Publicidade: Quase toda a mulher sofre de anemia! Se sente cansada, tome Floradix com ferro

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Muito se tem falado sobre os probióticos nos ultimos tempos. A medicina natural já tinha conhecimento da enorme importância do bom funcionamento do sistema digestivo, sobretudo do intestino.

Agora sabe-se que a medicina natural tinha toda a razão, pois confirma-se a relação entre a contagem bacteriana saudável e boa digestão, mais outros benefícios de saúde estão sendo redescobertos. Um desses benefícios é a melhora que as boas bactérias podem trazer ao seu sistema imunológico; muitos agora acreditam que o equilíbrio ideal de 85% bactérias boas para 15% más bactérias é essencial para a saúde a longo prazo e imunidade forte.

 

O que são prebióticos?

Os alimentos prebióticos são alguns tipos de fibras alimentares, ou seja, carboidratos não digeríveis pelo nosso corpo. Isto é, possuem uma configuração molecular que os torna resistentes à ação de enzimas. Esse tipo de fibra possui as seguintes funções:

 

  • Ajuda na manutenção da flora intestinal;
  • Estimula a motilidade intestinal (trânsito intestinal);
  • Contribui com a consistência normal das fezes, prevenindo assim a diarréia e a constipação intestinal por alterarem a microflora colônica por uma microflora saudável;
  • Colabora para que somente seja absorvido pelo intestino as substâncias necessárias eliminando assim o excesso de glicose (açúcar) e colesterol, favorecendo, então a diminuição do colesterol e triglicérides totais no sangue;
  • Possui efeito bifidogênico, isto é, estimulam o crescimento das bifidobactérias. Essas bactérias suprimem a atividade de outras bactérias que são putrefativas, que podem formar substâncias tóxicas.

 

Exemplos de prebióticos são: frutoologosacarídeos (FOS) e a inulina. Os FOS são obtidos a partir da hidrólise da inulina. Os frutooligosacarídeos estão presentes em alimentos de origem vegetal, como cebola, alho, tomate, banana, cevada, aveia, trigo, mel e cerveja. A inulina é um polímero de glicose extraído principalmente da raiz da chicória. Ela se encontra também em alho, cebola, aspargos e alcachofra. A inulina extraída da chicória é produzida comercialmente e pode ser consumida por diabéticos como substituto do açúcar por conter de 1 a 2 kcal/g.

 

O que são probióticos?

Os probióticos são outro tipo de alimentos considerados funcionais. São microorganismos que, quando ingeridos, exercem efeitos benéficos para a saúde. Esses organismos são adicionados aos alimentos, como os leites fermentados, por exemplo.

As mais conhecidas bactérias que exercem essa função são as Bifidobacterium e Lactobacillus, em especial Lactobacillus acidophillus. Elas agem produzindo compostos como as citoquinas e o ácido butírico que são antimicrobianos e antibacterianos, ou seja, favorecem a presença de bactérias benéficas ao organismo e diminuem a concentração de bactérias e microorganismos indesejáveis. Outra maneira de proteger a mucosa intestinal é metabolizar as fibras presentes e transformá-las em ácidos.

Dessa forma, no meio ácido há uma diminuição na concentração de bactérias patogénicas e putrefativas, que provocam doenças e gases. Outras funções:

 

  • Os probióticos aumentam de maneira significativa o valor nutritivo e terapêutico dos alimentos porque há um aumento dos níveis de vitaminas do complexo B e aminoácidos. Absorção acrescida de cálcio e ferro;
  • Fortalecimento do sistema imunológico, através de uma maior produção de células protectoras e,
  • Particular importância para os indivíduos com intolerância à lactose, devido ao aumento de uma enzima que facilita a digestão da lactose.

 

BifidobakterienImagem: zentrum der gesundheit

 

Os probióticos podem ser adquiridos em cápsulas, comprimidos, pó e em liquido.

 

Enquanto isso, os seguintes alimentos e bebidas também são ricos em boas bactérias que conduzirão a uma óptima saúde.

- Chucrute (prato típico do centro da Europa)

- Kefir

- Kombucha (mais conhecida no oriente do que no ocidente)

- Rejuvélac

- Vinagre de maçã

 

Imagem: kefirbr.com

 

Benefícios da utilização dos probióticos:

- ajuda a reduzir o risco de neurodermatite em crianças

- ajuda a equilibrar a pressão arterial

- ajuda a combater o excesso de colesterol

- alteram a resposta emocional positiva da actividade cerebral

- combate os fungos vaginais

- diminui a osteoporose

- fortalece os desportistas

- melhoram o sistema imunitário

- na prevenção dos diabetes

- podem diminuir risco de alergias em crianças:

Consumo das bactérias durante a gravidez reduz em 12% possibilidades do problema

- protege as gengivas

- reduz o stress

- em crianças protege-as contra a gripe

- Probiótico + prebiótico em bebé (lactente) ajuda a diminuir a septicemia em 40%! (O que é um fantástico resultado).

Além disso o prebiótico ajuda a reduzir o peso e a gordura nas crianças.

 

As benéficas bactérias (quando em equilíbrio):

Bifidobacterium bifidum 

- o probiótico mais dominante em crianças e no intestino grosso. Apoia a produção de vitaminas no intestino, inibe bactérias nocivas, apoia a resposta do sistema imunológico e evita a diarreia.

 

Bifidobacterium longum 

- ajuda nno bom funcionamento do fígado, reduz a inflamação, ajuda na remoção de chumbo e metais pesados.

 

Bifidobacterium breve

 - ajuda a colonizar o intestino com uma comunidade de bactérias saudáveis.

 

Bifidobacterium infantis 

- alivia os sintomas da SII (Síndrome de Intestino Irritável), diarréia e prisão de ventre.

 

Lactobacillus casei 

- apoia a imunidade, inibe h. pylori e ajuda a combater infecções.

 

Lactobacillus acidophilus 

- Diminui os gases e o inchaço, melhora a intolerância à lactose. Contribui 61% de redução em e. coli, níveis mais baixos de colesterol e criação de vitamina K. Além disso, importante na resistência imunológica GALT.

 

Lactobacillus bulgaricus

uma poderosa estirpe probiótica que combate as bactérias nocivas que invadem o sistema digestivo e é suficientemente estável para suportar os sucos digestivos e ácidos do estômago. Também neutraliza toxinas.

 

Lactobacillus brevis 

- Contribui para aumentar a imunidade celular, células natural T-assassinas melhoradas e mata a bactéria h. pylori.

 

 Lactobacillus plantarum
- preciosa ajuda a debelar nos adultos a bactéria Helicobacter pylori. Lactobacillus plantarum também ajuda a reduzir o risco de Esclerose Múltipla.

 

Lactobacillus rhamnosus 

- Apoia o equilíbrio bacteriano e suporta uma pele saudável. Ajuda a combater infecções do tracto urinário, infecções respiratórias, e reduz a ansiedade, reduz os hormônios do estresse e receptores de neurotransmissores GABA. 

 

Bacillus subtilis 

- um probiótico que é resistente ao calor. Provoca uma resposta imune potente e suporta GALT. Suprime o crescimento de bactérias ruins, como salmonelas e outros agentes patogênicos.

 

Bacillus coagulans 

- um probiótico que é resistente ao calor e melhora a absorção de nutrientes. Também ajuda a reduzir a inflamação e sintomas da artrite.

 

Saccharomyces boulardii 

- uma cepa probiótica de levedura que restaura a flora natural do intestino grosso e delgado e melhora o crescimento celular intestinal. Tem-se revelado eficaz no tratamento da doença inflamatória do intestino como a doença de Crohn . Tem efeitos anti-toxina , é anti-microbiana, e reduz a inflamação.

 

Obs.:

Os fármacos prejudicam a flora intestinal, especialmente os chamados antibióticos/antivida.

Cada ser  humano, deve procurar saber quais as bactérias que estão em desequilíbrio no seu organismo e procurar restituir a tão desejada harmonia.

A manutenção do equilíbrio da flora intestinal é muito importante para o nosso organismo. Dessa maneira, a alimentação assume papel influente através da ingestão de alimentos que proporcionem o desenvolvimento no intestino de bactérias saudáveis.

Os prebióticos e probióticos têm esta função e o consumo destes alimentos deve ser estimulado. No entanto, é importante saber que uma vida saudável está relacionada não somente com os alimentos que são ingeridos, mas também com o estilo de vida, a hereditariedade, influência do meio ambiente e actividade física. Assim, é fundamental perceber que uma boa saúde não depende somente de alimentos funcionais e sim de vários factores que juntos proporcionam uma vida saudável.   

 

Temas relacionados:

Bebida rejuvélac: Probiótico natural

Antibiótica: Promove pólipos e o cancro

Antibióticos danificam o cérebro

Herdamos as consequências da má nutrição

Estes alimentos apoiam positivamente os seus intestinos

-Intestinos: A relevância do bom funcionamento

 

Fontes:

Kefirbr

maisequilibrio

Zentrum der Gesundheit

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alimentos biológicos e com vitalidade = saúde !

Que o teu alimento seja o teu único medicamento! Hipócrates

Países latinos livres de vacinas!

Paracelsus: "O que cura é o amor."



A farmácia é a natureza !


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sabedoria

"Aqueles que pensam que não têm tempo para cuidar de si e da sua alimentação, mais cedo ou mais tarde terão de encontrar tempo para a doença."

Mais sobre mim

foto do autor







Mensagens



Biológico, claro!


Blogsportugal


Nota:

Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

Sabedoria ancestral

Paracelsus: "O que cura é o amor."

fb