Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os doentes, de cancro, têm agora uma esperança de terem ao seu lado um forte aliado, a graviola!

 

De polpa esbranquiçada e de sabor agridoce e agradável, semelhante à fruta de conde (pinha), a graviola é muito apreciada também por suas propriedades medicinais.

Da família das Anonaceas, a gravioleira, Annona muricata L., poderá ser oriunda da Amazónia, difundida nas regiões tropicais das Américas, África e Ásia. A graviola é encontrada tanto na forma silvestre como na forma cultivada, em altitudes que variam do nível do mar a 1.120 m, distribuídas das Caraíbas ao México, África e Brasil. É muito frequente no Brasil, sendo a Venezuela o maior produtor da fruta.

A gravioleira é uma árvore que pode atingir de 6 a 8 m de altura, de folhas grandes e verdes na face superior e esbranquiçadas na inferior. Seu fruto é grande e contém glicídeos, proteínas, lipídios, assim como vitaminas B e C, sais minerais como fósforo e potássio. É adstringente, colagoga, digestiva e vermífuga. Suas folhas em infusão, são usadas no combate à diarreias, diabetes e aplicadas como cata-plasma, são também anti-inflamatórias em caso de papeira.

Suas flores, que surgem directamente do tronco, são peitorais, por isso muito usadas em chás nos casos de gripes e expectoração bronquica. Sua polpa também é muito usada em geleias, xaropes, tortas, gelados e sorvetes.

No Brasil, é conhecida também como Jaca-de-pobre, Jaca-do-pará, Coração-de-rainha, Araticum-de-comer, Coração-da-india. Em Portugal, é conhecida como anoneira.

 

Graviola/Anoneira - mata o cancro/câncer
Há uns anos 1 médico alemão declarou que a graviola é 100 vezes mais poderosa que a quimioterapia. A planta contém um princípio chamado acetogenina que mata vários tipos de "tumores mais rápido que a melhor droga farmacêutica usados nos hospitais e com o benefício de não ter nenhum efeito secundário".

 

Pesquisas sobre o uso da graviola no combate ao cancro/câncer

Estudo conduzido na Universidade Católica da Coreia, revela que 2 químicos extraídos da semente de graviola mostram resultado compatível com a medicação quimioterápica Adriamicina, quando usada em tumores malignos de mama e cólon, em tubos de ensaio.

Já outro estudo promissor publicado no "Journal of Natural Products", mostra que a graviola não é só comparável a Adriamicina, mas com resultado melhor em testes de laboratório, sendo 10.000 vezes mais eficiente que a droga farmacêutica Adriamicina.

O que é bem interessante é que além de ser altamente eficiente na destruição de células cancerosas, é bem selectiva, não intervindo nas células normais – ao contrário das medicações quimioterápicas, que destroem células cancerígenas e células boas também – sem gerar os efeitos colaterais das quimios com destruição de células de reprodução, cabelo e células do intestino. Como se sabe, é isso que causa os devastadores efeitos colaterais como queda de cabelos, náuseas e por vezes a morte.

 

Farmacêuticas tentaram patentear as propriedades desta fruta

Há uns anos atrás, um grande laboratório da indústria farmacêutica iniciou uma extensiva pesquisa independente com a graviola. Eles observaram que certos extractos da árvore atacam e destroem células cancerígenas.

Como os extractos naturais não podem ser patenteados, o laboratório tentou desenvolver uma cópia sintética que tivesse os mesmos efeitos. Após mais de 7 anos de pesquisas herméticas, os pesquisadores dessa empresa concluíram que eles não podiam reproduzir as propriedades naturais dessa árvore com substâncias patenteáveis. Assim, desistiram do projecto, pois se não podem obter lucros com o produto, preferem cancelá-lo, como fazem habitualmente.

 

Temas relacionados:

As chinesas desconhecem o cancro de mama por que...

Cancro: Causas

O mar é fonte de produtos naturais antitumores

Cancro da próstata: A evolução da doença é indiferente com ou sem tratamento convencional

Quimioterapia: Falsa esperança para doentes cancerígenos, afirmam médicos

Extracto de soja mata células de cancro/câncer de mama

MTC, Chi Cungue: Mulher curada de cancro da bexiga em menos de 3 minutos

A mamografia é inútil na prevenção

Dente-de-leão: Extracto mata células cancerígenas da leucemia, da próstata e melanomas resistentes à quimio

Estudo: 42% de quem tem cancro da mama pode evitar a quimio

O Pau D´Arco

Quimioterapia: Milhões de pessoas falsamente diagnosticadas

Estudo: Gengibre natural é 10.000 vezes mais eficaz no combate ao cancro que a quimioterapia

No mundo da quimioterapia-radioterapia, nada de novo

Porquê continuar com a quimioterapia/radioterapia se em 97% das vezes não resultam?

Estudo sóbrio sobre a quimioterapia

 

 

Zentrum der Gesundheit

Kopp-Verlag

European Journal of Cancer 2008 Jun

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas, de rastos químicos e de pesticidas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Ajude o seu fígado


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor



Sondagem

Confia nas vacinas?
 
pollcode.com free polls





Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!


BPT


fb