Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Boa notícia para a saúde dos franceses. E de quem habita em França.

"O primeiro-ministro (Edouard Philippe) decidiu que este produto será proibido na França - assim como todos os que se pareçam com ele e que ameaçam a saúde dos franceses - para quando terminar o quinquénio", declarou Castaner a um canal de televisão.

Foto: istoedinheiro

 

Essa proibição também englobará o uso agrícola desse poderoso pesticida, confirmou o porta-voz, garantindo que vai-se procurar "encontrar produtos de substituição".

O governo francês pediu aos Ministérios da Agricultura e da Transição Ecológica um plano para deixar de usar esse pesticida na agricultura "antes do fim do ano".

A fumigação com glifosato de espaços abertos ao público está proibida na França desde 1 de Janeiro de 2017. Agora, os particulares também deverão deixar de usá-lo a partir de um de Janeiro de 2019.

A França também se opõe à proposta da Comissão Europeia de autorizar o glifosato na União Europeia durante dez anos. Paris considera que esse intervalo é muito longo, "dada a incerteza que subsiste sobre esse produto", de acordo com um comunicado.

O ministro francês da Agricultura, Stéphane Travert, propõe um período de entre cinco e sete anos.

Em Julho, a Comissão Europeia propôs renovar a licença do glifosato que expira em 2017. A decisão deve ser tomada pelos 28 membros do bloco. Em 2016, não chegaram a um acordo, motivo pelo qual a Comissão optou, excepcionalmente, por prorrogar a autorização por 18 meses, até o fim do ano. A expectativa é que surjam novos estudos das agências europeias.

 

Nota bene:

Para quando a proibição deste herbicida cancerígeno noutros países latinos? Como Angola, Brasil, Cabo-Verde, Portugal, Espanha, Moçambique, etc.
Para além dos metais pesados na água e nos alimentos, com a poluição da indústria e dos transportes, dos rastos químicos no céu, os diversos pesticidas, há ainda este herbicida cancerígeno que é largamente difundido, prejudicando assim a saúde humana,  a flora e a fauna.

 

Temas relacionados:

Amish: Extremamente raro adoecerem de autismo, alergias, cancro e doenças cardíacas

Frequente: Ovos contaminados com insecticida

Portugal: O cancerígeno glifosato é pulverizado em larga escala nas estradas

Ocidente: Má qualidade do esperma dos homens

Vacinas: Demasiadas contêm o pesticida cancerígeno glifosato

Herbicida cancerígeno mais vendido em Portugal, já na água e nos alimentos

Insecticidas imitam melatonina: Risco de diabetes e insónia

Estudo: alimentos da agricultura convencional, muito contaminados com pesticidas

 

Fonte:

ANGOP

Istoé Dinheiro

NDD

Valor

Yahoo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix



3 comentários

De José Francisco a 28.09.2017 às 09:16

Governo que se preze e que esteja do lado dos seus cidadãos proíbe o glifosato e todos os pesticidas que prejudicam o ambiente e a saúde.

De Carlos Gomes a 29.09.2017 às 10:27

Grande verdade. Bom comentário.

De Maria Esteves a 01.10.2017 às 11:25

Para quando finalmente a proibição de todos os herbicidas químicos em Portugal? Andam a dar cabo da nossa saúde.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT