Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tabletes de iodo ajudam a prevenir câncer/cancro na tireoide em caso de exposição à radiação nuclear, mas não protegem contra todos os materiais radioativos.

Imagem: DW

 

 

O corpo humano não produz iodo e, para obter esse mineral essencial para o organismo, precisa de ajuda externa. Ele é adquirido por meio da alimentação e usado pela glândula tireoide na produção de hormônios que controlam diversas funções e atuam, até mesmo, no desenvolvimento do cérebro.

 

Se a tireoide/tiróide não funciona

A deficiência de iodo causa o hipotireoidismo/hipotiróidismo. Os sintomas aparecem lentamente: dificuldade de concentração, cansaço frequente e falta de energia. Nervosismo, distúrbios do sono ou aumento da transpiração são outros sinais da doença. Todos esses sintomas, no entanto, têm algo em comum: não indicam claramente e de forma evidente a disfunção na tireoide.

Muito ou pouco

No hipertireoidismo, a tireoide produz uma quantidade excessiva dos hormônios/hormaonas tiroxina e triiodotironina. Eles são responsáveis pelo metabolismo e circulação, regulam o crescimento e também o psicológico.

O hipertireoidismo causa muitas vezes o bócio, doença conhecida popularmente como papo ou papeira, que surge com o aumento do tamanho da tireoide. Na parte da frente do pescoço, na região da laringe, ocorre uma espécie de inchaço, que é um sinal de que a produção hormonal não vai bem.

 

Por que iodo em caso de radiação nuclear?

No caso de um acidente nuclear, o iodo radioativo é uma das primeiras substâncias que escapam. Ele pode ser absorvido pelo ar, alimentos e até mesmo pela pele, e é armazenado naturalmente na tireoide. O iodo radioativo é cancerígeno e ataca as células do tecido desta glândula.

O iodeto de potássio também se armazena na tireoide. Se for administrado em comprimidos de altas doses, a glândula ficará sobrecarregada e não conseguirá mais absorver iodo – nem o inofensivo e nem o radioativo.

Se o iodo bom for administrado de forma suficiente, não haverá, portanto, espaço na tireoide para o iodo ruim (radioativo). Ao não conseguir se acumular na glândula, a substância é eliminada pelos rins.

Os comprimidos de iodo, no entanto, não protegem contra outras substâncias radioativas. É inútil tomá-los de forma preventiva, ou seja, antes de um acidente nuclear, pois a tireoide armazena o mineral apenas por um determinado período. A ingestão desnecessária deste mineral em doses elevadas pode ser até perigosa. Na Alemanha, muitas pessoas já sofrem de hipertireoidismo.

 

E se acontecer alguma emergência?

Em caso de acidente nuclear, o ministério alemão do Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU) recomenda a ingestão de comprimidos de iodo pela população que vive num raio de até 100 quilômetros da usina atingida.

Mais importante ainda é tomá-los no momento correto: o bloqueio fornecido pelo iodo é mais potente se os tabletes forem tomados imediatamente antes ou durante o contato com o iodo radioativo.

Foto: Pravda-TV

 

 

Obs.:
"Autoridades alemãs distribuem iodo por medo de desastre nuclear
Medida preventiva visa proteger moradores de área na fronteira com a Bélgica, próxima a controversa usina nuclear. Inspeções recentes revelaram centenas de danos à estrutura de reator belga. (2017/08/31)"

 

Grande parte dos reactores nucleares da Europa já ultrapassaram a sua vida útil e todos os anos se juntam novos reactores obsoletos.

Diversos países como a Alemanha, Luxemburgo, Suíça. Rússia, China e pouco mais, recomendam à população que usem ou tenham em casa comprimidos de iodo. Isto já acontece há alguns anos. Porquê? Por receio de um desastre em alguma central nuclear ou até mesmo de uma guerra nuclear na Europa.

E nos países latinos, a população é carne para canhão?

Os rastos químicos na atmosfera também não beneficia em nada a natureza nem a saúde humana.

 

Temas relacionados:

 - Chlorella: Super-alimento que também serve para desintoxicar

Litoral português: Graves problemas na qualidade de água

Se come atum devia saber... 11 factos

Radioactividade: Japão (TEPCO) contamina o oceano e o ar

Picos de radiação espalhados pela Europa

Argila Bentonita: Benefícios e formas de usar

Quimioterapia: Milhões de pessoas falsamente diagnosticadas

A irradiação nos alimentos que come

21 sintomas comuns na Tiróide de Hachimoto

Tiróide: T3 Reverso

Substâncias que destroem a tiróide

Rastos químicos: Governo Federal da Alemanha reconhece ter utilizado a geo-engenharia (vídeos)

 

Fonte:

DW

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix



4 comentários

De Zé POVINHO a 08.09.2017 às 15:25

Em Portugal nada se faz e deixa-se o povo ao deus dará como se fosse carne para canhão apesar de haver dias de altos níveis preocupantes de radioatividade.

De Tiago a 08.09.2017 às 15:45

Os governos são coniventes com toda a situação e fazem questão de não informar as populações.

De Sofia Neves a 08.09.2017 às 16:30

Em Portugal a ineficácia da Proteção Civil chega a ser muito aflitiva. Não há um plano para nada.

De infos a 09.10.2017 às 13:48

A Agência Federal de Proteção Radioativa alemã (BfS, na sigla em alemão) anunciou que uma fonte potencial do aumento recente do nível de radiação do ar na Europa pode estar algures na Europa. A declaração foi publicada no site da agência.
De 29 de setembro a 3 de outubro, a BfS registrou um pequeno aumento de radiação na Europa. Em particular, nas amostras do ar alemão e austríaco foi encontrada a substância radioativa rutênio-106 a um nível nada seguro para vida e saúde da população. O rutênio-106 é utilizado na radioterapia para criar mais cânceres, por isso se chama a radioterapia a terapia da morte.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT