BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Estudo divulgado esta semana indica que as anestesias gerais afectam a comunicação entre neurónios

"A descoberta tem implicações para pessoas cuja conectividade cerebral é vulnerável, por exemplo nas crianças, que têm o cérebro ainda em desenvolvimento, ou nas pessoas com Alzheimer ou Parkinson. Nunca se percebeu o que leva a anestesia geral a ser por vezes problemática para pessoas muito novas ou muito velhas. Este mecanismo agora descoberto pode ser a razão", indica Bruno van Swinderen, investigador da Universidade de Queensland, na Austrália.

Foto:downvids

 

O estudo realizado e publicado na revista científica Cell Reports tem o objectivo de dar resposta às formas de actuação das anestesias gerais no cérebro, uma vez que é necessário melhorar os medicamentos a ser usados nestas situações.

 

A equipa da Universidade responsável pelo estudo considera que a anestesia geral tem muitos mais efeitos além de provocar sono. Os cientistas analisaram os efeitos do propofol – um anestésico muito comum nas cirurgias e a conclusão foi a seguinte: “Sabíamos, de estudos anteriores, que os anestésicos em geral, incluindo o propofol, actuam no sistema de sono no cérebro, como um comprimido para dormir. Mas o nosso estudo descobriu que o propofol também interrompe os mecanismos pré-sinápticos, provavelmente afectando a comunicação entre neurónios em todo o cérebro, de forma sistemática, o que é muito diferente de se estar apenas a dormir", refere o principal responsável pelo estudo.

 

Segundo Adekunle Bademosi, as sinapses fazem a ligação entre neurónios (células nervosas) numa anestesia geral e portanto a conclusão é que “o propofol restringe o movimento de uma proteína chave (sintaxina 1A) necessária nas sinapses de todos os neurónios. Essa restrição leva à diminuição da comunicação entre os neurónios no cérebro".

Esta descoberta também pode ajudar a explicar a razão pela qual as pessoas se sentem tontas e desorientas após serem sujeitas a uma anestesia geral.

 

Temas relacionados:

Cáries dentárias: Tratamento indolor

MTC: Cesariana sem anestesia mas com acupuntura (vídeo)

MTC - Auriculoterapia, o que é e para que serve

Os animais também são "enfermeiros"

China: Autómato implanta dentes

Confia no seu médico convencional?

Portugal: Erros médicos e negligência médica

Artrodese Lombar: Cirurgia não é solução

Analgésicos perigosos

Cirurgia actual como na pré-história ?

MTC: Os mistérios das Fáscias

Médico japonês de 105 anos: 12 de seus princípios para uma vida longa

Estar no meio da natureza cura-nos

Ingredientes que intoxicam o seu cérebro

Alzheimer: A causa é uma infecção por um fungo?

Alzheimer: Como um doente se curou

As estatinas (para o colesterol >220) aumentam o risco de Parkinson

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




1 comentário

De Ciência cad vez pior a 12.01.2018 às 21:13

Doadores de excrementos dinamarqueses ganham 'dinheiro sujo'

Depois de terem sido encontrados sinais de que várias doenças, do câncer à diabete, podem ser tratadas com ajuda do que sai dos intestinos humanos, a tendência em saúde de transplantação de fezes se espalhou por todo o mundo, dando aos doadores de matéria fecal a possibilidade de enriquecer simplesmente com a venda de suas "obras".


O hospital privado Aleris-Hamlet em Soborg, Dinamarca, está coletando fezes "saudáveis" para transplantação em pacientes cuja flora intestinal está danificada. Para os doadores, parece ser bastante fácil ganhar algum dinheiro extra.
Por exemplo, Mads Raersboel, de 25 anos, vende diariamente suas fezes por cerca de 25 dólares por amostra (80 reais). Contudo, registrar-se como doador de fezes é muito difícil. De 700 voluntários do mundo ocidental, somente três foram selecionados, pois apenas um por cento dos ocidentais têm uma flora intestinal suficientemente saudável para ser transplantada.

Mads é um atleta de elite. Ele corre 30 quilômetros por dia e tenta comer o mais saudável possível porque o seu sonho é participar dos Jogos Olímpicos em Tóquio em 2020.
"Os meus pais sempre foram doadores de sangue e eu também queria. Mas os meus treinamentos não me permitem isso. Assim, eu doo as minhas fezes em vez disso", declarou ele ao diário sueco Swedish Expressen, explicando que ele entrega o produto em uma bolsa de segunda a sexta.

No hospital Aleris-Hamlet, as bactérias "boas" extraídas de fezes são usadas para produção de pílulas que devem ser tomadas com um copo de água. Alternativamente, a microflora intestinal pode ser restaurada por introdução de flora bacteriana por infusão de fezes via colonoscopia ou clister. O efeito positivo já é visível após dez dias a um mês. Atualmente, os experimentos estão sendo realizados em várias partes da Dinamarca.
"Os meus pais sempre foram doadores de sangue e eu também queria. Mas os meus treinamentos não me permitem isso. Assim, eu doo as minhas fezes em vez disso", declarou ele ao diário sueco Swedish Expressen, explicando que ele entrega o produto em uma bolsa de segunda a sexta.

No hospital Aleris-Hamlet, as bactérias "boas" extraídas de fezes são usadas para produção de pílulas que devem ser tomadas com um copo de água. Alternativamente, a microflora intestinal pode ser restaurada por introdução de flora bacteriana por infusão de fezes via colonoscopia ou clister. O efeito positivo já é visível após dez dias a um mês. Atualmente, os experimentos estão sendo realizados em várias partes da Dinamarca.

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT