Publicidade: Quase toda a mulher sofre de anemia! Se sente cansada, tome Floradix com ferro

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O psílio/psyllium, cujo nome científico é Plantago psyllium, é uma planta nativa da Índia/China/Paquistão e é famosa por causa das suas propriedades medicinais. 

Seu nome vem da palavra grega “psylla”, que significa “pulga” porque as suas sementes são pequenas como esse insecto. Actualmente, a semente/psíliopsyllium é indicada para quem pretende perder peso, já que ela sacia.

 

Foto:remoplit

 

Nome científico: 

Plantago psyllium L. 

 

Família: 

Plantaginaceae. 

 

Sinônimos botânicos: 

Plantago afra L., Plantago ovata Forssk. 

 

Outros nomes populares: 
em português: Psyllium, plantago, psílio, psilium

binomial: Plantago afra L. ou Plantago ovata

em alemão: Flohsamen, Wegerich, Psyllium

em francês: Psylli, plantain psyllium, herbe à la puce, ispaghule

em italiano: psillio

 

Constituintes químicos: 

glicosídeos, mucilagem (aumenta de volume de 8 a 14 vezes em presença de água), fibras. 

 

Um dos efeitos:
laxante formador de massa, devido a uma acção mecânica que aumenta o volume das fezes, o bolo alimentar incha e sai com mais facilidade. A acção ocorre após 12 horas a 3 dias.

 

Propriedades medicinais: 

anti-diabética, estimulante, laxante, sudorífera. 

 

Indicações: 

gases, diabete tipo 2, induzir movimento intestinal, prisão de ventre, reduzir colesterol total, o LDL e o ácido úrico, redução do risco de doença cardíaca coronariana. 

 

Parte utilizada: 

sementes. 

 

Bom funcionamento do intestino e outros benefícios

+ A plantago psyllium é indicada para o tratamento de prisão de ventre, intestino irritável, diverticulose, diarreias, hemorróidas e fissuras anais

+ Auxilia na desintoxicação e eliminação de toxinas

+ Auxilia no tratamento da hiper-colesterolemia

+ Auxilia no tratamento de diabetes tipo 2

+ Controla a produção de gases intestinais

+ Devido à sua capacidade de absorção da água, as fibras da psilium aumentam o volume das fezes, gerando uma viscosidade que aumenta o tamanho do bolo fecal e contribui dessa forma para o bom funcionamento de trânsito intestinal

+ Proporciona a sensação de saciedade e reduz a absorção de gorduras pelo intestino, auxiliando, assim, no processo de emagrecimento

+ Reduz os níveis de colesterol total e do colesterol mau/ruim

+ Reduz os níveis de glicemia pós-prandial

+ Reduz os riscos de doenças cardiovasculares
 

Modo de usar: 
- decoção para uso interno: 3 g de sementes em 100 ml de água. Tomar 2 a 3 xícaras/chávenas ao dia; 
- decoção para uso externo: 5 g sementes em 100 ml de água. Fazer limpeza de feridas, gargarejo, compressa. 

 

Temas relacionados:

A semente chia e seus benefícios

A obstipação/prisão de ventre

Sem glúten: Já conhece o grão etíope/miudinho/eragrostis e seus benefícios?

Valor nutricional do cânhamo

A alimentação crua

Amaranto: Benefícios e receitas

Aveia: O cereal que regula o intestino

Os nossos avós ainda conheciam a importância do demolhar

Obesidade: Cada vez se morre mais cedo

Pão branco: Engorda, estupidifica e é um assassino oculto

Quinoa: Benefícios

 

Fontes:

Naturopatia

Plantamed

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas, de rastos químicos e de pesticidas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Mais sobre mim

foto do autor







Mensagens



Biológico, claro!



Nota:

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

fb