Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Manter a saúde mental e emocional é um processo diário e que pode ser alcançado através de atitudes simples e que estão ao alcance de (quase) todos.

Para ter uma vida melhor é preciso estar com a saúde em dia. E ao falar de saúde não se deve pensar apenas numa abrangência física. O organismo humano é um todo composto por aspectos fisiológicos, mentais, emocionais e espirituais. Portanto, para estar com uma boa saúde é preciso considerar esses quatro aspectos. Hoje falaremos sobre a saúde mental e emocional e relacionar dicas para mantê-las.

De acordo com Wilfredo Rodriguez, em seu artigo “Como manter a saúde mental”, na página cibernética Saúde e Lar, afirma que saúde mental “consiste numa relação equilibrada entre as emoções (sentimentos), atitudes (pensamentos) e acções (comportamentos)”. Sendo assim, deduzimos que a mente e a emoção andam bem próximas. Muitas são as causas que podem ocasionar problemas mentais, dentre eles traumas psicológicos do passado, situações de forte desequilíbrio emocional e também outras causas de cunho genético. Todos nós estamos passivos a ter comprometimentos mentais, assim como podemos adoptar comportamentos preventivos para nos manter saudáveis, tanto no aspecto mental como emocional.

Saúde emocional não é a mesma coisa que saúde mental, mas ambas estão relacionadas, afinal, uma pessoa mentalmente doente não pode estar emocionalmente saudável. Na verdade, muitas vezes são os problemas de ordem emocional que causam as complicações mentais. Por isso é muito importante cuidar tanto de uma como de outra. Veja como a OMS (Organização Mundial de Saúde) define saúde emocional:

“Saúde emocional é um estado de bem-estar onde o indivíduo realiza suas próprias habilidades, lida com os factores estressantes normais da vida, trabalha produtivamente e é capaz de contribuir com a sociedade.”

Algumas pessoas se encontram em estágios onde é indispensável a interferência de um profissional, mas quando não é este o caso, pode-se evitar que muitos problemas surjam no decorrer da vida. E não são atitudes difíceis. Na verdade, todos nós podemos adoptá-las no dia a dia.

 

Melhore o pensamento

O pensamento actua como um ponto de partida. Pensamos, sentimos e depois exteriorizamos. Nossas emoções vêm do pensamento. Se alimentarmos hábitos negativos, ou melhor, pensamentos negativos, eles irão com o tempo se tornar uma realidade, seja através de palavras ou de acções. Se você quer ter saúde mental e emocional evite o negativismo.

 

Seja optimista

Adopte pensamentos de esperança e optimismo, mesmo quando a situação não for favorável. Lembrando que este é um processo diário e que deve ser mantido em todos os segmentos, seja no lar, no trabalho ou em sociedade. Da mesma forma que acostumamos e ficamos viciados com o negativo, acontece com o positivo, basta praticar.

 

Faça o que gosta

É preciso ter satisfação na vida. Ela é uma emoção que faz com que a pessoa sinta bem-estar, amor por si e pelos outros. Ter um passatempo, fazer uma actividade física, sair com os amigos ou com a família, todos esses são hábitos que geram satisfação e vontade de desfrutar bem os prazeres da vida.

 

Evite o isolamento

A solidão é uma experiência que deve ser vivida dentro dos seus limites e é necessária muita maturidade para isso. Mesmo que você goste dos seus momentos de solidão, nunca deixe ultrapassar a normalidade. Procure pessoas, faça amigos, esteja com eles, converse, se distraia.

 

Tenha sonhos e objectivos

Os sonhos alimentam nossa alma, nos faz ter vontade de viver e predisposição para a felicidade. Pense no que você quer conquistar, anote suas metas, estabeleça prazos. Ocupe-se com os seus sonhos e corra atrás deles.

Na verdade existem muitas formas de prevenir problemas de ordem mental e emocional. Neste artigo relacionamos o que é indispensável para o equilíbrio neste aspecto. Muitos hábitos podem ajudar como ter um animal de estimação, estabelecer um diálogo saudável em família, estudar, fazer parte de um grupo, enfim, são muitas as possibilidades e isso pode variar de acordo com cada pessoa. O que importa é ter a consciência de que o cuidado é a chave para uma boa saúde. Não dê muita importância ao que é negativo, não comprometa sua saúde alimentando raiva e ressentimentos. Lembre-se que a harmonia parte do comportamento de cada um de nós.

 

Algumas das emoções frequentes:

+ Agressão vs. Tolerância

+ Ansiedade vs. Calma

+ Apatia vs. Empatia

+ Dependência vs. Autonomia

+ Emoções vs. Lógica

+ Pessimismo vs. Optimismo

 

Temas relacionados:

Ansiedade em jovens afecta a pele e a depressão o estômago

Metafísica: As causas das doenças no caso de nódulos mamários (benignos e malignos)

Oligoelemento crómio (Cr) e sua importância para a saúde

AVC: Acidente Vascular Cerebral cada vez mais comum entre os jovens

Os florais de Dr. Bach, para que servem?

Antidepressivo aumenta o risco de suicídio em 800% !

Harmonia e saúde: Alimento geral

Falhas na memória exigem investigação

Jejum renova as células, diz Nóbel de medicina

Psiquiatra afirma que antidepressivos não são tão eficazes

Dores: Relação com os sentimentos e emoções

O ADN pode ser reprogramado por palavras e frequências

Cada um possui o poder de se curar

O poder da mente

Saibamos escolher os pensamentos adequados para a nossa cura

O Taoísmo e a Alquimia

 

Fonte:

Lidiane Franqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix




A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT