Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 Pessoas com dieta rica em hidratos de carbono correm maior risco de ter problemas de saúde do que as que consomem maiores níveis de gordura, revela um estudo hoje apresentado e que envolveu mais de 135 mil pessoas.

Foto: Lauf des Lebens

 

A equipa de investigadores, liderada por uma universidade no Canadá, avaliou 135 mil pessoas de 18 países dos 5 continentes e os principais resultados são esta semana publicados na revista científica The Lancet.

No estudo foram sendo questionados os hábitos alimentares das pessoas, que foram seguidas por uma média de 7 anos e 1/2. Uma das conclusões mostra que uma dieta rica em hidratos de carbono (mais de 60% do total de energia consumida) está ligada a uma maior mortalidade, embora não surja necessariamente relacionada com maior risco de doença cardiovascular.

Quanto às gorduras alimentares, não foi associado um maior consumo a uma maior mortalidade nem a maior risco de ataques cardíacos ou morte por doenças cardiovasculares.

Os investigadores destacam que estes resultados são consistentes com vários estudos e ensaios clínicos conduzidos em países ocidentais nas últimas 2 décadas.

Segundo a principal autora do estudo, Mahshid Dehghan, uma diminuição de ingestão de gordura levou a um aumento do consumo de hidratos de carbono.

Para a investigadora, as conclusões desta análise podem explicar porque é que certas populações que não consomem muita gordura mas que ingerem muitos hidratos têm maiores taxas de mortalidade.

Dehghan lembrou que durante décadas as directrizes sobre hábitos alimentares foram no sentido de reduzir a gordura total para níveis abaixo de 30% da ingestão calórica diária, baseando-se na ideia de que reduzir a gordura deveria reduzir as doenças cardiovasculares. Contudo, não foi considerado como se substitui a gordura na dieta.

No estudo, o menor risco de morte verificado foi nas pessoas que consomem 3 a 4 porções (um total de 375 a 500 gr.) de frutas, vegetais e leguminosas por dia.

Ou seja, uma dieta que inclua um consumo moderado de gordura (de preferência vegetal biológico) e fruta e vegetais (biológicas), evitando hidratos de carbono, está associada a um menor risco de mortalidade.

A investigação revelou que a ingestão de frutas, vegetais e leguminosas é globalmente de entre 3 a 4 porções por dia, quando as actuais directrizes recomendam um mínimo de 5 porções diárias.

Na actual investigação, a ingestão de vegetais crus foi mais fortemente associada a menor risco de morte em comparação com o consumo de vegetais cozidos.

 

Obs.:

Os hidratos de carbono da actualidade são à base de trigo. Trigo esse que nas ultimas 4 décadas foi invariavelmente tão modificado, - genéticamente e não só - que muito pouco tem a ver com o trigo de há 100 anos. Facto que o levou a gerar por vezes alergias e a outros distúrbios no organismo humano. São poucos os humanos que digerem sem problemas.

Das melhores gorduras que eu conheço são os óleos de coco, de cânhamo e de cedro siberiano, sendo o azeite (óleo de oliva) biológico também de muito boa qualidade desde que seja espremido a frio. 

 

Temas relacionados:

Pão branco: Engorda, estupidifica e é um assassino oculto

Tem dores?

Os grãos e o impacto na saúde dos dentes e ossos

Estudo: dieta vegetariana pode diminuir o risco de cancro em 43%

Azeite; Óleo de coco

Alimentação rica em fibra diminui risco de cancro da mama

O óleo de coco, 10 benefícios

Alimentação vegetariana: Baixa o colesterol, o "bom" e o "ruim"

 

Fontes:

info.kopp-verlag

Lusa

sapo24

Zentrum der Gesundheit

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix




A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT