados dos açorianos no que eles estão metidos, umas ilhas tão bonitas e conspurcadas por esses estrangeiros.

De Anónimo a 01.03.2018 às 20:36

E a água nos Açores também não está contaminada?

De Anónimo a 01.03.2018 às 22:09

Os ianques também deixaram no mar dos Açores um submarino afundado em 1968, a largar radioatividade.
Ainda acham os Açores lindos com tanta radioatividade açoriana.

De Roberto Pires a 01.03.2018 às 22:33

Este comentário está dividido em 2 partes por ser grande demais!

PARTE 1:
Tem ai falta de coerência de informação enganosa, "Estamos em 22 mil [partículas alfa]. Vamos fugir daqui, pois já estivemos por tempo demais", qual a unidade aqui?? rads? Sieverts?
Não é só espalhar informação e esperar que todos cheguem a mesma conclusão, digo que este Post só vai estragar ainda mais a reputação da ilha sem dizer detalhes suficientes.

Deixo já aqui várias questões com algumas informações.
Esse numero "22 mil [partículas alfa]", refere-se a que???
O Homem andou a contar as partículas?
Se não, fico com duvidas se o homem realmente andou a estudar o assunto, eu nem sei de nada mas quando vi esse numero fiquei assustado (óbvio...) e fui procurar alguma informação.
"Background radiation is the ionizing radiation present in the environment", por ai tudo bem, existe naturalmente a níveis baixos, além de outros que já sabemos, nucleares etc etc. (Source: https://en.wikipedia.org/wiki/Background_radiation)

Depois fui procurar unidades que existem para medir radiação, existem:
Rads (caio em desuso quando Sieverts apareceram) e Sieverts (Source: https://www.iitk.ac.in/ibc/RadiationUnits.pdf e https://en.wikipedia.org/wiki/Rad_(unit) )

Quando vejo que existe unidades para medir reactividade fico logo a pensar:
"22 mil [partículas alfa]" = 22 000 Sv???
Nunca podia ser Rads visto que está em desuso, e se o equipamento ainda faz
leituras em Rads, este deve ser actualizado antes de fazer noticias.
Se mais nenhuma unidade é valida para tais leituras vou assumir que a unidade aqui vai ser os 22 000 Sv.

Segundo o diagrama neste link: https://xkcd.com/radiation/ verificado por vários governos em Chernobyl no momento de explosão lançou 50 Sv (Quadrados em amarelo), mas podemos verificar no anterior (Vermelho), que basta 8 Sv para ser umas dose fatal nem medicação cura, agora 22 000 Sv...., a pessoa morreria e nem sabia.

Agora sobre o cancro, as pessoas olham para o cancro como uma grande coisa, realmente sim, infelizmente muitos conhecidos são apanhados por tal coisa, mas o que é o cancro?
O Cancro pode ser definido se uma célula no corpo no momento de replicação esta passa informação deficiente para a célula replicada, como podemos verificar no wikipédia (Não venham com tretas que o wikipédia não tem informação correta senão as escolas de todo portugal de ensino primário, 2º e 3º ciclo o usão para ir buscar informação e se o wikipédia esta incorrecto então aproveito a apontar que todos os professores de portugal estão a ensinar incorrectamente e o meu ensino também foi incorrecto) "Câncer (português brasileiro) ou cancro (português europeu), também conhecido como neoplasia maligna, é um grupo de doenças que envolvem o crescimento celular anormal, com potencial para invadir e espalhar-se para outras partes do corpo, além do local original." (Source: https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2ncer) , como podemos verificar basta alguma coisinha que o cancro pode aparecer e no dia a dia milhares (ou mais ou menos mas não sou Dr. para saber o numero relativo correto) de células novas são criadas, todos nós temos doenças certo?, bem o nosso corpo pode ajudar a limpar algo minúsculo, mas quando se espalha, ai já fica complicado.

Agora tempo para uma OPINIÃO minha, eu não vou a hospitais, nem tomo medicamentos aos montes (ainda bem), verdade que ajuda para manter uma pessoa viva, mas lembrem-se que tomar medicamentos todos os dias em grandes quantidades (publico alvo idosos que tem mais de 6 comprimidos por dia), estão a alterar a química do corpo tomando isso tudo, e a questão é: Se alteram a química do corpo toda para que serve o sistema imunitário?, para ocupar espaço?, tomando isso tudo faz com que o corpo se habitue ao uso de medicamentos e se a pessoa deixar de tomar VAI fazer falta.
Por favor, não vão a hospitais por tudo e por nada, ocupam recursos humanos preciosos, febre,constipação,gripe,etc tudo isso pode ser tratado em casa e talvez apenas uma boa soneca em silencio(acreditem isto já me ajudou muita vez) resolve o problema (aqui entra a parte do sistema imunitário onde fica mais ativo em sono profundo).

De Medicinas Alternativas a 02.03.2018 às 09:07

Caro Roberto Pires,

o engano é seu se vive na ilha Terceira e desconhecia a contaminação que já se efectua há décadas. Nada de novo meu caro quanto à base das Lages e respectiva contaminação.
Até porque desde 1968 se afundou um submarino nuclear estadunidense no mar dos Açores e decerto que ele não está a libertar usd.
Pela base das Lages certamente já passaram vários aviões com material nuclear, daí a contaminação possível ser uma realidade tanto como em várias outras das quase 1000 bases estadunideneses espalhadas pelo mundo.
Recebo alertas via c.e. de leitores a alertarem-me para altos níveis de radiação em Portugal, tanto no ar como na água/mar.
Se quiser adquirir um aparelho desses que mede a radiação, salvo erro a partir de 250 euros já se encontram aparelhos razoáveis que medem a radiação, Alfa, Beta e Gama.
A radiação Gama é a pior pois atravessa facilmente o granito, a Alfa é a mais fácil de "travar".
Existem várias unidades de medicção da radiação, uma delas e mais actual é a em µSv/h ou mSv. Há aparelhos que medem em milisievert ou em sievert. Portanto neste caso serão 22.000 partículas Alfa em mSv ou 22 Sv.

Dou-lhe alguns exemplos de memória que retenho ainda:
0,01-0,03 Millisievert: É a dose que se recebe dos novos aparelhos de raio-x ao tórax se esses aprelhos estiverem bem calibrados e com a manutenção adequada em dia

dose mínima de 0,1 Millisievert: Dose que se recebe num voo de Munique - Tóquio

2 Millisievert per annum: média anual que um técnico de saúde recebe na Alemanha com os aparelhos de medicina convencional

10-20 Millisievert: é esta dose que se recebe numa tomografia computorizada

22.000 Sv, é de facto uma dose elevadíssima e se as pessoas não tomaram previdências medicinais certamente irão sofrer graves consequências a médio prazo.

Bom fim de semana

De Roberto Pires a 02.03.2018 às 10:30

O saber da contaminação eu já sabia, não sei onde no meu comentário original eu disse que não sabia.

Sobre a medição estou esclarecido, então o resultado será 22 Sv, actualize o seu Post de forma a não induzir mais ninguém em erro.

Mesmo assim se 8 Sv mata mesmo com medicação porque 22 Sv não mata todos há volta??

Encontrei outra coisa, 1 Sievert(Sv) = 1 Gray(Gy), entao 22 Sv = 22Gy (Source: https://www.megacurioso.com.br/radiacao/27400-o-que-acontece-conosco-quando-somos-expostos-a-radiacao-.htm), "Com exposições entre os 8 e 30 Gy, você começará a apresentar sintomas severos de náusea e diarreia depois de uma hora, morrendo entre dois dias e duas semanas mais tarde." (Source: https://www.megacurioso.com.br/radiacao/27400-o-que-acontece-conosco-quando-somos-expostos-a-radiacao-.htm ), a citação ainda mais reforça a minha ideia dos fatais 22 Sv que mata entre 2 a 14 dias.

De Medicinas Alternativas a 03.03.2018 às 10:30

Caro Roberto Pires,

é você que escreveu "eu nem sei de nada" portanto deu a entender que desconhecia uma já antiga realidade noos Açores, a contimanção por radiação.
Essa radiação, como devia saber, pode ser medida em (SI) em Bq, Gy, Sv ... há mais medidas fora do SI.

Anteriormente, dei-lhe alguns exemplos da radiação emitida, do SI, em mSV, portanto está absolutamente correcto os valores apresentados.
Até porque muitos dos aparelhos apresentam os valores em mSv.

No seu dia a dia tem medidas de peso que são T, Kg e g. Não vai dizer ao seu merceeiro que pretende 0,0000055 T de pevides de abóbora pois não?


Eu se morasse na Terceira, tentaria adquirir um aparelho/contador Geiger-Müller e iria medir os valores Alfa, Beta e Gama in loco perto da base ianque. É o que têm feito alguns açorianos que me enviam os valores.

Bom fim de semana

De Medicinas Alternativas a 02.03.2018 às 09:08

De facto, pelo menos para mim, o Wikipedia não é nenhuma referência e por isso não o uso.

De Medicinas Alternativas a 02.03.2018 às 09:31

Caro Roberto Pires,
outro perigo, - além da base das Lages e do submarino nuclear afundado no mar dos Açores - é o facto de muitos alimentos na UE serem irradiados, portanto os consumidores ingerem alimentos com vários mSv acima do normal.

Se quiser pode ler aqui, quais os alimentos e quais as consequências desse facto:
http://as-medicinas-alternativas.blogs.sapo.pt/a-irradiacao-nos-alimentos-que-come-232241

A juntar-se a isto, há o facto de as pessoas terem feito exames do tipo raio-x com máquinas com pouca ou quase nenhuma manutenção adequada e daí não ser surpreendente haver pessoas com cancro de pulmão, que nunca fumaram nem viveram em centros urbanos.
Não esquecendo o facto de tumores, na medicina convencional, levarem com a radioterapia...

Abraço

De Anónimo a 02.03.2018 às 10:07

você é sempre assim distraído?

De Roberto Pires a 01.03.2018 às 22:34

PARTE 2:
PARA QUÊ IR A UM HOSPITAl OCUPAR TEMPO PRECIOSO DE UM MEDICO QUE PODIA ESTAR A OPERAR UMA PESSOA PARA DEPOIS NO FINAL SER RECEITADO CARTEIRAS "Paramolan C" ou "Aspirina", OU OUTROS DO GÉNERO......

PS. Lembrem-se esta parte foi uma OPINIÃO MINHA se querem a mudar não venham com as vossas opiniões, uma opinião só perde contra factos reais.
Se algo que eu disse está errado apresentem ligações de estudos legítimos que corrigem precisamente o que querem corrigir.

Fico por aqui que já passa de 3 horas de investigação e escrita para este blog que encontrei por acaso pelo google usando a pesquisa "radioactividade terceira".

Ligação para o Post completo: https://pastebin.com/vJRbjWeB

De Medicinas Alternativas a 02.03.2018 às 09:35

É a sua opinião e respeito-a, no entanto não vejo nenhuma relação com o tema do artigo, a saber «Níveis de cancro altíssimos nos Açores devido à radioactividade».

Bom fim de semana

De Medicinas Alternativas a 03.03.2018 às 14:18

Segue um vídeo sobre a radiação e a respectiva medição da radioactividade nos Açores.

https://video.img.ria.ru/Volume42/Flv/2018/02/28/2018_02_27_AZORESPT_ot2su2ou.je2.mp4

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT