Publicidade: Conhece o LIV 52 para o figado?

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hoje em dia, as pessoas estão se afastando de óleos tradicionais, como o óleo de canola, soja e milho devido as altas hipóteses/chances destes óleos serem transgénicos e possivelmente tóxicos.

A maioria das pessoas quando perguntadas sobre o que elas usam como uma alternativa saudável, dirão imediatamente azeite. O azeite é realmente uma opção saudável, uma vez que ele não contém gordura trans ou colesterol.

Mas e o óleo de coco?

Ó óleo de coco ainda é novo para muitas pessoas, mas é importante enfatizar que ele é da mesma categoria do azeite. O óleo de coco tem a mesma quantidade de calorias que o azeite e também é sem gordura trans e colesterol.

A diferença entre os dois é que o óleo de coco é uma fonte de gordura saturada, o ácido láurico, enquanto o azeite não é uma fonte de gordura saturada. A gordura saturada costumava ser inaceitável no mundo da saúde, mas agora com a pesquisa científica adequada, o mito foi finalmente quebrado, mostrando que as gorduras saturadas à base de plantas, como o óleo de coco são seguras e até benéficas para a saúde.

O ácido láurico é encontrado no leite materno e é rico em antioxidantes, e como outros triglicérides de cadeia média, ele pode ajudar o corpo a absorver minerais e nutrientes. O óleo de coco é usado até mesmo como um suplemento para a perda de peso, uma vez que ele tem a capacidade de nos fazer sentir mais satisfeitos por mais tempo. Além disso, devido à capacidade do óleo em produzir cetonas, tomar óleo de coco regularmente pode ajudar a restaurar a actividade cerebral e ajudar as doenças mentais.


Portanto, é evidente que o óleo de coco é nutricionalmente benéfico para a nossa saúde e é altamente preferível a outros óleos refinados, em especial aqueles que são transgénicos. Mas o óleo de coco tem outros usos práticos também.

O coco tem um ponto de temperatura/cocção mais alto do que o azeite e muitos outros óleos, tornando-o a escolha ideal quando fritar alimentos ou cozinhar em altas temperaturas. Uma vez que um óleo atinge seu ponto de cocção, sua estrutura molecular é alterada, e por isso é melhor usar um óleo que você sabe que tem um ponto de cocção mais alto. O azeite é uma escolha muito ruim para a fritura, mas é óptimo para pratos frios e em saladas, principalmente.

O ponto interessante sobre o óleo de coco é que seu estado é mudado muito facilmente. Acima de 24 º C o óleo está em forma líquida e abaixo ele se transforma em um estado sólido.

O óleo de coco é mais habitualmente usado para assar, fritar ou mesmo em substituição da manteiga ou margarina. Se você não quiser usar a margarina ou a manteiga, ou você está procurando uma opção não-láctea saudável, o óleo de coco pode ser usado exactamente da mesma maneira. Muitas pessoas espalham o óleo de coco em sua torrada, misturando-lo em suas batatas para criar purés ou usam-lo em qualquer receita.

 

 

Temas relacionados:

Alzheimer: Como um doente se curou

O óleo de coco, 10 benefícios

27 antibióticos naturais

10 superalimentos

Pele de azeitona combate a formação de tumores

 

Fonte:

Noticias Naturais

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Publicidade: Floradix




A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mensagens


Mais sobre mim

foto do autor








Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


BPT