BIO!

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 Uma aluna do curso de Química Medicinal da Universidade da Beira Interior (UBI) está a estudar as propriedades medicinais da urtiga e concluiu que as folhas são "ligeiramente mais antioxidantes do que os caules" da planta.

 

Marta Tenreiro, 21 anos, natural de Fornos de Algodres, no distrito da Guarda, é aluna do 3.º ano de Química Medicinal da UBI e no projeto final de curso decidiu analisar os compostos bioativos presentes na urtiga, uma planta selvagem que cresce nos campos de forma espontânea e que tem o nome científico de "urtica dioica".

"Eu gosto da parte dos produtos naturais. Então, já que queria enveredar pelos produtos naturais, decidi usar a planta que está em voga aqui na terra [Fornos de Algodres], que é a ‘urtica dioica'", justificou.

No âmbito do projeto, Marta Tenreiro secou a planta num espaço à sombra, triturou-a e depois fez "extrações dos compostos bioativos", que analisou em laboratório.

"Relativamente aos resultados obtidos, apenas lhe posso dizer que a amostra que eu tinha para análise revelou ter uma atividade antioxidante pobre, tanto os extratos relativos às folhas, como os extratos dos caules. Uma vez que fiz a moagem dos caules e das folhas separadamente, consegui obter os diferentes valores, sendo as folhas ligeiramente mais antioxidantes do que os caules", adiantou.

Marta Tenreiro referiu que "já há mais estudos" sobre o nível de propriedades antioxidantes da urtiga que revelam as "bastantes valias" da planta.

 

Características nutricionais
A urtiga é muito rica em vitaminas, principalmente as do complexo B, C e K. Além de possuir minerais, como o magnésio e o ferro, aminoácidos, oligoelementos, betacaroteno, cálcio, sais, fosfato e proteínas.

 

Propriedades:

- Alivia artrose, crises de artrites e gota, também outras manifestações reumáticas;

- Antioxidante;

- Baixa o teor de glicose no sangue, estimulando a irrigação sanguínea em todas as partes do corpo; 

- Combate a queda de cabelo e fragilidade das unhas;

- Combate o entorpecimento dos membros;

- Controla hemorragias;

- Estimula a secreção láctea;

- Previne anemia;

- Reduz o teor do ácido úrico;

- Trata de problemas no sistema respiratório, como a asma e a bronquite;

- Tratamento de irritações na pele e corrimentos;

 

Modo de preparo do chá e outras formas de consumo
Use a proporção de uma colher de sopa de erva para cada litro de água. Coloque a água em um recipiente, adicione a planta e leve ao fogo. Ao alcançar fervura, deixe cozinhar por mais três ou quatro minutos. Em seguida, retire do fogo, tampe e deixe repousar por aproximadamente dez minutos. Coe e consuma. A quantidade indicada é de duas a três chávenas por dia. Seu uso é comum na forma de chá, ou ainda na culinária. Suas folhas são usadas para compor saladas que podem ser servidas acompanhadas de pratos quentes. Para fins estéticos, o chá pode ser usado para fazer um banho de imersão, que é eficaz na eliminação das impurezas da pele. Há quem use esta planta para fazer sopa.

 

Cuidados a ter

As suas folhas podem causar reacções alérgicas e irritações na pele, por isso, o contacto deve ser evitado. A manipulação e colheita das folhas deve ser sempre feita com luvas. Há quem a consuma crua na Alemanha, na Áustria e noutros países, no entanto são necessárias a ter em conta algumas considerações.

 

Fontes:

sapo

Cura pelas Plantas

Naturopatia

Remédio Caseiro

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates - Pai da Medicina

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !





A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Publicidade: Desintoxicar


Mais sobre mim

foto do autor




Mensagens




Sondagem

Confia na ciência-médica?
 
pollcode.com free polls


Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.

BPT