Publicidade: Quase toda a mulher sofre de anemia! Se sente cansada, tome Floradix com ferro

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Na UE não faltam contaminações! Os belgas já tinham conhecimento desde Junho.

Alemanha, Bélgica, Holanda, Grã-Bretanha, Suécia e Suíça (seguir-se-ão outros países) recolheram milhões de ovos dos supermercados e iniciaram uma investigação criminal. O problema encontrado em análises de ovos vendidos à população foi a presença de Fipronil, um insecticida de uso veterinário. 

O Fipronil é amplamente usado para tratamento de problemas com pulgas e carrapatos/carraças, mas seu uso em animais destinados ao consumo humano é proibido.

 

Os ovos europeus apresentaram grandes quantidades dessa substância que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é altamente prejudicial à saúde e pode afectar rins e fígado de forma grave.


A suspeita é de que criadores de galinhas usadas para a produção de ovos usem o Fipronil para controlar infestações de piolhos nos animais, um problema comum nesse tipo de indústria por conta da superpopulação de animais em pequenos espaços.

  Após alerta de ovo contaminado, Holanda testa carne de frango | Mundo | DW | 08.08.2017

Niederlande Lebensmittelkontrolle NVWA

 

Obs:

Mais um escândalo, mais uma contaminação e desta vez foram os ovos. Mas, na Holanda estão também em testes a carne de frango por haver também suspeitas de contaminação nesta carne.

E os ovos no Brasil? E em Portugal? E em outros países latinos?

No Brasil utilizam-se imensos agro-tóxicos. O pesticida/herbicida RoundUp é amplamente utilizado na agro-indústria, daí não ser nenhuma surpresa se for também encontrado em ovos.

Em Portugal, o herbicida cancerígeno glifosato ainda é largamente utilizado tanto nas estradas (à beira delas) como na agricultura convencional/intensiva. Em análises feitas à urina dos portugueses, todas as análises detectaram o glifosato. Não seria nenhuma surpresa se os ovos também estiverem contaminados.

A situação nos países latinos em África é francamente melhor do que na Europa.

No ocidente, chamam de alimentos aos produtos da agro-indústria, quando na verdade não passam de rações para "hominídeos" . São produtos cheios de químicos, como pesticidas, aditivos, corantes e conservantes, hormonas/hormônios, antibióticos, OGM, transgénicos, vacinas e outras drogas farmacêuticas, armazenadas e embaladas de modo pouco natural. E o gado é mantido o mais artificial e cruel possível. Tudo ração impura.

Os humanos na sua ignorância e estupidez, ainda se surpreendem que o resultado da ingestão de produtos contaminados e portanto impuros, convivem com uma sociedade cada vez mais alienada, contranatura e portanto artificial, doentia, onde o homem está cada vez mais impotente e infértil e a mulher cada vez mais estéril, a população cada vez mais doente, mais estupidificada, mais agressiva, com menos longevidade, com menos qualidade de vida e a caminho da auto-destruição.

Actualmente, no prato diário, a carne seja ela vermelha ou branca é a mais imprópria para consumo, seguida de perto pelo peixe de aqua-cultura, seguem-se os lacticínios, depois os ovos e por fim os legumes e frutas. Tudo contaminado deliberadamente por uma indústria de gananciosos e sem escrúpulos. No ocidente a Europa e EUA, os países são reféns de apenas 3 diabólicas empresas de rações para "hominídeos", são elas a Nestlé, a Unilever e a Kraft.

O monopólio é inimigo do ser humano, da harmonia e da saúde.

O que queremos abraçar, alimentos vitais e biológicos/orgânicos ou a ração? A saúde ou a doença? A qualidade de vida ou a auto-destruição? Cooperativas locais e empresas regionais ou monopólio? A natureza ou os químicos? A harmonia ou a destruição? A evolução e perfeição ou o sofrimento?

A decisão final é sempre sua.

A mudança é urgente e sensata. As cidades e de um modo geral a sociedade, devem procurar a sustentabilidade, a ecologia, a produção de alimentos de grande qualidade biológica/orgânica local e regional, tudo de forma mais natural, assim o processo diabólico de produção na agro-indústria que hoje temos terminará, para que ele amanhã não passe de uma mera recordação. Caso contrário, o nosso prato terá mais do mesmo, i.e. frequentes contaminações.

 

 

Abaixo uma breve reportagem da TV Brasil sobre o tema:

 

Temas relacionados:

Agrotóxicos: O veneno no seu prato

Ocidente: Má qualidade do esperma dos homens

Confia na água que bebe?

Se come atum devia saber... 11 factos

Portugal e a saúde: Na cauda da Europa no que diz respeito à despoluição de metais pesados em meio hídrico

OMS: a carne é tão perigosa como o tabaco

Alimentos contaminados: Mercúrio e pesticidas

Portugal: O cancerígeno glifosato é pulverizado em larga escala nas estradas

-  Vacinas: Demasiadas contêm o pesticida cancerígeno glifosato

Cancerígeno: Herbicida mais vendido em Portugal, já na água e nos alimentos

Estudo: alimentos da agricultura convencional, muito contaminados com pesticidas

Frutos e legumes biológicos funcionam como boas vacinas

O nosso veneno quotidiano. Não podemos confiar nas instituições governamentais....

 

Fonte:

Saúde Curiosa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas!

<>


A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Mais sobre mim

foto do autor







Mensagens



Biológico, claro!


Blogsportugal


Nota:

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

Publicidade:

Sente-se cansada? Sofre de anemia? Tome Floradix com Ferro

facebook