Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Dang Gui/Dong Quai (Angelica sinensis) é uma planta medicinal também conhecida como angélica-chinesa, ginseng-feminino, ginseng-para-mulheres, dang gui, don quai, toqi chinês, dentre outros nomes populares. Ela pertence à família Apiceae.

 

Foto: infotoga

 

Benefícios da planta Dang Gui

Na MTC - Medicina Tradicional Chinesa, a raiz da Dang Gui/Dong Quai é utilizada principalmente para regular ciclo menstrual das mulheres, bem como tonificar o organismo feminino. A raiz também pode amenizar os sintomas da artrite reumatóide, bem como diminuir a pressão sanguínea nas artérias, o que ajuda a diminuir o fluxo de sangue entre as batidas do coração. A raiz pode ser usada em forma de pó, desidratada e em fatias, bem como o extracto líquido. São feitos extractos secos e decocções, bem como óleos extraídos da folha seca.

 

Testada em pessoas, observou-se que a Dong Quai produz a redução da formação de placas nos vasos sanguíneos e nas paredes das veias, portanto, podendo ser utilizada como agente preventivo contra os enfartes/infartos do miocárdio, bem como a hipertensão e a angina. Os polissacarídeos encontrados na raiz podem ser capazes de aumentar as habilidades das células auto-imunes do organismo de destruírem células cancerígenas, o que torna a planta alvo de pesquisa como um tratamento em potencial para o câncer e o HIV. Pode controlar o desenvolvimento de fungos, vírus e bactérias, e raízes pulverizadas da planta já foram utilizadas com eficácia no tratamento da Herpes Zóster.

 

Os profissionais da medicina herbal chinesa usam a Dong, há milhares de anos para fortalecer o coração, os pulmões e o fígado e, actualmente, a Angelica sinensis é utilizada amplamente pela população do país como tónico e tempero para diversas receitas.

 

Propriedades da Dong Quai para a saúde da mulher
A raiz de Dong Quai é amplamente utilizada como medicamento para regular o ciclo menstrual e também serve de auxílio para minimizar as dores de cabeça durante o período da menstruação, além das cólicas menstruais. Em alguns lugares do mundo, é dado a mulheres depois do parto para ajudar prevenir hemorragia pós-parto, além de proporcionar mais força a mulher. Melhora a qualidade e circulação do sangue, assim como também dispersa a congestão na região pélvica. Também ajuda a nutrir tecidos vaginais e embeleza a pele.

 

No tratamento da tensão pré-menstrual (TPM), é extremamente útil para controlar o sangramento. Também possui aplicações para os processos de recuperação advindos do parto, bem como a fadiga e a vitalidade baixa das mulheres que passaram pela gravidez. Os fitoestrogênios contidos na planta são utilizados pela medicina tradicional chinesa para conter os sintomas associados à menopausa, como os fogachos e outros. Geralmente, seu uso é feito em combinação com outras ervas, e é muito benéfico para a menopausa por inteiro, bem como para os ciclos menstruais.

 

Contra-indicações da Dong Quai
O uso da planta quando não é adequada à síndrome da paciente/doente, pode provocar dores no estômago, náuseas e vómito quando realizado por períodos longos. Pessoas que têm alergia aos alimentos da família do aipo devem evitar o consumo pela possível ocorrência de alergias na pele. Não deve ser consumido juntamente aos anti-coagulantes e drogas farmacêuticas que aumentam o risco de sangramento. Mulheres grávidas e que estão em período de amamentação não devem fazer uso da substância.

 

História e curiosidades
A Angelica sinensis é considerada ter uma natureza quente e doce, ácida e de gosto amargo, com tropismo na Coração, Fígado e Baço, sendo uma das plantas mais utilizadas na MTC. A dose varia entre 4,5 g e as 14 g. Fortalece o Xue (vitalidade do sangue) e trata disfunções hormonais nas mulheres. A libido feminina também sai beneficiada.

 

Trata-se de uma planta perene que pode crescer até dois metros e produz flores brancas ao longo do início do verão.

É encontrada amplamente na China, tendo sido cultivada por mais de 1500 anos nas regiões ao oeste da China. Cresce geralmente de maneira selvagem, sendo tipicamente encontrada em rios, próxima à costa perto do mar e em regiões montanhosas e (h)úmidas.

 

 

Temas relacionados:

Bochechar óleo: Cura bucal

A planta medicinal Unha-de-gato: 16 benefícios

Benefícios de comer as uvas com grainhas

Prata coloidal: Sabe o que é e para que serve?

O óleo de coco, 10 benefícios

O Pau D´Arco

Planta usada na MTC mata vírus da SIDA

Francesa é mais um caso de regressão do HIV mesmo sem tomar fármacos há 12 anos

A alimentação segundo a MTC - Medicina Tradicional Chinesa

Tai Chi é eficaz como exercício de reabilitação cardíaca

Manter a saúde: 11 Ervas e Especiarias

As chinesas desconhecem o cancro de mama por que...

Cozinha chinesa: Benefícios

MTC, Chi Cungue: Mulher curada de cancro da bexiga em menos de 3 minutos

Problemas renais devido à carne

Schisandra: Fruto silvestre de cinco sabores

MTC: Chi, o que é isso ?

 

Fontes:

MTC

Leitfaden TCM

Medicina Natural

Zentrum der Gesundheit

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas, de rastos químicos e de pesticidas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."


1 comentário

De Anónimo a 23.03.2018 às 19:09

boa planta

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Ajude o seu fígado


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor



Sondagem

Confia nas vacinas?
 
pollcode.com free polls





Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!


BPT


fb