BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Fruto: Pitanga

27.03.18

Seu nome em tupi-guarani - pirang - significa vermelho. Usada pelos índios e depois pelos colonizadores, a espécie se espalhou chegando ao México e até mesmo a alguns países asiáticos. A fruta está lotada de vitamina C. As folhas, por sua vez, têm vários efeitos terapêuticos, inclusive acção bactericida contra micro-organismos como o Staphylococcus aureous. Estudos sugerem ainda uma acção na prevenção do câncer/cancro.

Imagem:saude.abril

 

Nome científico: Eugenia uniflora L. 

 

Família: Myrtaceae

 

Sinónimos botânicos: Eugenia brasiliana (L.) Aubl., Eugenia costata Cambess., Eugenia indica Nicheli, Eugenia lacustris Barb. Rodr., Eugenia michelii Lam., Eugenia microphylla Barb. Rodr., Eugenia parkeriana DC., Myrtus brasiliana L., Plinia pedunculata L. f., Plinia rubra L., Stenocalyx affinis O. Berg, Stenocalyx brunneus O. Berg, Stenocalyx dasyblastus O. Berg, Stenocalyx glaber O. Berg, Stenocalyx impunctatus O. Berg, Stenocalyx lucidus O. Berg, Stenocalyx michelii (Lam.) O. Berg, Stenocalyx strigosus O. Berg, Stenocalyx uniflorus (L.) Kausel 

 

Outros nomes populares: cerejeira-brasileira, ginja, pitanga-branca, pitanga-do-mato, pitanga-rósea, pitanga-roxa, pitanga-vermelha, pitangueira, pitangueira-comum, pitangueira-miúda, pitangueira-vermelha, pitanga (espanhol, castelhano), cereza cuadrada, cereza de Cayenne, cereza de Surinam, guinda, nangapiri, pendanga, pitanga. 
Francês: cerise à côtes, cerise carrée, rousaille, jambose de michéli, cerisier de Cayenne, cerisier du Surinam. 

 

Constituintes químicos: lipídeos, cálcio, ferro, fósforo, glicídeos, niacina, pitanguina, proteínas, vitamina A, vitamina B2, vitamina C. 

 

Propriedades medicinais: adstringente, analgésica, depurativa, digestiva, estimulante, refrescante, refrigerante, vermífuga. 

 

Indicações: afecções do fígado, bronquite, cólica menstrual, diabete, diarreia, diarreia infantil, disenteria, febres intermitentes, gota, hipertensão, infecções da garganta, limpar e descongestionar a pele do rosto, queda e oleosidade dos cabelos, reumatismo.

 

Parte utilizada: folhas, frutos. 

 

Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. 

 

Como usar: Para problemas estomacais coloque 1 colher de sopa de folhas em uma xícara de água. Ferva durante 5 minutos e coe. Beba até 3 vezes ao dia.

 

Temas relacionados:

Groselha: 30 benefícios

Frutas ricas em proteínas

O fruto do morangueiro: O morango

Conhece os benefícios do caqui/dióspiro?

Óleo de pequi previne e faz regredir cancro/câncer

Chá: Folhas de amoreira e seus benefícios

- Fruta: A pitaia e seus benefícios

 Frutos e legumes biológicos funcionam como boas vacinas

Graviola: Destrói naturalmente o cancro

Fruta fresca: Ajuda nos diabetes e nas complicações vasculares

Obesidade: Cada vez se morre mais cedo

-  Comer frutas e legumes evita graves doenças

Pêssego: 12 benefícios na saúde

Na natureza não existem coincidências; Ela é a nossa maior amiga

Vários benefícios do arando/oxicoco (cranberry)

A banana e suas características

Uvas: Fruta divina

Alimentação rica em fibra diminui risco de cancro da mama

A framboesa, ajuda na prevenção de cancro e doenças inflamatórias

 

Fonte:

Cura pelos Frutos

Naturopatia

Plantamed

 

 

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




1 comentário

De Merda de carne de laboratorio a 27.03.2018 às 22:44

Quando você pensou que os produtos vendidos em prateleiras de supermercado não poderiam desviar ainda mais da comida de verdade fornecida pela natureza, as carnes cultivadas em laboratórios estão prontas para se juntar às outras abominações projetadas em seu supermercado local até o final do ano.

A chamada carne “limpa” in vitro é criada tomando células-tronco de animais, cultivando-as e multiplicando-as em um laboratório para fazer um pedaço inteiro de carne. Para uma empresa de carnes limpas, a Mosa Meats, leva cerca de nove semanas para criar um hambúrguer. A Memphis Meats está trabalhando em almôndegas de carne, frango frito e pato, enquanto a Hampton Creek Foods disse que suas aves cultivadas chegarão às prateleiras até o final do ano.

A técnica também está sendo usada para fabricar carne de peixe. Uma empresa chamada Finless Foods cultiva carne de peixe em seu laboratório. Seus fundadores são dois bioquímicos que querem fornecer peixes livres de contaminação e acessíveis aos consumidores.

Os especialistas concordam que essa carne in vitro precisará ter o mesmo sabor da carne convencional, a fim de obter ampla aceitação, oferecendo a mesma experiência sensorial em termos de textura, cor, cheiro, elasticidade, prazo de validade e capacidade de descongelamento. A resposta foi mista até agora.

Aqueles que provaram o primeiro hambúrguer de cultura celular do mundo, a qual custou 250 mil euros para produzir, relataram que ela estava seca e sem suculência. Escritores que tentaram interações mais recentes, como frango, pato, chouriço e foie gras, foram mais positivos.

Mesmo que esses fabricantes de carne consigam acertar todos esses fatores, há um obstáculo que eles podem não ser capazes de superar: convencer as pessoas de que essa é uma maneira segura e normal de comer. Em uma pesquisa do Pew de 2014, 80 por cento das pessoas disseram que simplesmente não estavam dispostas a consumir carne cultivada em laboratório.

Os proponentes argumentam que a carne cultivada através da engenharia de tecidos reduzirá as emissões de gases de efeito estufa. No entanto, vale a pena notar que precisará de mais energia para produzir do que as aves convencionais, embora com menos terra e água.

É claro que já existe uma solução perfeitamente boa para aqueles que não querem apoiar o abate de animais e os outros problemas associados à produção de carne, e também é naturalmente saudável: uma dieta à base de plantas.

É seguro comer carne de laboratório?

Mesmo que os consumidores estejam dispostos a pagar pelo preço alto da carne de laboratório – com alguns preços iniciais esperados de cerca de 11 dólares por hambúrguer – outra questão importante é se será seguro comer. Um longo processo de aprovação regulatória tem impedido que esses chamados alimentos atinjam o mercado mais cedo. Os fabricantes são rápidos em apontar que, como o abate não está envolvido, a contaminação cruzada não será um problema, mas isso não significa que não haverá outras preocupações sobre a ingestão de algo que não tenha sido criado pela natureza.

Em um comunicado, a FDA disse: “Dada a informação que temos até o momento, parece razoável pensar que a carne cultivada, se fabricada de acordo com os padrões de segurança apropriados e todas as regulamentações relevantes, poderia ser consumida com segurança“.

“Parece razoável pensar” que “poderia” ser consumida com segurança? Isso dificilmente é um voto de confiança, e isso é muito quando se considera alguns dos outros produtos arriscados que a FDA deu seu selo de aprovação.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT