BIO!

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 Segundo a UFMG, os chamados "eventos adversos" são a segunda maior causa de morte no país — atrás apenas de doenças cardiovasculares

Foto: coffinia.tumbir

 

Enganos na prescrição de remédios, uso inadequado de equipamentos e infecções hospitalares tiraram a vida de 302.610 brasileiros ao longo de 2016 – são 829 mortes por dia, três a cada cinco minutos.

Esses erros banais – chamados no jargão médico de “eventos adversos” – são a segunda maior causa de morte no país: só ficam atrás de doenças cardiovasculares, responsáveis por 950 mortos a cada 24 horas. Os dados, colectados em hospitais públicos e particulares, são de um relatório produzido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e divulgado hoje (2017/11/22).  

“Não existe sistema de saúde que seja infalível”, afirmou à Agência Brasil Renato Couto, professor da UFMG e um dos autores do relatório, intitulado Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil. “Mesmo os mais avançados também sofrem com eventos adversos. A diferença é que, no caso brasileiro, apesar dos esforços, há pouca transparência sobre essas informações e, sem termos clareza sobre o tamanho do problema, fica muito difícil começar a enfrentá-lo.” O relatório está disponível para o público no IESS..

A estatística assustadora não é exclusividade brasileira: erros na condução de procedimentos em hospitais matam, no mundo todo, 42,7 milhões de pessoas por ano. Segundo a EBC, nos EUA a taxa diária de vítimas é apenas 16% menor que a nossa: são 1.096 mortos, em relação a uma população de aproximadamente 325 milhões de pessoas.

Foto: newsmax

 

Nota bene:

Na Alemanha, segundo a AOK (Caixa de Previdência alemã, informou que no ano 2014, morreram 18.800 pessoas devido a erros hospitalares. E isto num dos melhores países mundiais a nível da medicina convencional.

Segundo estatísticas estadunidenses, houve mais de 18 milhões de mortes somente por lá EUA, mortes causadas por quimioterapia desde 2000, mas menos de 11 milhões de mortes foram causadas pelo próprio cancro/câncer, então, há algo de errado com esse cenário.

Mais, houve 8 milhões de mortes devido a erros hospitalares!
Quase 2 milhões de mortes devido a reacções adversas às drogas farmacêuticas.

Quase 1,8 milhões de mortes devido a erros médicos convencionais.

E quase 1,4 milhões de mortes devido a infecções hospitalares.

Quantos morrem em Angola devido a erros hospitalares? E na Argentina? E em Cabo-Verde? No Chile? Em Espanha? Na Itália? México? Em Moçambique?...

 

Temas relacionados:

Sondagem: Confia nos hospitais?

Sondagem: Qual a sua opinião sobre o SNS?

Doentes de médicos mais velhos morrem mais do que os de novos

Qual o estado do sistema de "saúde" em Portugal?

Portugal e a UE: Saúde, envelhecimento, natalidade e sobrevivência

Os interesses egoístas de uns poucos prejudicam a maioria da população!

Como impedir o seu médico de o matar

Quantos morrem em Portugal devido a erros médicos?

Reflexão do mês sobre a saúde

Confia no seu médico convencional?

Sucessivos erros médicos: Bebé morre em hospital

Direitos dos doentes/utentes: Desconhecimento entre os profissionais de saúde

EUA: 145.000 crianças morreram devido às vacinas

Criança de 2 anos, diagnosticada com doença incurável quando afinal tinha falta de vitamina

A promiscuidade entre médicos e seguradoras

Relação médico/enfermeiro com o doente é cada vez mais impessoal

Portugal: Erros médicos e negligência médica

Saúde privada e seus preços inflacionados

Ignorância: A ciência desconhece 99% dos micróbios em nosso corpo

O ocidente depressivo e com distúrbios mentais

SNS inglês recusa cirurgia a obesos e a fumadores que não percam peso e não larguem o fumo

 

Fontes:

O IESS - Instituto de Estudos de Saúde Suplementar

Super Interessante - Saúde

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !




3 comentários

De Anónimo a 05.03.2018 às 07:50

Bom artigo e excelente pergunta quantos morrem em hospitais portugueses devido a erros médicos e hospitalares?
Nisso a ordem dos médicos não fala nem a DGS toca no tema por saberem que iam assustar os portugueses.

De Anónimo a 05.03.2018 às 19:30

Na melhor das hipóteses morre 1/3 dos que passam pelos hospitais morrem por causa dos erros médicos e hospitalares.

De Anónimo a 06.03.2018 às 21:53

Grata pela partilha do conhecimento. Reconheço que as mentes andam adormecidas e distraídas!!! Quem não quer ver mais além , morre vitima da sua própria cegueira mental. Bem hajam!

Comentar post



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens






Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT